saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Quarta-feira, 30 de Junho de 2010

Não vou criticar a selecção ao contrario da maioria das pessoas. Fizemos coisas que não deviamos e tinhamos capacidade para mais, mas sinceramente, olhando para o que se passou até com outras selecções digo já que não esperava tanto da nossa selecção, muito sinceramente. O Mundial não está a ser particularmente interessante e a nossa selecção também não foi tão boa como poderia ser. Mas tenho que dizer que o Eduardo e o Coentrão foram quem melhor assumiu a responsabilidade. E tenho que dizer que no final do jogo se perceberam algumas coisas. Para além das declarações dos jogadores, fiquei um bocado surpreendida pelo sorriso rasgado do Pepe no final do jogo a cumprimentar os jogadores da selecção Espanhola, super bem-disposto depois de ser eliminado de uma competição para que tanto se esforçou (?). Para além de não ter jogado nada não ficou minimamente tocado por estar a ser eliminado do Mundial. Não é que queira que eles se ponham todos a chorar para mostrar que estão tristes mas caramba, eu suponho que eles se estejam ali a esfolar como qualquer bom atleta de alta competição, mas dá-me a sensação que nem todos ali vestem a camisola da selecção Portuguesa com o mesmo orgulho. Valha-nos o Nelson Évora e tantos outros que não têm tanta publicidade mas também nos dão tantos orgulhos lool.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 18:05
link do post | dar palpite | | | favorito

Terça-feira, 29 de Junho de 2010

estou triste. inscrevi-me nas disciplinas e vi que tenho tantas coisas para tras. Eu sabia, sei porque foi assim, sei que não me esforcei muito, sei que andei de cabeça xeia, tão xeia. Mas fico triste, volto a ter aquela sensação de inutilidade. Volto a ter dificuldade em encontrar sentido para a minha vida. Volto a ter dificuldade em encontrar coisas boas em mim, coisas que valham a pena sei la. Qualquer coisa que tenha valor. Detesto a sensação que ja conheço tão bem. Depois passa, é verdade, mas deixa-me mal. Sinto-me a ficar para tras. Pior, estou a ficar para tras. De repente parece que sinto a cabeça cansada, farta de trabalhar mas na relidade não fiz grande coisa. Estou cansada. Precisava de me ligar à tomada pra ver se ganhava energia lool estou mesmo exausta mentalmente. Cansada de mim outra vez. Porque é que me iludo com coisas que me fazem sofrer. Parece que tive uma coisa optima, maravilhosa nas mãos  e que essa coisa me escorreu pelos dedos sem eu ter reagido. Que quero eu, são consequencias dos meus actos.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 14:51
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | | | favorito

Segunda-feira, 28 de Junho de 2010

e o entusiasmo deu lugar à desilusão, para que é que me meto nas coisas sabendo que vou sofrer a seguir. Hoje depois de ir à universidade, fui almoçar com a J e uma amiga dela. Gostei de a conhecer e apesar de estar muito cansada estive bem. Claro que agora ao fium do dia comecei a pensar e se ela ficou chateada porque disse aquilo e não devia ter dito aquilo enfim, o costume. Mas tou a tentar não ocupar muito a cabeça com isso. Depois enganei-me no caminho, vim pela ribeira e ouvi uma musica espectacular com aquela vista e lá vim eu toda contente (ainda não me tinha apercebido de certos factos que agora me estão a deixar triste). E pronto, foi um dia diferente.A J falou nos anos dela mas vi que elas querem ir pra discoteca e não são propriamente discretas na discoteca, como elas próprias disseram e sinceramente isso tirou-me a vontade. Eu sei que não preciso ir pra lá danças mas eu sei que as pessoas vêm alguém parado e vêm insistir pra ir dançar e assim, ja me aconteceu bem sei que fazem com boa intenção mas não é la grande solução para mim então não estou muito para aí virada. Não sei o que lhe dizer, depois conforme o que me disser resolvo, pode ser que vá la de tarde ou assim e depois venha embora, se der digo-lhe a verdade se não talvez tenha que inventar uma desculpa. Não é muito honesto da minha parte, mas se não arranjar oportunidade tenho que lhe dar um motivo. Vou ver o que ela me diz.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:33
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | | | favorito

