saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

Estou triste. Uau que novidade! Não tenho ido à psicologa porque adoeci e tenho tentado fazer coisas com os meus pais ao fim de semana então ainda não marquei mas axo que estou a precisar. Ando instavel, tanto estou bem como mal. Teno que ir comprar  o ansiolitico que o médico me receitou talvez me acalme um bocado. Hoje fui comprar uns sapatos porque recebi um dinheirinho nos meus anos e resolvi comprar umas sandálias melhorzinhas que gostasse mesmo mas não encontrei, as que gostei eram grandes e comecei a ficar irritada por de cada vez que encontrava umas só haver o quarenta e assim. Precisava também de um vestido que não fosse muito formal e que fosse "decente" para levar para a universidade por exemplo porque os meus são curtos de mais para levar para lá. E quando vou às compras pronto, lá volta esta tristeza. Os espelhos das lojas põem-me deprimida a roupa parece que não assenta bem, não ha nada que goste, começo a não gostar da roupa que levo, começo a ver coisas que não tavam lá quando me vi no espelho de casa, começo a axar que toda a gente tá bem quer sejam mais gordas ou mais magras e eu estou ali, sinto-me diferente não sei explicar, sinto que não sou igual às outras pessoas, que sou esquisita sei lá. Eu sinto os olhares das pessoas, no bom sentido até, axo que de alguma forma "dou nas vistas" por algum motivo (isto escrito soa a uma coisa maior do que é, simplesmente sinto que há qualquer coisa em mim que chama a atenção, talvez o cabelo comprido sei lá, não sei) mas ao mesmo tempo sinto-me diferente, sinto que o meu corpo não é proporcional, que a minha cara está marcada pelo acne que tive e de vez enquando inda me ataca enfim eu consigo imaginar todos os meus defeitos à mostra. Eu desde a adolescência que tenho um certo complexo com o meu corpo e que não estou satisfeita com alguma coisa que tenha a mais ou a menos (geralmente a mais). Mesmo em criança, brincavam comigo por causa das minhas sardas e eu não gostava nada e mesmo quando me elogiavam os olhos que na altura eram acinzentados eu não percebia, punha-me a olhar ao espelho e não percebia porque as pessoas reparavam nos meus olhos, não tinha noção. Lembro-me muito mais facilmente de não ter noção do meu corpo e de não me sentir bem com ele do que de alguma altura em que tenha tido noção do meu corpo e gostase do meu corpo. Já falei aqui que tive problemas com a comida. Ainda hoje tento fazer dietas, agora menos radicais, mas ando sempre a fazer cuidado, aliás, salto do alturas em que ando a fazer cuidado para alturas em que não faço cuidado nenhum. Mas apesar de saber o que é um disturbio alimentar, apesar de saber os problemas que traz, enfim, mesmo estando consciente do que isso é, tenho que ser sincera, só não faço aquilo que fazia quando tive esse problema, porque não consigo. Hoje estive a ver uma reportagem e estive a pensar sobre uma coisa. Eu sei que tenho problemas psicológicos, tenho medos e tenho ansiedades e tudo isso mais do que uma pessoa normal tem. Mas estive a pensar até que ponto eu não tenho medo de deixar de ter isso e deixar de ter como justificar os meus falhanços. Claro que eu tenho andado a percorrer um caminho aos poucos para resolver a minha cabeça quanto a isso e eu sei de tudo o que pode condicionar os meus falhanços, conscientemente sei dos erros que cometo e até de defeitos que tenho mas axo que no fundo tenho um certo medo de não ser esses problemas psicologicos a justificar isso e de descobrir falhas na minha personalidade, de ter a prova de defeitos que tenho mas que vou tentando não pensar muito. É um outro lado das coisas mas axo que nunca tinha pensado verdadeiramente nele ainda. Não sei o que muda com a minha consciencia disto. Bom, de resto tenho tido o telemovel desligado esta semana, não sei bem porque mas não me apetecia que me ligassem ou mandassem mensagem, uma amiga minha tá de ferias e deve vir a nossa cidade e tinhamos dito que iamos sair e até tenho vontade mas tenho um certo nervosismo quanto a isso, medo de ter que passar por situações em que fique nervosa e assim. Amanhã vou liga-lo. Aqui em casa também andam meios chateados acho eu, nota-se que as pessoas estão mais irritaveis, não sei se é por andarmos meio adoentados se é por causa do calor, mas axo que estamos um bocado birrentos. Vou ver se faço alguma coisa de positivo amanhã, não sei o quê. Agora lembrei-me de outra coisa que tenho pensado, tenho tido vontade de quando começarem as aulas de ficar mais vezes por lá, no meu apartamento, de fazer o meu jantar, ler um livro, ser um bocadinho independente, como uma menina crescida lool enfim, acho que quando começarem as aulas vou comprar uns livrinhos, sem justificar porque comprei aquele livro, isto porque ando com vontade de ler romances e se a minha mãe me vê a ler romances põe-se a pensar coisas, por ter acabado com o T. há relativamente pouco tempo e assim e não estou com vontade de dar oportunidade a essas conclusões. Não é nada de especial mas pronto não me apetece isso.  Então estou com uma certa vontade de passar assim uns dias de vez em quando a fingir que sou uma adulta responsável. E basicamente é isto, estou triste, ando pensativa, não me sinto muito bem comigo e estou de dieta.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:53
link do post | dar palpite | | | favorito

Ai, não gosto nada que andes triste :D Não te entregues a esses pensamentos, principalmente com o corpo. Eu também já senti isso, mas acabei por me aceitar. Em questão ao peso tive uma experiência muito engraçada que me deixou a pensar, recentemente. Tenho uma prima que anda no ginásio e lá fizeram o dia das amigas e então a minha prima podia levar uma amiga que era grátis e escolheu-me a mim. Fizemos uma hora de exercício e depois fizeram-me um teste qualquer em relação ao meu corpo. Nesse teste perguntaram-me qual era o meu peso e eu não me pesava à muito tempo e disse o peso que tinha dado na última pesagem com o que eu achava neste momento. Disse que era 57. E a rapariga perguntou-me qual seria então o meu peso ideal e eu disse uns 52, já ficava mais ou menos satisfeita. E quando me fui pesar lá deu 52 e qualquer coisa. E até a rapariga que me estava a fazer o teste pensava que a máquina estava avariada mas pesei-me outra vez e deu o mesmo. Aquilo fez-me pensar que às vezes acho-me mais gorda do que aquilo que sou, normalmente por causa das pernas, tenho celulite e pele casca de laranja e não gosto disso mas é normal, às vezes até penso que aquelas consideradas mais sexy's do país também o têm e não é por isso que são mais ou menos que nós. Também não gostava nada do meu cabelo porque é seco e muito volumoso e como o usava curto isso notava-se mais. Agora já o uso comprido e retirei um pouco de volume e já gosto bastante dele. é uma questão de nós começarmos a gostar de nós, de fora e por dentro. De fora, já estou a ir bem, por dentro tem de ser com tempo :D Temos de nos aceitar e não só ver os defeitos nos nossos corpos mas dar mais importancia ao que temos mais de bonito e realçar isso. é importante sentirmo-nos bonitas com o que nós temos e não com o que queriamos ter, embora se conseguirmos é bom. Todas temos um corpo ideal mas à nossa maneira. E o que dizeste em relação que tens a sensação que chamas à atenção, eu também sinto isso e também não sei explicar muito bem porquê, mas parece que olham para mim quando não estou a olhar e não sei bem porquê. E ser esquesita em relação à compra da roupa é bom´. Pelo menos tenho o hábito de procurar a peça certa para mim, que combine comigo e dê uma imegem daquilo que eu sou mas muitas vezes acabamos por não encontrar e sim pequenas peças :D E espero sinceramente que fiques mais bem-disposta e com um sorriso, mesmo estando bastante calor lá fora, tem estado dias lindos :D Fica bem Beijinhos
DolceScrittora a 10 de Agosto de 2010 às 15:09


ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

15
16
17
19
20
21

22
24
25
27
28

31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos

blogs SAPO


Universidade de Aveiro