saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Sábado, 4 de Setembro de 2010

Tenho estado a trabalhar na empresa do meu pai. O meu irmão começou a trabalhar lá mas para não ficar sozinho no escritório nesta altura, fui com ele e estamos a aprender a fazer umas coisas, eu não faço muito mas pelo menos estou lá nem que seja de vez enquando para aquilo não ficar sozinho enquanto se tem que ir fazer alguma coisa enfim, tenho ido pra lá e até é bom sentir-me util e ver pessoas e assim. Uma coisa que tenho tirado da experiência é uma coisa bastante estúpida ou não estivesse a falar de mim não é verdade. É que aquilo tem armários meio espelhados e eu vejo-me ao espelho à hora que quero o que tem sido bom porque descubro que não estou tão mal como me sinto quando estou "lá fora" e não me posso ver e sinto que estou um bichinho. Portanto eu vou trabalhar e ver-me ao espelho.... o que faz isso de mim? Mas a sério que isto não é vaidade pura e dura, ou melhor, não é só vaidade, porque também o sou obviamente, mas para além dos dias em que me sinto mal quando me olho ao espelho, também me sinto muitas muitas vezes mal quando não me posso ver e simplesmente posso ter uma imagem de mim mesma criada por mim. Quando vou para a universidade, nomeadamente, mas não só, vejo as pessoas e sinto-me um bichinho ali no meio. Enfim é o tipo de coisa que me ocupa a cabeça, o que por si só revela como isto anda. Outra coisa que posso retirar do trabalho é o entorce que fiz no pé. Salto extremamente alto + cãozinho endiabrado todo contente por me ver, só podia dar num tombo monumental, o segundo da semana, mas desta vez com direito a entorce. Lá fui eu ao hospital, onde me atendeu um médico espanhol extremamente simpatico.... ou não. Olhou para o meu pé, diagnosticou entorce e para não ser o unico mal disposto disse-me logo que me ia doer muito tempo, não fosse eu ter esperanças. Bom, não parti nada mas estou lesionada o que equivale a não poder fazer nada que me pedem cá em casa lool. Isto é o que digo a brincar mas cá em casa não me dão dessas abébias lool. Ontem vi o T., para reforçar o meu dia lool. Não me cumprimentou mas lá foi porque tava a falar ao telemóvel e a conduzir, e com alguma infantilidade à mistura ao que me pareceu, mas não fingiu que não viu simplesmente não cumprimentou. Não tenho saudades da relação que tinha com ele. Nem sequer sei se tenho saudades dele, porque no fundo vivi sempre com ele como namorada e isso não me deixa saudades. Mas no fundo no fundo, tenho uma ligeira mágoa por ele não se conseguir dar comigo por eu não gostar dele como ele de mim, levando os amigos que começava a fazer. Agora ele sai, vai com eles, divertem-se, eles consolam-no enquanto eu fico em casa. Claro que as coisas não são assim tão lineares e eu conscientemente sei que não deve ser fácil estar com alguém que se gosta e que não gosta de nós e também sei que não podia estar tão dependente de um pequeno, muito pequeno grupo de pessoas. Mas era assim que estavam as coisas e eu tenho uma certa mágoa por não poder ter aquela amizade com as pessoas que andava a sair, por causa dele. Obviamente não sou maluquinha e sei bem o que está implicado e sei bem o porquê das coisas e sei que muito dificilmente poderia continuar a fazê-lo, mas havia uma minuscula possibilidade de isso acontecer e mesmo que não houvesse axo que ia sentir sempre essa magoa lá no fundinho. Enfim, agora estou empenhada a aproximar-me das pessoas que quero e não valorizar tanto as pessoas que tinha simplesmente porque as tinha e era suposto que fossemos muito amigos. A familia não se escolhe, os amigos sim, não é o que se costuma dizer? Eu tive sorte com a minha familia mesmo sem a escolher, agora tenho é que escolher quem quero ter na minha vida e não estar sempre a aproveitar as pessoas que se aproximam. Olhem, hoje a Diana Chaves disse numa entrevista ao Daniel Oliveira que não corria atrás de quem fuge, ora aí está uma boa frase. Não quero correr atrás de quem me foge. Não posso é fugir mais do que fujo, é certo, tenho que me deixar aproximar das pessoas, mas hei-de deixar as coisas fluir, é com esse espírito que estou hoje e que espero ter agora. E é isto que vos conto por hoje.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 20:51
link do post | dar palpite | | | favorito

Pois, eu também acredito nisso, em relação aos animais, o meu cão também era assim, fugia muitas vezes, principalmente quando estava sozinho em casa e nesta fase terminal da minha cadela, em que davamos mais atenção a ela, também se sentia um pouco à parte mas agora já está melhor, estamos a dar-lhe mais atenção e já não se sente tão sozinho. Desde que ouvi dizer que os cães também podiam apanhar uma depressão, ando preocupada com isso com os meus animais. Trato mesmo os animais como se fosse pessoas, porque são mesmo importantes para mim e à pessoas que não compreendem mesmo isso.
E é bom teres um sonho assim por mais estranho que possa parecer, sempre acordas bem-disposta :D E essa ideia de fazer o caderno também é boa, até para aproveitar as folhas que ficam a mais nos outros cadernos :) E fazes bem em trabalhar, sempre fazes algo e podes fazer já um pouco do "mudar de rotina". Eu já faço contagem decrescente para o ínicio das aulas :) o pior é que não andamos com sorte no que toca a pessoal hospitalar. Tu médicos, eu enfermeiras :) Enfim, nem todos são simpáticos, infelizmente. Beijinhos Fica bem :D
DolceScrittora a 4 de Setembro de 2010 às 22:43

olá! olá! ajudar a família é sempre bom, ou mesmo que não fosse na empresa do teu Pai. lamento a tua entorse! pé em água quente e sal grosso, ajuda muito. as melhoras. beijos e um bom fim de semana, na medida do possivel.
nuno a 4 de Setembro de 2010 às 22:57

bahh um entorse que chatice... eu trabalhei 4 anos na empresa da minha irma.. beijos
Mama Do Rafael a 7 de Setembro de 2010 às 09:58


ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
14
16

24

26


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos

blogs SAPO


Universidade de Aveiro