Voltei a "sentir" aqueles olhares. Fui à universidade e ele estava lá. No dia anterior lembrei-me que talvez ele podesse estar lá mas pensei que era coincidência. Mas ele estava lá e foi tão bom vê-lo. Senti que ele olhava para mim, enquanto eu fingia não ver. A primeira coisa que me chamou a atenção quando cheguei lá foi ele. Os olhares dele, como já disse não são invasivos, ele não me olha de "cima a baixo" ele olha-me nos olhos e sabe tão bem. Acabei por trocar alguns olhares com ele e não dá para explicar como se pode sentir esta sensação com o olhar de uma pessoa que nem se conhece. Só sei o nome dele apesar de partilharmos o mesmo curso. A certa altura fui para outra zona e ele passou por lá e olhamo-nos nos olhos, só uns segundos, não sei o que significa para ele mas tem um olhar tão intenso que não sei explicar, não me sai da cabeça. Quando saiu da fila onde estavamos ele teve que passar no meio da fila e passou à minha frente. Não consegui evitar desviar os olhos para o chão. Eu sei que pareço uma miuda a descrever os pormenores de um encontro sem significado nenhum e que só eu vejo essas coisas. Mas quando o vejo fico sem dúvidas que ele me procura com o olhar por algum motivo. Não me agrada ficar muito empolgada com uma coisa que não passa de olhares mas não dá para evitar, nunca ninguém me tinha olhado assim. Sabe tão bem esta troca de olhares, faz bem ao ego e tenho a sensação que tou a partilhar alguma coisa (por mais insignificante que seja) com ele. Não sei se ele pensou uma vez que seja em mim quando não estamos no mesmo sitio e nem sei o que lhe passa pela cabeça para me olhar daquela maneira e sei que o mais provavel é ele não pensar em mim uma vez que seja, sei mesmo e sei que os olhares podem não ter o significado todo que eu crscentemente lhes fui dando com o repetir deles, mas adoro aquele olhar e gostava de saber o que há por tras dele. Se eu conseguisse não desviar o olhar, mas fico envergonhada, o coração bate mais depressa e o olhar não se mantém. Talvez se o fizesse desse algum tipo de proximidade mas a timidez não deixa. O que será que ele pensa quando olha para mim. Eu fico completamente intimidada, para além de fisicamente bonito é aparentemente inteligente, com as cadeiras todas feitas e concerteza  é uma pessoa que atrai muitas pessoas e a minha auto-estima, fraquita que é, não aguenta muito bem com isso.  Não quero dar importância de mais mas não posso deixar de me sentir feliz por estes momentos. Ai

"Aqueles olhares cruzados que dialogam em silêncio são uma expressão da cumplicidade existente entre as pessoas.

E quando assim acontece, as palavras tornam-se desnecessárias permitindo que em segredo sejam ditas tantas coisas!", será? Não quero dar mais força a estes olhares do que eles têm, mas é dificil não ficar de sorriso na cara com eles.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 16:49
link do post | dar palpite | | | favorito

Sábado, 26 de Junho de 2010

recebi a nota a um exame  e passei com uma nota até apreciavel lool. Fiquei contente parece que o esforço foi compensado e vi que pode ghaver uma forma menos penosa de fazer o curso se estiver mais leve e levar aquil na boa (e ir às aulas parece que é bem mais vantajoso do que pensava lool). Eu bem sei como toda a gente que ir às aulas geralmente ajuda mas mesmo sabendo disso agora senti-o na pele, foi muito mais facil estudar para os exames nas disciplinas em que fui às aulas e estudei para as frequências. Porque mesmo que não tenha estudado o suficiente para passar, agora no exame sabia o que contar e sabia o que era realmente importante. O T. mandou-me uma mensagem ontem de manhã a dizer qualquer coisa do genero que bem sabia que toda a gente dizia para não pensar nisto e para pensar noutras coisas mas que ele não "pensava" que gostava de mim. Enfim, deixou-me triste, eu não quero ser a culpada por fazê-lo sentir-se mal, mais uma vez disse-lhe para ele se distrair pra sair mesmo que não lhe apetecesse porque bem sei que quanto mais se distrai menos pensa nas coisas, aliás como toda a gente. Não sei o que lhe dizer sinceramente, que lhe posso dizer, não o posso ajudar por mais que queira.

Ontem estive a ver futebol com os meus pais, no jardim, apanhámos um solinho e foi muito bom, estamos muito bem dispostos. à noite fui ao cinema com o meu primo e agora estou de novo a apanhar solinho (vida dura lool). Tou bem, às vezes dou por mim à procura de alguma coisa que me ponha mal disposta, mas tenho contrariado isso. Por mais estranho que pareça é mesmo assim, de vez em quando lá estou a pensar "mas não havia qualquer coisa que me estava a deixar preocupada?". Mas estou bem, tenho estado em casa sem estar aborrecida porque devia estar a aproveitar o tempo a fazer qualquer coisa e se calhar não tenho ninguém para sair e isto e aquilo. Ou seja estou tranquila, se sair saio, se estiver em casa aproveito para apanhar sol ou ouvir musica ou o que for. Axo que vou comprar um livro apetece-me ler. Tenho um pequeno problema porque gosto que me contem a história antes de ler um livro para me entusiasmar e ultimamente não há assim nenhuma história que me entusiasme assim muito mas vou fazer isso agora mesmo e pesquisar na net e quem sabe encomendar um que não fica mais caro ou pelo menos não muito e às vezes vem com umas ofertas de livros até bem interessantes. Bom e se quiserem sugerir um livro fico grata lool.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 15:36
link do post | dar palpite | ver comentários (4) | | | favorito

Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

hoje o dia correu bem, tyive um jantar de familia apanhei um solinho. Ao fim do dia recebi uma mensagem do T com um smile triste (um smile triste lool). Perguntei-lhe o que se passava e ele perguntou como estava, como estavam os meus primos e disse que estava em baixo que estava muito desanimado. EEu disse-lhe algumas coisas para ele se animar mas ele quis-me dizer que estava mal e assim de pois não me deu grande conversa. Depois perguntou-me o numero da clinica onde vou à psicologa. Fuquei irritada porquue ele quis-me mostrar que estava mal e que precisava de ir a um psicologo e irritou-me a atitude. Não sei explicar porquê mas eu conheço-o e essa atitude é parva foi só para me mostrar para aí que apesar de eu estar muito bem ele está muito mal e muito deprimido. Eu sei que sou amiga dele mas ele lembra-se disso quando me quer dizer que está mal por eu ter acabado com ele. E depois precisava ir à mesma clinica que eu? Precisava pedir-me o numero? Eu não me emporto de ajuda-lo mesmo, sei a culpa que tenho mas essas atitudes irritam-me, para mostrar, para eu ficar mal disposta com ele às vezes parece. E fiquei mesmo irritada. Curiosamente hoje recebi uma mensagem de uma pessoa a querer marcar um encontro e eu respondi que devia ser engano e ele disse que era engano. Recebo dessas mensagens em momentos engraçados, já recebi antes, uma das quais foi mensagens de uma vizinha dele a dizer que tava em casa dele e assim e eu a ver o que aquilo era vi que o numero era um numero antigo dele e ele desculpou-se que tinha emprestado o numero à vizinha e enfim. Tive assim umas situações e via que era ele mas dizer-lhe era só para ele negar e inda ficar chateado. Sinceramente não me chateei muito com isso e não dei trela mas essas mensagens infantis com escritas disfarçadas para eu não ver que era ele eu ja recebi algumas. E agora recebo outra vez e ao fim do dia ele diz-me que esta triste, eu não quero ser desconfiada mas conheço-o. Ele mentiu-me em algumas coisas ao longo do namoro, coisas que eu, se lhe dissesse ele ia negar e por isso nem valia a pena e eu nem dei grande importância mas quando me ponho a pensar. Foram coisas sem grande importancia, coisas mais infantis do que outra coisa e foi mais no inicio e meio do namoro. Eu sei que ele mentiu mas não me dei ao trabalho de me chatear com isso. Apesar de comigo e ultimamente não ser muito assim, eu normalmente evitava chatear-me com coisas que não valiam a pena. Não sei se estou a ser dura mas acho que ele faz um bocadinho de chantagem psicologica, porque eu sei que ele ainda sente alguma coisa por mim, sei que é dificil, sei a culpa que tenho e percebo a situação dele mas parece que faz questão que eu saiba de como o ponho mal e quando está bem não sente necessidade de partilhar comigo. Se calhar estou a ser um bocado dura com ele nisso, se calhar é normal ele fazer isso mas sei lá às vezes parece que ele me vai calcar os calos onde sabe que me doem. Não quero ser insensivel mas não quero sofrer por ele, já sofri muito por ele, para ele estar bem mas não posso fazer isso, não posso sofrer assim pelas pessoas. Fui muito ingenua quando comecei a namorar com ele e quando acabei com ele. Esperava continuar a sair e a estar tudo bem mas as coisas não são bem assim, é complicado e não sei como vão ficar. Da ultima vez que fui a casa dele, falei com a mãe dele e não estava a contar mas o tom de voz dela foi tão diferente que tremi. Não sei se estão zangados comigo não sei o que pensam de mim. Eu sei que é complicado e a minha mãe também estava habituada a ele mas axei que as coisas podiam ficar iguais, ele vinha cá, saiamos com os amigos enfim. Mas também estava-me a apoiar nele era confortavel mas também não estava certo. Aprendi algumas coisas que não fazia ideia ultimamente, sou mais ingenua do que penso.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:53
link do post | dar palpite | ver comentários (6) | | | favorito

Quarta-feira, 23 de Junho de 2010

tenho tido dias tranquilos. Temos feito uns almocinhos e jantarinhos aqui em casa, está muito agradavel depois das obras, ta-se muito bem aqui. Tenho apanhado um solinho 'pra ver se fico morena porque sou muito branquita. Hoje o T telefonou-me, esteve-me a dizer como lhe correu o exame nacional que fez. O meu primo anda a ver se vamos dar umas voltas, como só tem dezasseis anos não tem carta e agora de férias quer ocupar o tempo. Tenho que ir com ele ao cinema e à praia e onde nos apetecer para nos distrairmos. A minha nota, daquele exame, vai ser considerada, estou mais aliviada. Tenho que ver uns sitios bonitos para ir passar um fim de semana, como andamos com as obras cá em casa não convém gastar muito dinheiro então a minha mãe pensou ir passar um fim de semana tipo a Aveiro ou a outro sitio bonito. Se alguém quiser dar sujestões. Ontem andei á procura de oportunidades de voluntariado e até emprego para as férias que desse para trabalhar com crianças mas não encontrei nada que me interessasse. Encontrei só uma instituição de voluntarios para varias coisas conforme a nossa formação mas pedi informações e estou à espera. Gostava de trabalhar com crianças mas tenho que encontrar uma coisa que me dê mesmo vontade. De qualquer maneira eu quero é distrair-me este verão e vou fazer por isso.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 19:08
link do post | dar palpite | ver comentários (5) | | | favorito

Sábado, 19 de Junho de 2010

fiz exame e correu bem por acaso, depois fui tomar café com a J e falar um bocado. Estivemos lá e falamos de bastantes coisas. Depois um amigo de liceu telefonou-me e perguntou-me se queria ir com ele a um espectaculo organizado por uma professora e aceitei. Fomos, não foi bem o que estávamos à espera mas falamos e rimo-nos um bocado. A questão é que fiquei com uma sensação esquisita, não fiquei alegre ou bem disposta, estou sei lá como. Não tenho definição para o que estou a sentir mas é estúpido não estar animada por ter ido dar uma volta e ter falado com amigos. Se não saio estou aborrecida e triste porque não tenho com quem sair, quando saio fico com uma sensação estranha. As vezes parece que não me compreendo parece que estou a olhar para outra pessoa e a tentar perceber qual é a dela. Falei com a J e quando vinha embora, no carro vinha a pensar que, com ela, tinha estado bem e não estive a pensar em grande coisaa mas depois tava com aquela sensação estranha. Axo que me penalizo ou pelo que fiz ou pelo que possa ter feito e nem sei bem. Eu sei que não faz sentido, mas tou a tentar por por palavras as coisas que sinto e axo que pode ser isso, axo que interiormente estou com aquela coisa de ter dito alguma coisa que tenha deixado impressão de eu ser de uma maneira que eu não quero que pareça que sou (que frase complicada, mas nem me apetece explicar). Mas antes axo que conseguia ter mais noção dessas coisas, axo que eram pensamentos mais conscientes, agora é qualquer coisinha que ta la a remoer. Ou se calhar nem é isso sei lá, sinceramente é dificil explicar o sentimento mas é desconfortável. Parece que nunca estou satisfeita comigo ou sou feia, ou sou gorda, ou não pareço inteligente ou me vesti mal, ou me vesti bem de mais. A sério não sei o que se passa na minha cabeça mas parece que quando estou mais em baixo estou triste e quando estou aparentemente bem é desconfortavel estar assim, ou parece que estou a fazer um esforço constantemente mas sem ter consciencia disso, é como se estivesse distraídamente a carregar uma mochila às costas que está pesada e cheia de livros mas estou sem noção que ainda a tenho às costas e ainda não a pousei. Não sei se é habito de estar mais tristonha não sei se acredito que as coisas funcionem assim, axo que não deve ser assim tão simples mas também isso já é divagar muito. O que interessa é que devia estar animada e estou com uma sensação estranha e a vontade que tenho era de conseguir estar com pessoas e, ou não fazer comparações que me fazem mal ou ser mais segura de mim, valorizar-me a mim própria. Eu tenho orgulho nos meus valores, na minha educação, gosto da pessoa que sou intimamente, da parte de mim que as pessoas muito intimas conhecem. Mas quando estou com pessoas, nas coisas mais superficiais eu fico sem saber onde me agarra. Mesmo sabendo que a solução é simplesmente estar com as pessoas e viver as situações, depois fico com esta sensação desconfortavel e acabo por não ter vontade de estar com elas. Não é estranho ha uns dias querer estar com pessoas, e hoje, depois de ter estado já não ter assim muita vontade? lool sou mesmo desorganizada, até na cabeça lool.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 01:17
link do post | dar palpite | ver comentários (6) | | | favorito

Quinta-feira, 17 de Junho de 2010

"Aqueles olhares cruzados que dialogam em silêncio são uma expressão da cumplicidade existente entre as pessoas.

E quando assim acontece, as palavras tornam-se desnecessárias permitindo que em segredo sejam ditas tantas coisas!"

escrito por sonhadoraincuravel às 01:17
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | | | favorito

Quarta-feira, 16 de Junho de 2010

Hoje vi uma coisa no mail da universidade que me deicou triste. Não sei se vou poder ter a nota do meu exame que correu bem. Como não fui às aulas, mesmo estando inscrita a exame não sei se vou poder ter a nota sei lá. Não me apetece pensar muito nisso mas se me disserem alguma coisa eu vou tentar fazer alguma coisa porque se o meu nome estiver na lista e eu tiver passado é muito injusto não me darem a nota. Sei lá, há regras um bocado parvas, regras que parecem da escola primária e não da universidade. Somos adultos e por isso deviamos ter uma certa liberdade como têm outras universidades e que a minha às vezes falha, somos responsáveis e por isso desde que não perturbemos as aulas nem o funcionamento das mesmas, até certo ponto deviamos ser livres ou um pouco mais livres do que somos mas enfim, são regras da universidade. Bom, mas vou ver se a nota sai direitinho. Hoje não estudei, não me apeteceu estudar. Hoje é dia de futebol por isso tenho que dizer que o meu amor pela vuvuzela é tão grande como o orgulho português do Deco e Liedson a cantar (or not) a Portuguesa, nosso hino tão bonito. Tudo bem que eles não se sintam exactamente portugueses, mesmo tendo muita consideração pelo país, mas se estão a representar portugal e se portugal lhes deu a nacionalidade portuguesa pelo menos podiam de vez em quando dar um cheirinho no nosso hino. Não que isso seja exactamente muito importante mas eu gostava. Também axo que é interessante ver que na altura que o Papa visitou Portugal se falou imenso do facto de as pessoas pararem de trabalhar e que ia dar prejuizo ao país, e agora para o futebol vi que se falava que as pessoas deixaram de trabalhar mas a seguir iam render mais porque tiveram o momento lúdico para desstressar. Bom e é o que tenho a dizer sobre o futebol, espero que joguemos melhor nos proximos jogos.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:00
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | | | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
18

20
21
22
24

27


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro