saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Continuo ou voltei ao mesmo. Tou em baixo. Tou a pensar que desde pequena sou tímida. Era bem pequena quando na familia se riam de mim quando eu fazia um sorriso envergonhado que não dá pra reproduzir por palavras de cada vez que me perguntavam alguma coisa. Lembro-me no entanto que na pré-primária era bastante sociavel, a melhor aluna, a primeira a aprender os numeros e algumas letras muito por causa da rua césamo, a primeira a aprender a pintar numa direcção sem sair muito fora, lembro-me das educadoras me chamarem em particular para mostrarem umas às outras as minhas habilidades lool enfim, isto já nem tem nada a ver. Na primária também não era exageradamente tímida, dava-me bem com todos os meninos e todas as meninas e a tímidez passava só pela professora mas isso devia ser geral. No quinto ano mudei de esola e de amigos, aí se calhar a coisa mostrou-se mais um pouco, não me relacionava muito com toda a gente, tinha o meu grupinho com quem m dava às mil maravilhas de resto simplesmente dava-me. No décimo ano a coisa ja tinha piorado e ficou pior quando vieram novos elementos pra turma com os quais não tive grande relação em geral, com poucos tive conversas com alguns nem falei e com o resto só o essencial. Na universidade foi o auge. Nada de praxes, nada de festas académicas, nada de amigos, dois ou três conhecidos se muito. É nesta fase que estou. Juntem-lhe a falta dos amigos do secundário que foram-se distribuindo pelos cantos do país em universidades e neste momento se fosse para a conchichina só saberiam quando já soubesse falar a lingua local. Não faço qualquer diferença na vida deles. Não participo nela e simplesmente não lhes faz diferença. Não ligam para saber como estou, não querem saber. Em tempos ainda mandava mensagens e sempre me responderam com muita amizade de acordo com aquilo que eramos. Mas agora não mando e eles também não. Não eram muitos. Agora.... Fazer novos amigos para mim é mais uma tarefa dificil. Esquecer os outros também não dá. Se eu fosse uma pessoa normal se calhar não me conseguia aproximar de uma pessoa como eu. É muito complicado. Eu jurei não ficar sem amigos em tempos mas agora.... Tenho o meu namorado que só quero como amigo mas receio que se nos separarmos não seja capaz de manter a amizade. De qualquer maneira nãop tinha coragem de lhe dizer que me queria separar. É muito complicado. Tenho um peso na cabeça que às vezes dói carregar. No outro dia convidaram-me para ir à discoteca e eu fiquei logo mal disposta, não tinha vontade nenhuma, ia ficar sentada ia dar nas vistas iam-me perguntar porque não dançava ia ficar revoltada porque até queria ir dançar mas não era capaz. Acabei por ir revoltada por dentro e acabei por ver os planos mudarem sem saber se tinha ficado contente ou triste. As minhas saídas são cinema, cinema, praia, cinema, cinema, passear, cinema, cinema. Sinto-me maluquinha. Não me apetece falar disto com um psicologo que não conheço de lado nenhum não dizia nada do que sentia e além disso não me apetece dizer a ninguém "bom o tratamento que estou a fazer para o corpo que custou carinho afinal não me esta a fazer efeito na alma, na verdade o meu problema é estar maluquinha e preciso de mais dinheiro para pagar a um senhor que me oiça a dizer meia dúzia de palermices que quando me saírem da boca vão soar muito mal relativamente aquilo que sinto....". Não tenho exactamente o perfil de deprimida para quem me conhece. E não sei como chegaria a um consultorio e contasse a minha vida a uma pessoa que não conheço. Por mais ademiração que tenha pela profissão não sei o que poderiam fazer por mim. E é assim que me sinto hoje. Amanhã poderei ter uma opinião diferente.

música: deprimida, maluquinha, desabafo, timidez
escrito por sonhadoraincuravel às 03:54
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | | | favorito

Quarta-feira, 24 de Junho de 2009

Está a resultar não sei quanto emagreci mas sinto-me diferente a pele esta mais bonita com menos celulite enfim e sabe muito bem fazer os ultra sons as endermologias e o pressoterapia é muito bom. Psicologicamente funciona muito bem e fisicamente tambem esta a resultar. Lentamente porque não me apetece levantar o rabo para nada e so me apetece dormir mas de qualquer maneira é peso que perco com segurança sem aquele sentimento que qualquer ervilha me faz engordar novamente. Não haja duvida que reeducar a alimentação é fundamental e só custa porque sabermos que estamos de dieta provoca logo umas fomes fora do normal mas quando isso passa é peanuts. A quem quer emagrecer e não quer gastar dinheiro nestas clinicas  e assim, tenho um conselho a dar, espirito nde sacrificio. tem que ser assim no inicio tanto quanto podermos porque a partir de o momento em que aparece o primeiro efeito nmelhora tudo e depiis é uma questão de rotina. Sem espirito de sacrificio nao dá e acreditem que faze-lo tanto quanto formos capazes nos dá até uma lição e ficamos mais confiantes em nós proprios, nos temos capacidades que não conhecemos e garanto-te a ti que estás a ler que és capaz de certeza absoluta só que é preciso descobrir isso com espirito de sacrificio.

escrito por sonhadoraincuravel às 16:19
link do post | dar palpite | | | favorito

Há dias em que sentir um abraço fazia toda a diferença. Dias em que acreditar numa palavra nos deixaria radiantes. Porque não vale a pena dize-las se não nos fizerem acreditar nelas e só acreditamos quando são sinceras, quando não têm que ser ditas, mas são. Os actos e as palavras não são nada, só os sentimentos têm significado, valor. Porque se dizemos o que quer que seja, fazemos o que quer que seja, de nada vale se não o sentirmos e fizermos sentir. Hoje quero sentir, sentir a felicidade de sentir. Quero coisas boas porque se continuar a sonhar e a fingir que sinto, enlouqueço.

escrito por sonhadoraincuravel às 15:28
link do post | dar palpite | | | favorito

Domingo, 7 de Junho de 2009

Resolvidos os problemas com a net, volto a postar qualquer coisinha pra fingir que alguém me ouve. Os exames vão a meio, ja stressei com o primeiro que acabei por não fazer, o segundo tá feito mas nem sei o que pensar sobre a nota, há que esperar, sobram-me mais dois que vamos lá ver como correm. De resto a morte do meu avô já sarou um bocadinho em toda a gente, ficam as recordações boas. Hoje é dia de eleições e fui votar pela primeira vez. Já devia ter votado na lei do aborto mas não tratei das coisas a tempo.

E eu continuo na mesma, como a lesma. Ando apática sem vontade de fazer nada no que diz respeito ao namorado. Não morro de amores por sair ou falar ou o que quer que seja por ele. Estou num processo de.... sei lá, digamos que me irrito um bocado pelo facto de ter que fazer coisas com ele. Não transmito isso mas a verdade é que isso mói por dentro. Não tenho coragem de lhe dizer nada disto. às vezes preferia que ele não gostasse de mim era bem mais facil. Se eu percebesse isso talvez lhe conseguisse dizer que não me estava a apetecer estar com ele neste momento. Mas não consigo.... o que é que ele ia pensar e sentir.... como ia reagir.... e eu como ia ficar... mais sozinha do que sou. Da maneira que ele é ia dificultar tudo. Ia fazer perguntas, ia querer saber, chorar até, até pedir ele ia se for preciso.... e não o fazia só por gostar de mim.... ele tem uma personalidade que às vezes lhe foge para um lado que não gosto muito. Fico com os olhos a brilhar de cada vez que vejo um casal todo feliz, um namorado a defender a namorada, os carinhos, os sorrisos. Eu rio muito mas às vezes não consigo tirar prazer disso quando estou com ele. Um dia expludo. Ou não! Nem disso tenho coragem. Oh pah mandem-me pra conxixina pra ter um motivo pra me afastar dele sem o magoar por culpa minha. Odeio isto. Odeio ser cobarde e viver presa por culpa unica e exclusivamente minha. Queria tanto controlar-me melhor, lutar pelas coisas, por mim. Não quero ser uma frustrada que aceitou tudo o que a vida lhe deu só porque foi o que apareceu. Foi isso que aconteceu sinceramente. Foi o meu primeiro namorado, gostei dele porque ele gostava de mim, não parecia má pessoa, as conversas eram boas e pronto baseou-se nisto. Agora precisava de mais, muito mais.... afinidades, gostos parecidos, objectivos em comum, amor for god's sake. Como é que se sai desta situação, Não vale a pena que me digam pra falar, ganhar coragem enfim essas tretas que fazem todo o sentido, mas para mim são impossiveis eu não consigo, já tentei, já se deu o momento certo por varias vezes e eu até apalpei terreno, até já disse que não sabia o que sentia por ele se era amizade etc mas ele acabou por manipuar as coisas de tal forma que nem demos um tempo, deixámos as coisas andar e tal e ele sempre a insistir no "amo-te" nas despedidas, eu não respondia até ao dia que por simples ritina respondi que também e ele entendeu que estavam as duvidas todas desfeitas.... não tive coragem de dizer que não.... Há coisas tão rdiculas que dão vontade de vomitar, de batermos em nós próprias. Uma vez, uma migo na net disse que não tinha tido coragem de acabar com uma ex namorada então fez com que fosse ela a querer, começou a ser mais frio, a fazer coisas que ela não gostava, sei lá. Eu chamei-lhe cobarde. Mas seja isso bom ou mau, nem disso eu tenho coragem.... não sei o que fazer. Qualquer dia marco uma consulta porque eu concerteza preciso de algum tipo de ajuda pra organizar esta cabeça, sozinha provavelmente não sou capaz.... só me falta escolher a especialidade.... e ter coragem claro. Alguém me entenda!

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 17:48
link do post | dar palpite | ver comentários (4) | | | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
30


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro