saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Sexta-feira, 1 de Abril de 2011

Hoje apetece-me respon der aos comentarios aqui lool. DolceScrittora ainda bem que vais viajar é optimo vais-te divertir muito e o trabvalho em espanhol nada que o tradutor do google não de uma ajuda. Nuno cá pra mim não são eles que precisam de uma optica sou eu que preciso de juizo. Ando eu a arranjar coragem para adicionar o T do ginásio (sim também é T, não é estupido? lool) no facebook e não é k o perfil dele muda para "Numa relação" lool eu realmente. Enfim agora estou carente a axar-me a pessoa mais estupida só me atraem homens impossiveis. A sério tenho que parar de me iludir com coisas parvas. Depois desiludo-me sobretudo porque percebo  que as coisas não são tão encantadas como eu gostaria. Amanhã tenho que fazer o exame, ontem estava com algumas esperanças que isto diminuisse mas axo que vou ter que ser operada, nem me apetece pensar nisso e tenho também o jantar. Pode ser que me anime. Vou comprar uma camisola gira amanhã pra ver se a minha auto-estima aumenta. Neste jantar vamos os três, os que vão ao ginásio. Assim é mais giro porque descontraimos mais uns com os outros e ja somos um pequeno grupo com aquela gente toda se bem que ja temos bastante intimidade com muito pessoal. Hoje é dia das mentiras, não preguei nenhuma partida mas devia, mas eu não tenho jeito pra mentir assim. Pregaram alguma partida vocês? Hoje eu estava mais numa de ginásio, amigos, praia e mimos, não por esta ordem de importancia necessáriamente mas talvez por esta ordem de chegada digamos assim. Só digo besteirada desta boca pra fora hoje e nos ultimos dias (sempre?! lool). Espero que esteja tudo bem por aí?

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:20
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | | | favorito

Domingo, 27 de Março de 2011

tenho vindo aqui pouco porque tenho estado sem net mas ja tinha saudades de postar. Tenho ido ao ginásio e saido. Apareceu-me umk probleminha em termos de saude tenho que fazer um exame e começaram os testes e ja fui surpreendida por um teste que não tinha estudado. Enfim ja estive um bocado desanimada e ando um bocadinho mais triste mas pronto. Não me tenho sentido com a auto-estima muito em cima também estou carente e a precisr de um confortozinho no coração, não é que pense muito nisto mas quando estou a desabafar aqui é uma coisa que realmente percebo. Não me sinto capaz de fazer com que alguém se apaixone por mim sinceramente e eu própria entusiasmo-me facilmente mas secretamente e muito rapidamente perco o interesse. De qualquer maneira o que faço quando alguém me interessa é parecer completamente indiferente por isso nem deixo que o meu proprio intusiasmo dure muito tempo. Desde que acsabei conm o T. senti-me verdadeiramente atraida por duas pessoas. Uma foi na universidade e ainda continuam os olhares sem nos cumprimentarmos ou termos qualquer tipo de conversa, eu claro que continuo a parecer indiferente. Outro foi uma pessoa que conhecia ha anos mas que nunca mais tive contacto e agora voltei a encontrar e também não falamos mas sei lá ha qualquer coisa que me atrai nele. É tão estupido porque são coisas tão platónicas, este ainda mais acho eu e não deixo que haja algum tipo de reacção porque simplesmente faço como se estivesse indiferente. Axo que me fazia bem ao ego permitir alguma reacção mas o meu corpo actua antes de eu pensar. E depois sejamos sinceros eu acabo por achar que eles são areia de mais para a minha camionete no sentido de que quem esta a volta deles me parece muito mais adequado do que eu. tenho um complexo de inferioridade lixado. enfim tou a precisar de mimo. Espero que esteja tudo bem por aí.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 05:47
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | | | favorito

Terça-feira, 19 de Outubro de 2010

Hoje estou um bocadinho menos "euforica". Acordei de manhã cedo e tentei ir às aulas mas estava atrasada e vi aquele transito tão grande que voltei pra casa. Dormi, estava cheia de sono, ontem tinha sono mas não adormeci cedo. Fui à aula de tarde, la tive aquele momento de tar à espera ali encostada à parede enquanto os outros falavam e iam olhando de vez enquando para mim que olhava para eles. É estupido porque estava lá alguém que conhecia mas sei lá, fico bloqueada. Na aula correu normalmente o meu grupo ainda me fez rir um bocado apesar de estar um bocadinho séria. Passei por um grupo quando estava a ir para a aula que não sei bem quem eram mas era provavelmente o grupo do H. e do meu colega de grupo porque um deles eu vi. A questão é que noto sempre um clima diferente com eles. Não sei explicar, parece que ficaram calados a observar enquanto eu entrava. E noto isso neles separadamente. O H. foi o que foi quando trocavamos sempre olhares. E a certa altura também me senti um bocado observada por outro dos rapazes, o meu colega de grupo como o conheço agora não sinto assim nada de especial e outro dos rapazes agora também noto qualquer coisa diferente. Não me soa a nada assim de mal, apesar de não me fazer sentir muito bem, mas gostava de saber o que conversa é que houve para precisamente aquele grupinho ter aquele clima. Sabem é como quando olhamos para alguém e pensamos "olha, é ela/e". Não sei explicar direito. Gostava de saber o que houve, que comentario se fez. Ou se calhar é melhor nem saber. Hoje estava um bocadinho carente, axo que é isso. Não sei se sonhei com qualquer coisa ou assim mas estava a precisar de carinho. Faz falta estar apaixonado e tudo aquilo que se supõe sentir quando namoramos com alguém. Sobretudo para quem nunca se apaixonou a sério. Preciso mudar bastante para que isso aconteça e preciso vencer e ultrapassar alguns medos. Por isso é que às vezes desmoralizo porque sei que se há medos que me afectam as mais pequenas coisas do dia a dia e vão continuando, há medos maiores que me atrapalham coisas maiores que precisam de muito mais força para serem ultrapassados. E parece que funciona como um circulo. Para ultrapassar esses medos sinto que precisava desse carinho. Mas sem ultrapassar esses medos, não da pra conhecer alguém e deixar-me envolver e tudo isso. Enfim, não vale a pena pensar muito nisso. Primeiro tenho que tentar estar bem no meu dia a dia. E é isto. Espero que esteja tudo bem com vocês.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:26
link do post | dar palpite | ver comentários (6) | | | favorito

Quinta-feira, 22 de Julho de 2010

Hoje vi umas amigas ou colegas de escola do liceu. Fui cumprimentar e fiquei tão mal que fui abaixo. Não sabia o que dizer, não sabia como me despedir, tremi, fiquei estranha enfim senti-me mal senti que o meu nervosismo se viu e não sabia como fazer mas depois fiquei a pensar naquilo revi a cena centenas de vezes e tentava não pensar nisso, desvalorizar mas sentia um nó na barriga. Fiquei com uma dor de cabeça enorme, ou melhor aumentou porque ultimamente passo o dia com dor de cabeça. Estive a penbsar quando me mandavam mensagens à meia noite do meu dia de anos, quando vinham falar comigo etc. Agora não recebo nada. Recebi uma mensagem básica do T. mas estava com medo de receber uma com coisas que me posessem mal pelo menos assim disse o que tinha a dizer e pronto. Todos os anos é isto, fico sempre mal disposta, fico triste enfim. Por isso é que há anos que digo que não festejo os meus anos. Acabo por festejar sempre alguma coisa com os meus pais e pelo menos a minha avó, sinto-me quase na obrigação porque os meus pais querem festejar os meus anos e porque a minha avó também faz questão que eu sei. E eu gosto de fazer isso, se não for por mim às vezes, é por eles. Mas a verdade é que acabo por ficar triste ou porque sinto que não tenho importância para ninguém, pra nenhum amigo.... normalmente por isso. A minha mãe já se irritou comigo muitas vezes, porque noutros anos acabei por ficar mal disposta durante uns dias e acabei por lamentar-me por não festejar os meus anos e ela irrita-se e disse que eu é que não queria enfim. Realmente é ridiculo mas eu não quero festejá-los basicamente porque este dia axo que é um dia especial para a pessoa mas básicamente eu não me sinto especial para ninguém para além da minha família, há alguns anos. Ultimamente tenho falado mais com os meus amigos do liceu e assim, mas mesmo participando mais da vida deles axo que não sinto o mesmo carinho deles que eu tenho. Se calhar estou a ser parva, se calhar estou a contradizer-me mas continuo sempre a ser eu a ir falar com eles e quando acontece o contrário como aconteceu recentemente com o P., foi para ir vê-lo e apoia-lo. Eu não estou a desvalorizar isso, eu gostei e ele também gostou, mas nunca veio à nossa cidade e me disse para estar comigo se é que me faço entender. A J. também tem sido uma amiga mas com ela não me sinto tão à vontade, é uma amizade diferente, eu própria sou diferente com ela do que sou com outros amigos. Sei que ela se vai lembrar de mim e que faço anos até porque temos sete dias de diferênça na nossa idade, mas também ainda não é aquela amizade como tinha no liceu com as pessoas do meu grupinho. Eu estou a tentar alimentar as amizades que tinha e a tentar que a amizade com a J. cresça mas não consigo evitar. Talvez tenha sido o facto de ver as minhas duas colegas numa esplanada num dia de sol como hoje, talvez tenha sido o facto de ter ficado atrapalhada e me estar a penalizar com isso, enfim se calhar até é as duas coisas. Mas estou assim com vontade de chorar, desanimada. Estou a dizer coisas que provavelmente contrariam tudo de positivo que tenho dito até agora eu sei, mas não consigo estar a sentir as coisas de outra maneira agora, estou a tentar. Tenho a sensação que este não é um sentimento muito nobre ou correcto não sei bem explicar porque mas gostava mesmo de me sentir especial para alguém. Isto soa mal, pior quando sai da minha cabeça mas não é uma coisa "não-palpavel" eu tenho essa carência ha bastante tempo de sentir que alguém fez um sacrificio por mim, não estou a falar obviamente de nada gradioso, estou a falar de alguém estar um bocado mais longe mas fazer o sacrificio de vir por mim, de estar ocupado mas arranjar cinco minutos para falar comigo enfim. É parvo eu sei. A sério que sei como soa e é daquelas coisas que não vesbalizaria a ninguém, mas sinto isso há muito muito tempo mesmo. E até sei que circunstancias podem ter levado a isso e tudo mais mas sinto-me mesmo à parte das outras pessoas, eu sou sensivel a coisas que as pessoas parecem não dar importância pelo menos na prática, não sei explicar. Enfim estou basicamente carente e já era algo de esperar porque tem sido assim na altura dos meus anos. Não devo ser a unica a sentir-me assim. Não sinto que a culpa é toda minha, senão não me sentiria assim mas de uma maneira diferente, mas sei que também tenho que aprender a dar importancia às coisas boas e que se calhar, silenciosamente estou a exigir de mais das pessoas, não sei. Estou carente.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:24
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | | | favorito

Terça-feira, 1 de Junho de 2010

Hoje acordei para ir almoçar, voltei a dormir e jantei. Foi basicamente o que fiz. Isto põe uma pessoa maluca mas que havia de fazer. Sair sozinha? Para onde? De forma que era o que havia para fazer. Não tenho vontade de estudar nem de fazer grande coisa mas também não tenho muito que fazer. Ficar assim na cama põe-me maluquinha da cabeça faz-me ficar triste e pensar no que me faz falta. A minha mãe foi uma querida como sempre e fez-me o meu prato preferido ao jantar porque era dia mundial da criança lool a minha mãe manteve a tradição de nos dar um mimo no dia da criança. Estou carente preciso de atenção como as criancinhas e os bichinhos aqui de casa mas aqui em casa andam todos atarefados com as obras e enfim também são eles que me podem dar esse mimo. E pronto tou assim trsistinha mas passa-me rapidamente.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 21:49
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | | | favorito

Quinta-feira, 1 de Abril de 2010

Encontrei uns blogs de um casal de namorados que são tão lindos, dizem coisas tão simples mas enfim, parecem tão verdadeiras, tão honestas que é como ler um romance. Não digo qual é o blog porque aquilo tem-se mantido entre os dois e tá tão bem que axo que fica bem com as respostas de um ao outro sem distracções. Enfim, se calhar eu tou carente mas digo-vos que li lá coisas que não são forçadas mas são muito bonitas. E pronto tou a precisar de ver umas comédias romanticas ou umas novelas.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 02:45
link do post | dar palpite | | | favorito

Domingo, 17 de Janeiro de 2010

 

Hoje era bom um abraço.... sem barreiras.... pele na pele! E sentir que era ali que queria estar!

See ya

             

 

escrito por sonhadoraincuravel às 21:34
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | | | favorito

Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

Hoje sinto-me triste outra vez. Não estava mas agora pus-me a ver umas fotos de amigas, uns comentarios do hi5 (known as aifaibe) e acabei por ficar assim. Descobri que uma amiga do liceu anda de namorico com um rapaz e tive a ver as mensagens deles e não sei quê e fico muito feliz por ela porque era daquelas raparigas que não fazem mal a ninguém não gosta de confusões e era ligeiramente envergonhada mas tinha aqueles sonhos de se apaixonar pelo protagonista da novela brasileira etc. E agora vejo que ela acabou por ter uma historia bonita como ela sonhava. Hoje também fui a um jantar de final de curso de uma amiga (prima do namorado) e vi-a com o +/- recente namorado e, ó pah, eu axo-a muito fixe e fico muito feliz por ela mas fico sempre a pensar que gostava tanto de viver uma coisa assim. De estar feliz de sentir aquela excitação ou mesmo que fosse saudade, é bom senti-la, as zangas sei lá. Sentir! Isto não tem jeito nenhum. Eu não quero ficar com ele pra sempre, não sinto por ele o que quero tanto sentir por alguém mas não consigo pensar na minha vida sem o ter porque no fundo sinto-me muito sozinha e depois dos meus pais e familia e dele não há ninguém ou se há estão táo afastados que já me sinto envergonhada com eles. E eu sei que assim nem vou conhecer ninguém porque estou numa relação, nem saio num ambiente para conhecer alguém, nem estou com os meus amigos que estão um para cada canto e irrita-me ter que ser eu a falar porque se não parece que ninguém se lembra de mim. Serei assim tão insignificante, não significo nada para os meus amigos. Quando me vêm é tudo sorrisos e saudades e temos que combinar alguma coisa mas depois ninguém se xega se me acontecer alguma coisa ninguém sabe. Preciso de carinho a sério. É estupido quando se escreve mas preciso mesmo e preciso que venha de alguém que eu quero não porque é suposto. Isto também não é justo para o namorado mas não posso ir contra o que sinto. Como eu queria, mas não posso. Sinto-me fraca e insignificante. Uma pessoa como eu onde consegue ir. Vou sonhar que é o que me faz sentir menos carente. Alguém me entenda.

escrito por sonhadoraincuravel às 01:14
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | | | favorito

Terça-feira, 14 de Abril de 2009

Ontem de madugada resolvi fazer uma lista dos meus defeitos e das minhas qualidades.... tive dois problemas. Primeiro bloqueei pelo facto de grande parte dos meus defeitos estarem directamente relacionados com dois ou tres aspectos que lhes´dão origem (timidez, insegurança.... complexada acaba por já ser reflexo das outras duas....). Depois foi o as qualidades.... foi dificil estar a encontrar qualidades sobretudo porque muitas sao ao mesmo tempo defeitos. Depois surge-me um novo problema (afinal havia outro), como é que uma pessoa com uma lista de defeitos de 6 linhas e uma de qualidades de 1 linhas pode estar à espera de ser minimamente normal e que lhe apareça um galã de novela com uma paixão.... enfim tou mais ou menos a brincar lool. A lista ficou assim:

 

Timida insegura complexada desarrumada pontual (not) teimosa (do género se decido ter razão tento mesmo te-la mas geralmente é em coisas pouco importantes) pouco frontal (no sentido em que não consigo dizer coisas chatas mesmo a quem merece) preguiçosa as vezes desconfiada (outras confio de mais mas sempre ao exagero) exagerada com complexo de inferioridade distraida esquecida fraca (psicologicamente) medrosa (psicologicamente) introvertida sonhadora
Riso facil meiga justa simpatica sonhadora
escrito por sonhadoraincuravel às 14:58
link do post | dar palpite | | | favorito

Quinta-feira, 12 de Março de 2009

Hoje sinto-me carente bah.... Tenho a sensação que não faço nada que me preencha sei lá.... Na faculdade faço um esforço interior enorme para ir fazendo algumas cadeiras, o que se tem revelado cada vez mais dificil porque só de pensar em ir às aulas, estar na faculdade, dá-me voltas no estômago.... Estou mesmo desanimada. Às vezes sinto-me mesmo deprimida. Tanto me sinto contente como fico para baixo só me apetece chorar enfim, se calhar ultimamernte são mais os momentos em que me apetece chorar. A nível "romântico" também estou completamente carente mas a esse nível a minha história é mais complicada.... para mim é complicada, porque sou como sou, porque para qualquer outra pessoa provavelmente seria bastante simples.... mas eu não sou uma pessoa exactamente "normal". Porque é que tenho que complicar tudo? No fundo axo que tenho um grave problema de cobardia.... não consigo, não sou capaz de enfrentar situações dificeis e para piorar, complico as coisas de tal forma que situações k para outras pessoas seriam simplesmente normais, para mim ficam complicadas.... Isto deve estar uma confusão mas enfim, é o que me vai na alma lool. è complicado não se sentir capaz de fazer nada em condições. O curso que estou a tirar não é a minha vocação, depois terei um trabalho interessante, abrangente, mas não é para isto que tenho vocação o que se afasta dos meus ideais de ha alguns anos de fazer uma coisa para a quel me sentisse mesmo vocacionada. Enfim, a minha vocação talvez fosse as crianças que amo simplesmente, mas ir para Educação nos tempos que correm não é fugir à depressão concerteza. Quanto a amores românticos, não sou vocacionada para isto também lool. Não estou a saber levar isto, para ser muito sintética vivo uma relação que não consigo corresponder mas sem a qual, se calhar, iria ao charco por várias razões. Amigos, tenho uma em Leiria, um em Vila Real, outra em Aveiro lool porcaria da faculdade....

O meu grande inimigo é a minha personalidade, se pelo menos não fosse tão timida e retraída.... se conseguisse fazer de vez enquanto simplesmente o que me dá na gana em certos assuntos, sem ficar aterrorizada em fazer alguém sofrer (e isto não é bondade minha, é mesmo um defeito, believe me).... Mas falar é fácil e eu simplesmente não sei lutar contra isso.

Ui que post mais pra baixo.... que desabafo tão triste lool. Mas eu tenho vinte anos e apesar de axar que isto afinal corre depressa, axo que ainda tenho algum tempo para amadurecer algumas coisas que me faltam.... talvez aos trinta já tenha feito o curso e já tenha encontrado uma paixão de filme :P. See ya

sinto-me: pensativa
música: Angel (Sarah Mclachlan)
escrito por sonhadoraincuravel às 22:51
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | | | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro