saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

fui ao dentista e posso vos dizer que este dentista é optimo para chamar clientes. para além de competente ele é muito giro lool fiquei fã. Ando com o maxilar lixado desde que forçava o bocejo quando sentia falta de ar. começou a fazer uns estalos de vez em quando e agora ja tenho que dar um jeito na boca para abrir. enfim o dentista foi uito paciente pra ver direitinho o jeit da boca comeceu logo por uma radiografia enfim. É uma clinica de dentistas e é diferente de um simples dentista que nos leva o dinheiro por cada dedo que mexe, nos faz ir lá para ver o dente, pensar no tratamento, começar o tratamento, continuar o tratamento e ver como ficou (tou a exagerar claro mas axo que me faço entender). Ele viu como estavam os dentes, vai tratar o que outro começou so que eu deixei de ir ao outro porque ele pos-me aquela massa em dois dentes e eles partiram porque a massa ficou a fazer pressão dentro do dente e enfim, ele vai acabar o tratamento. depois de tratar vai-me dar uma ceninha para meter na boca durante a noite para nao forçar o maxilar uma vez que posso estar a fazer uma força nos dentes durante a noite que piorou isto. sinceramente ja acordei com a sensação que tinha estado a fazer força nos dentes a noite toda mas esqueci-me de dizer que realmente foi essa força que fiz ao tentar bocejar que começou a fazer a articulação desgastar. tenho que dizer depois. ele fala muito explica tudo gostei muito. Disse que apesar de ter os tres sisos a nascer nao ta nada inflamado nem nada e realmente tambem fico ademirada porque todos dizem que doi tanto e a mim nasceram-me os tres e outro a caminho e nao doeu mais que gengiva quando estavam a picar. no entanto disse que no fim era melhor tira-los o que axei estranho porque se tavam bem nao tavam por baixo de outros tinham espaço e nao me doiam, tira-los para eles nao me fazerem eventualmente encavalitar os dentes mais tarde é um bocado estranho mas axo que se na altura nao tiver queixas dos dentes do siso nao os tiro. E pronto, pra semana vou fazer uma visita ao bonitão mas vou tratar os dentes que não é tão agradavel e desta vez nao devo ir com a minha mãe porque a consulta é ao fim da tarde e eu vou estar um bocado envergonhada ou muito mesmo. Mas a minha vergonha já é cronica. É o que conto por hoje. tratem dos dentes mas vejam se o dentista é competente.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:59
link do post | dar palpite | | | favorito

Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

 

 

Hoje é dia internacional do riso por isso resolvi escrever algumas coisas que gosto e

me fazem sorrir.

Gosto de dormir, gosdo da minha familia, de rir muito, de fazer rir, de dar presentes, que me ofereçam presentes, gosto de pessoas, gosto de paisagens bonitas, gosto de histórias de amor, gosto da força das pessoas, gosto da inocencia das crianças, gosto d o riso das crianças, gosto de ensinar alguma coisa a alguém, gosto de aprender com as pessoas, gosto da bondade e solidariedade que de vez em quando nos enche o peito, gosto do sol, gosto da lua, gosto de musica, gosto do quentinho, gosto da chuva, gosto do verão, gosto da praia, gosto da montanha, gosto da neve, gosto de sonhar, gosto de cozinhar, gosto de conduzir. è um bom exercicio pensar nisto. axo que da pra percebermos que são mais as coisas que nos fazem sorrir.

Ha coisas fantasticas não há? looool

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 16:16
link do post | dar palpite | ver comentários (5) | | | favorito

Domingo, 17 de Janeiro de 2010

 

Hoje era bom um abraço.... sem barreiras.... pele na pele! E sentir que era ali que queria estar!

See ya

             

 

escrito por sonhadoraincuravel às 21:34
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | | | favorito

Sábado, 16 de Janeiro de 2010

 

Hoje fui ás compras e deparei-me com uma coisa que já tenho vindo a reparar ha uns tempos. Todos sabemos que a imprensa portuguesa não está no seu melhor e já se vêm noticias impensáveis nos próprios telejornais e afins. Mas a moda agora são os desgraçadinhos. É que é de ficar com dó. E isto chegou a um ponto que me dá uma certa volta ao estômago quando leio numa capa "o drama da vida de ....". É que isto anda num drama pegado e numa pequena pesquisa que fiz encontrei os títulos "Juntos na dor", acerca de fernanda serrano "natal sofrido" acerca de luciana abreu, "o drama de barbara" acerca de barbara guimarães, "destroçada" em relação a luciana abreu, "claudia vieira em lágrimas" acerca de claudia vieira, "traição e mortes na vida de pedro goulão" acerca de um menino que participou no programa Uma canção para ti, que aliás tem sido uma fábrica de dramas e exploração daqueles miudos. Enfim tirei estes títulos de algumas capas de uma só revista mas é uma constante ultimamente. E deixa-me um bocado enjoada só de ler tanto drama sobretudo quando se trata daquelas crianças do programa da tvi que, respeitando os motivos que levam os pais a inscrever as crianças, filho meu não participava no programa, se não fosse  por outra coisa, pela exploração da imagem dos miudos que são super maltratados pela imprensa. Claro que não se pode parar só porque há pessoas a aproveitarem-se dessas coisas, mas realmente eu não exporia neste momento um filho meu dessa maneira. Enfim eu axo que imprensa boa e má haverá sempre e o que é bom pra uns pode ser mau pra outros dentro de um certo limite mas ultimamente só há este tipo de imprensa que axo que a maioria concordará que é maioritariamente fraquinha. Mas há que salientar que isto só cresce porque se compra e compra-se muito. Cada vez mais se devassa a vida das pessoas para saber as coisas mais idiotas da vida da pessoas, coisas insignificantes a que se dá um tom completamente diferente, como se fossem factos importantes e surpreendentes. E as pessoas acham mesmo que são importantes e surpreendentes. Axo que o centro de tudo isto é que a nossa sociedade é muito influenciavel e tem pouco sentido critico e isso faz com que engulam tudo o que lhes é dado e a nossa imprensa começou a descobrir isso e numa altura de crescente dificuldade (e nem tou a falar concretamente da tão aclamada crise) está a explorar isso e cavalga em direcção ao que se vê lá fora onde as coisas já estão ao nivel do indecente. Claro que há imprensa boa em portugues, tipo Playboy com a capa do Araújo Pereira e tal mas axo que não tou errada se disser que artigos cientificos e noticias não sensacionalistas não são o que mais se vende.

E pronto, foi o que me chamou a atenção hoje. Tou pra mim que se fizesse uma revistola aqui na minha aldeia a falar da vidinha do pessoal, ganhava para as propinas da universidade na boa. E é coisa para se pensar.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:06
link do post | dar palpite | | | favorito

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

Ontem ao falar com uns anigos do namorado e meus penso eu acabei por ficar a pensar. Uma já trabalha desde os treze anos pagou carro e sustenta-se, outra também trabalha e pagou o carro e se sustenta, outro ja tem apartamento e trabalha para se sustentar, a namorada tirou um curso e trabalha e desde essa altura que se sustenta e já comprou apartamento etc. Todos excepto a ultima estudam. Enfim a questão é que para além de ver o que eles conseguiram e de olhar para mim e não me axar capaz de fazer essas coisas, também os ouvi falar das praxes e do curso que dois deles tiraram e enfim vejo-me tão pequnina. Não participei nas praxes, não me recusei mas simplesmente ninguém me abordou e eu não procurei porque me sentia muito pequenina no meio daquilo tudo. Eu tenho muita tendencia a viver pelos outros isto é, fico colada às historias da formação ou mesmo sentimentais, adoro ver as historias de amor deste e daquele e dos problemas e de como se resolvem etc, adoro ver que este ou aquele passou por isto ou aquilo nas praxes, que viajou para algum lugar, que arranjou emprego e percebe daquilo que faz. Enfim, eu de olhar para a porcaria de quimica orgânica axo que não sou capaz de fazer aquilo alguma vez ultimamente nem estudar consigo, este semestre não tou a fazer frequencias e tou a deixar para exames no fim do ano e eles estudam trabalham ganham gerem o que ganham fazem opções viajam enfim tem projectos até e eu tenho medo de os fazer porque não me sinto capaz de fazer tanta coisa. Adoro ver a dinamica das pessoas porque adoro pessoas mas fico com nostalgia porque não faço coisas não conheço gente não digo sempre o que me vem à cabeça não participo em brincadeiras como praxes não sinto que entenda de alguma coisa quer seja algum talento para alguma coisa ou ja agora do meu curso. Hoje andei à procura de psicologo. Encontrei alguns nomes incluindo a irmã de uma amiga minha mas não axo boa ideia tar a falar com alguém que conheço. Também não era o sitio mais barato e como vou financiar pelo menos a primeira consulta tentando ser discreta axo que voyu a um outro sitio a uma psicologa. A consulta custa qurenta euros e depois trinta mas nem sei nada da psicologa sei o nome, o primeiro. o objectivo era que me dissessem o nome dos psicologos para pesquisar sobre eles mas todos me davam o primeiro nome e não quis perguntar mais nada. ainda não marquei talvez marque para sabado. Mas tou numa de não saber o que vou lá dizer, as vezes tou numa de dizer o que sinto outras tou mais para o calado e tenho medo de chegar la e não saber o que dizer. Não sei como funcionam as consultas mas pronto. É o meu desabafo de hoje.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:58
link do post | dar palpite | | | favorito

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

Afinal ainda havia mais para dizer. desta vez sobre o CU, Cartão único também chamado de CC, Cartão do cidadão. Quero fazer uma pergunta. Mais alguém ficou deslumbrante na foto do CU? Eu axo que inda vou ser apanhada por tentar usar o CU de outra pessoa porque talvez se recusem a acreditar que aquela pessoa da foto do CU  sou eu. Não é que seja deslumbrante ao vivo mas serei melhor que a estranha da foto do CU digo eu!

P.S.: (de post scriptum, não de partido socialista) o CU do socrates também não tá brilhante

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:30
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | | | favorito

Hoje ia eu a caminho do porto cheia de vontade de ir às aulas, com olhos de quem acordou há cinco minutos e a fazer um "zapping" na rádio à procura de uma música que me apetecesse cantar quando ouvi a voz inconfundivel de Nuno Markl na Comercial. Já o ouvia na Antena 3 e para começar o dia é do melhorzinho lool. O programa do Markl desta vez era sobre as terríveis aulas de educação física e eu revi-me tanto naquela descrição que, como sempre, fui a rir ao longo de todo o programa. Aconselho-vos a ouvir este e outros programas caso ainda não o tenham feito em http://radiocomercial.clix.pt/manhas/caderneta.aspx. Até tentei por isto no blog mas ou não é possivel ou não sei faze-lo logo só deu mesmo pra por o link. A minha vida como jovem desportista também não era exactamente brilhante. No quinto ano comecei logo por tirar negativa, injusta diga-se. Apesar de fazer muito desporto fora da escola em aulas de aeróbica e ginástica infantil e uma coisita ou outra que ia experimentando, o prof achava que eu não tinha grande empenho pra coisa. Depois disso fui tendo aquelas notas mais ou menos ranhositas, nunca brilhantes. Desportos de grupo não eram o meu forte como se sabe sou muito tímida e sentia-me uma barata tonta no meio de bolas e pessoas a correr etc etc. Ainda me lembro do meu primeiro corta-mato, no quinto ano. Nunca tinha ouvido falar em tal coisa, provavelmente comeci por pensar que era alguma actividade ligada à jardinagem mas inscrevi-me. Depois de deitar os bofos para fora (odeio correr, mesmo quando estava em forma não sei controlar a respiração e basicamente abafo nos primeiros minutos), arrependi-me de me ter metido naquilo, borrei-me toda fiquei nos ultimos lugares e não percebi porque é que uma taça de plástico era motivação para correr naquele desespero. 

Uma vez marquei um golo brilhante.... com a cara. Quando me virei ela ali estava pronta para me atingir. Não chorei.... pelo menos voluntáriamente porque as lágrimas caiam sem parar por causa do impacto. Se eu ja gostava de futebol, nessa altura fiquei a adorar. A história do "professor, hoje tou com o período" nunca usei até porque na minha altura já se sabia que o exercicio até fazia bem logo não era boa desculpa na minha opinião, mas ouvi outras a usarem a desculpa. Sinceramente estar a informar o professor acerca do meu ciclo ovárica também não era exactamente algo que me deixasse à vontade, uma dor de barriga ou de cabeça, uma constipação ou mesmo um ligeiro cochear eram eficazes. Confesso que no secundário faltei muito e dei muitas desculpas.

Uma coisa que fui aprendendo ao longo dos meus sete anos de educação física foi que geralmente os professores não são grande coisa no que toca a lesões. Lembro-me quando andei para partir o dedo ao saltar no cavalo e a prof não axou nada de mais apesar de depois ter ido ao médico que me imobilizou o dedo uns tempos, lembro-me de uma amiga que basicamente se esmorrou toda a jogar futebol e o prof axou que não era nada mas depois um médico teve que lhe cozer aquilo com alguns pontos, lembro-me dos "rolamentos-à-frente-com-pernas-abertas" que lesionou uns quantos nas virilhas mas tinhamos que continuar a tentar lool eu axo que aquilo pelo menos ha poucos anos atrás era uma fabrica de lesões. Agora, por falar em educação física lembro-me daquele prof que me punha o braço à volta do pescoço e me perguntava sobre o meu signo e o ascendente lool também se apanham uns assim. Enfim já tou para aqui a divagar mas é engraçado lembrar dos profs. Havia tanta coisa para contar, tanta piadola, tantas alcunhas looool. Enfim mas fico por aqui que os meus textos são sempre longos e eu ponho-me muito a divagar.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:02
link do post | dar palpite | | | favorito

Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010

 

 

 Gosto desta musica fica no ouvido e enfim tem uma boa letra. enjoy

 

Every shred of hope collides in your heart
with the fear of loosing what you've just given up
As the moments pass you pray to survive
All these lonely minutes that once kept you alive

Try to change the expression thats worn out your face
As you loose the momentum of your past living ways
Every song is a channel for the memories to keep
flouting in your head as your left asking

Why did I choose to let it all go
Was it the fear of needing
or the doubts I let show
I never gave up fighting
I never said goodbye
So why? Why did we let go?....

Every day is a new breathe, but the battle's still on
trying hard to illude them by keeping my head strong
Still I feel the exauhstion of wanting your kiss
As Im left here asking the same damn question


You never showed that you were scared of loosing me
And You... You didnt fight to make me stay in your arms

escrito por sonhadoraincuravel às 23:19
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | | | favorito

Estava eu toda contente a experimentar o Wi-Fi do meu telemóvel (sim porque eu tou cada vez mais moderna lool) e a ver como ficava o meu blog no telemovel, quando vejo que o meu blog é destaque no sapo! Fiquei mais ou menos assim  e depois assim  lool. Nunca pensei mas fiquei muita contente e permiti-me a ficar um bocadinho orgulhosa!

Voltando ao casamento homossexual, precisamente esta semana que tinha escrito sobre isso, ouvi da boca de uma pessoa uma coisa sobre isso que não esperava dela. Surgiu o tema da aprovação desta lei e a cara dela chamou a atenção do grupo e ela disse "não gosto dessas mariquices!" e antes que alguém tentasse falar o namorado alertou logo para o facto de que não valia a pena discutir isso com ela. Opah eu o pouco que conhecia dela até gostava mas aquela afirmação deixou-me um bocado incomudada. Toda a gente tem defeitos incluindo ser preconceituoso, mas aquilo não me suou só a preconceito suou-me muito a ignorância, se é que se pode separar completamente as duas coisas. Mas ela mostrou-se completamente contra tudo o que dissesse respeito a homossexuais e fez uma cara que fazia esquecer que ela estava a falar de pessoas tão ou tão pouco dignas como ela. Já falei com pessoas preconceituosas, acreditem, tenho um amigo que sofreu muita coisa por haver esse preconceito, mas o pouco que ela falou sobre o assunto incomudou-me. Ela não deixa de ter qualidades, mas também tem esse defeito lool.

Também por causa deste tema esta semana chamaram-me arrogante. Fiquei muito ofendida cá dentro. Não sei se sou arrogante, axo que não. Será que sou? Se for também não tenho esse avontade com muita gente para expor isso portanto tasse bem, não vou incomudar muita gente lool. Obviamente tou a brincar mas enfim. Axo que às vezes estou tão convicta das minhas ideias que não consigo aceitar muito bem quando dizem o contrario. A questão foi que a minha mãe dizia qualquer coisa do género que os homossexuais devem ter os nossos direitos mas não na mesma lei que temos para o "nosso" casamento e eu axei isso um encobrimento de um pouco de preconceito e falei de alguma maneira que o namorado axou que tinha sido arrogante com a minha mãe. Opah não gostei de ouvir e fiquei triste por dentro, na verdade meti-me na cama durante a tarde lool eu lido lindamente com "problemas". Não quero ser arrogante nem que achem isso de mim mas já são tão poucas as pessoas a quem falo abertamente e levanto a voz quando sinto vontade que enfim.

E pronto mais um textinho cheio de palavras. Será muito triste se fizer um print screen com o meu blog em destaque no sapo?? lool

See ya

sinto-me: destaque, gay, arrogancia, eu
escrito por sonhadoraincuravel às 21:14
link do post | dar palpite | | | favorito

Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

 

 Ao andar por uns blogs encontrei a questão do casamento homossexual. Encontrei opiniões muito reveladoras. A questão daquelas pessoas que se vêm resignadas a ter que aceitar uma coisa que não concordam muito, mas "são a evolução dos tempos", a questão das pessoas que não concordam que se dê o nome casamento ao casamento entre gays, a questão das pessoas que simplesmente não concordam que a lei seja aprovada porque casamento vem da palavra casal e por isso não pode ser porque casal tem que ser homem e mulher e a questão das pessoas que reclamam que se deviam discutir outros assuntos que isto não tem jeito nenhum que as outras questões é que são importantes e isto não tem interesse nenhum. Ora, foi-me mais dificil encontrar alguém que comentasse a coisa de uma maneira que fosse mais de encontro àquilo que axo sensato. Eu não vou por a questão de gays se poderem casar pela igreja porque isso não vai acontecer tal como não vamos ouvir a igreja falar bem de preservativos porque afinal todos os catolicos e seres humanos que se prezem têm sexo com uma só pessoa e com o fim de procriar pelo que a questão não se põe. Mas é muito retrogrado que duas pessoas não possam assinar um contrato que lhes permite aceder a direitos básicos porque as outras pessoas dizem que não pode ser porque são do mesmo sexo. E ainda falam em referendo. Só essa faltava que tivessemos que perguntar à sociedade se é certo termos esses direitos que em nada interferem com as suas vidas pelo simples facto de serem gays e a gente não gostar que eles se gostem entre si lool perdoem-me a redundância. Enfim eu axo que ninguém me deve perguntar isso quando não interfere em nada na minha vida e nos meus direitos e inda por cima só vai tornar a sociedade mais justa. Depois fala-se que este não é o momento para se falar disso etc etc, aposto que muitas dessas pessoas axam que só será dia de discutir isso quando houver um 30 de Fevereiro. Claro que concordo que isto serviu para abafar outras coisas mas isso é uma coisa, outra coisa é dizer que não é o momento para discutir outras questões senão as que já ouvimos há mais de quatro anos e continuam na mesma. Outras coisas são discutidas e outras leis são aprovadas enquanto ca por fora se fala de economia e crise e esta questão foi mais uma só que usaram-na para abafar outras coisas porque dava jeito. Em relação ao nome, como já disse também lhe podiamos chamar marquise já diziam os gato fedorento. Eu axo que a maioria das vezes que essa questão se põe é mais um preconceitozinho das pessoas que até vá, pronto "aprovem lá essa treta, mas eu não! eu caso-me eles que façam outra coisa qualquer!" lool. Eu axo que é muito por aí, mais do que pela questão da origem das palavras. Se mudassemos o nome do contrato para marquise mas para toda a gente uma vez que o contrato agora muda e como não inclui só casais mas pessoas do mesmo sexo não se pode chamar casamento, aí iam reclamar na mesma certamente porque é "a tradição" e não iamos mudar aquilo só porque uma cambada de gays nos vieram estragar o negocio. Enfim, a lei está mal como tantas outras e deve ser mudada. Quanto à questão da adopção será uma questão que se porá depois e apesar de eu saber que a nossa sociedade é muito pequenina para aprovar uma coisa dessas tão cedo, quando ainda fazemos coisas tão idiotas quando somos nós, heterossexuais, a adoptar crianças, axo que tão cedo quanto possivel devemos ter a iniciativa de nos informarmos sobre o assunto. Isto porque se formos ver a outras sociedades e países em que a adopção or homossexuais é permitida, vemos que as coisas são diferentes do que pensamos. Uma criança que cresce numa familia gay, nem se torna homossexual e é muito menos preconceituosa em relação a uma data de coisas incluindo obviamente a homossexualidade e não sofre com a discriminação como se possa pensar porque simplesmente não compreende o que há para discriminar com aquilo. É muito interessante ver algumas coisas que ja se fizeram pelo mundo. Enfim, eu aceito até quem tem preconceitos porque não temos todos que nos adaptar da mesma maneira quando começamos a entrar em contacto com novos realidades que antes não eram tão publicas. Mas o que eu tento fazer é pensar sobre o assunto, informar-me e pensar em mim e nos outros porque falar por falar e ter uma opinião porque sim, porque é diferente ou por qualquer outro tipo de motivo que não é fundamentado ou é mal fundamentado, aí não vale a pena e não evoluimos como seres humanos. E enfim, já tagarelei muito por agora. Cuidem-se, sejam mais liberais, mais justos e não se preocupem tanto com as vidas dos outros quando não lhes diz respeito. See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 17:03
link do post | dar palpite | ver comentários (19) | | | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
15

19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro