saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Sábado, 17 de Setembro de 2011

Estava um bocado afastada disto de novo. Não tinha muita vontade de escrever e agum tempo nem me apetecia vir ao computador. As ferias passaram-se bem foi bom não fazer nada de jeito enfim. Agora vão iniciar as aulas e ja estou ansiosa. Tou nervosa enfim, nota-se logo em mim. O local da universidade faz-me mal, estive a pensar e se pensar em recordações lembro-me facilmente de coisas desconfortaveis de sentimentos de frustração, de quando fiquei uns dias em casa na cama, de quando me senti humilhada porque não me conseguia aproximar dos meus colegas de grupo e ele me chamou a atenção como se eu fosse a que não queria fazer nada, de como me senti incompreendida, enfim. Fui la fazer a inscrição e vim de lá com ansiedade, triste. Não estou com muito ânimo. Não me sinto muito capaz. Tenho a sensação de que quando for lá vou ter aquela sensação que já sei, que não sei descrever mas que já estou tão abituada. Tenho medo de não ter forças pra estudar. A verdade é que devia ter acabado o curso no ano passado e tou inscrita no terceiro ano. Isso é tão frustrante. Não tenho muita coragem pra dizer isso a alguém. Disse à minha mãe quase num pedido de ajuda para me dizer algo que me fizesse sentir bem. É o sexto ano que ando la e só vou fazer disciplinas de terceiro ano. Fui lá deixar um cheque de propinas e sinto-me culpada por o meu pai pagar tanto dinheiro para isto. Se poupassemos esse dinheiro podiamos fazer umas férias de luxo. Estou ansiosa mesmo. Vim agora de um café com amigos e o pessoal do ginasio e por isto ou por aquilo ja vim toda ansiosa a pensar se tinha dito alguma coisa de mal quando me perguntaram isto, se não tava com a cara a brilhar, com a maquiagem borrada, se não pareci muito mal quando disse qualquer coisa enfim. Estas coisas já estavam um bocadinho resolvidas mas com isto tudo fico logo assim. É ridiculo. O sentimento que tenho é que as coisas não se resolvem, eu sou sempre a mesma, se fico nervosa volto a sentir as mesmas coisas. O pensamento dos ultimos dias é que não confiam em mim pra nada. A minha mãe vai sempre nervosa quando eu vou a conduzir apesar de dizer que eu conduzo melhor que ela e tudo mas quando vai comigo vai sempre nervosa, quando falo de ir a uma cidade mais longe fica logo nervosa, se digo um medicamento indicado para uma situação não confia em mim. Enfim, tirado do contexto parece parvo mas a verdade é que por ser a mais nova e por os meus pais serem protectores a verdade é qe eu não confio em mim pra nada também isto é, sinto-me sempre insegura e incapaz. Quando andava na psicologa ela deu-me a entender que era por haver essa protecção que muitas vezes surge esta minha insegurança e medo. E é verdade realmente. Não é que o façam por mal mas a verdade é que eu própria fico assim com eles, fico nervosa quando eles vão a conduzir pra algum lado, fico nervosa quando dizem um ai, estou sempre alerta a tentar garantir que tudo esta controlado e bem. Bom que grande desabafo que isto foi agora lool. Voltei aos meus textos. Em relação à POC estou outra vez numa daquelas fazes em que faço tudo e mais alguma coisa se estiver sozinha em casa demoro um tempão só pra ir à casa de banho ou à cozinha porque tenho que fazer aqueles rituais todos enfim. É lixado. Estou a pensar tomar ansioliticos outra vez. Talvez se os tomar direitinho sinta algum efeito. Já vi que o efeito psicologico não da resultado. Ha quem so de ter a noção que tomou aquilo ja se sente melhor. Em mim a coisa não se manifestou muito. Axo que tenho que os tomar uns tempos a ver se me sinto mais calma. Além disso quero fazer exames, se eu tivesse um medico de jeito pedia-lhe exames hormonais pra ver se ta tudo direitinho. Não é por nada mas enfim, gostava de saber.Se calhar o que eu queria mesmo é que viesse la uma hormona em baixa e eles me dessem um comprimidinho que punha tudo direitinho e eu ficava como nova. Quando tirar o curso talvez invente uma coisa dessas. Se desse emigrava pro brasil. No outro dia até sonhei com isso, iamos a familia inteira. Fugir dos problemas como sempre. Se não sei enfrenta-los ou como enfrenta-los, ou melhor se não me sinta capaz de resolve-los de alguma forma que mais me resta se não fugir. Tem dias que penso que se calhar eu fui feita pra ser uma rapariga com o secundário feito que arranja um ampregozinho numa loja ou coisa assim em que não tem que puxar pelos miolos é só fazer o que lhe mandaram e pronto não há grandes stresses. Quando era pequena pensava que naturalmente estudava fazia um curso, encontrava o homem que estava mesmo à espera de uma pessoa fantastica como certamente seria e arranjava um trabalho fazia varios filhos e enfim era assim certinho sem espigas. Mas é tudo muito mais complicado mais dificil. Não estava preparada pra isto sinceramente, não estava preparada pra tomar uma decisão quanto á minha carreira, não estava preparada pra ir pra faculdade sozinha. Sinto-me meia largada no mundo. Sinto que não me deram o meu papel na vida. E tudo isto basicamente porque sou tão insegura que não consigo acreditar que possa ser boa em alguma coisa. Nunca pensei que tendo boas notas como tinha, tendo as oportunidades que sei que tive, bom ambiente familiar, bons exemplos fosse dar nisto. Numa pessoa insegura sem rumo. É que até do próprio espelho desconfio. Saio de casa a achar-me bem e estou na rua a pensar que não é possivel, que não devo estar assim tão bem ou que em comparação com toda a gente eles estão melhor. É que isso faz com que até nos dias em que estou bem, consigo tornar a coisa menos bem.  Enfim já me senti pior basta ler posts meus anteriores, que sinceramente não aconselho mas estas coisas estão sempre lá a remoer. E vim libertar as frustrações mas uma vez com um texto enorme. Definitivamente isto é um blog mas devia ser um diário porque no fundo so tem interesse para eu descarregar as minhas frustrações não é mesmo pra mais ninguém ler e espero que ninguém tenha lido tudo porque é verdadeiramente perder tempo lool. Enfim os meus diários acabaram sempre à vista de toda a gente espalhados por aí por isso uso o blog mesmo. Bom espero que por aí esteja tudo bem.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 02:18
link do post | dar palpite | | | favorito

olá! eu também ia cheia de esperanças, quando começaram as aulas e cheia de confiança, mas o choque com pessoas (ultimamente ando a odiar pessoas) fez-me mal. Mas não há nada que recuperar e confiar em nós. Temos de ter fé. Vestirmo-nos bem e estarmos confortáveis connosco. Sentirmo-nos bonitas, é um começo. Vais ver que tudo corre bem, apenas não penses, que é o nosso pior pecado. E agora também andas a distrair-te mais, por isso é apenas conciliar essa diversão com o estudo, e depois ir às aulas. Beijinhos!
dolcescrittora a 17 de Setembro de 2011 às 18:53

olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? passei aqui em antes de 17 de setembro, mas ainda não existiam textos e hoje vim aqui e tinha texto. Sabes que mais? tu um dia vais dar uma grande volta, sem te aperceberes. em todos os textos e neste, tens dado a entender que és pouco sociável, talvez por medo, por pensar que vais falhar e dá-me a sensação que sais pouco. Nesse aspecto, és como eu. Oha, a minha prima do Marco, quando tirou o curso, há mais de 10 anos, esteve dois anos em casa, por opção. Tinha carro e carta de condução e nunca saía e assim que foi trabalhar, entrou no Holmes Place e arrebitou. nem parece a minha Prima. Agora adora o Ginásio ( ainda p mais, agora trabalha em frente ao Ginásio ) , passeia muito, convive, e raramente vai passar um fim de semana ao Marco de Canaveses. Uma caseira que nunca saía, agora convive muito . Um dia, talvez te aconteça como a minha prima, quanto á socialização. não te sintas mal por estares no terceiro ano. Os meus primos também demoraram a tirar os cursos de Engenharia. Não te sintas mal com nada e sê tu própria. Eu sou caseiro, passeio pouco porque não tenho companhia e só me desloco de carro a Lousada, quando sinto saudades dos meus primos ... tens andado bem do pé ? beijos e uma boa semana . força e um abraço. dorme bem. bem vinda de novo :)
nuno a 28 de Setembro de 2011 às 23:15

olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem. estou aqui por casa, neste dia lindo. já perguntei á minha Mãe, se queria ir á rua, mas não se decide. Está com preguiça... Aproveita bem o feriado. beijos e um abraço. que a semana te corra bem.
nuno a 5 de Outubro de 2011 às 16:33

olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. vê se dizes alguma coisa. beijos e um abraço. bom estudo e bom feriado.
nuno a 7 de Dezembro de 2011 às 17:59


ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos

blogs SAPO


Universidade de Aveiro