saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Sábado, 18 de Setembro de 2010

Chateia-me ver o Papa a pedir desculpas pela "pedofilia na igreja" (como se fosse diferente da pedofilia noutro sitio e com outros intervenientes quaisqueres). Já tinha expressado essa minha opinião, mas continua sucessivamente a acontecer o mesmo e já não faz sentido nenhum, na minha opinião. Chateia-me porque dá razão a quem anda a usar isso de boca cheia para criticar a religião. Eu não tenho própriamente crenças religiosas por isso não sou propriamente suspeita. Eu compreendo que uma figura como o papa até peça desculpas e se sinta tocado por isto, mas já não há pachorra para tantos pedidos de desculpa e tanta gente a exigi-la. Pedófilos há em todo o lado, toda a gente sabe disso, infelizmente eles estão por todo o lado, não interessa a profissão ou cargo. Eu compreendo que moralmente fere um bocado algumas susceptibilidades, um padre geralmente é uma pessoa pela qual à partida temos um sentimento de segurança e da qual esperamos as melhores coisas (embora, sejamos sinceros, já foi mais assim, para o bem e para o mal, já não confiamos sempre assim tanto em pessoa nenhuma). Mas a verdade é esta, se a familia de um pedófilo não sabe que ele tem essa perturbação, porque haveria o Papa de ser responsabilizado pela má conduta de padres que têm essa perturbação. Pedir tantas vezes desculpa dá um bocado a imagem de que a instituição se sente de facto culpada. E se assim o for, só se o motivo for relativo à intervenção, ou falta dela, da igreja quando os actos são descobertos. Aí a conversa é outra, bem diferente.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:30
link do post | dar palpite | | | favorito

Quarta-feira, 12 de Maio de 2010

Tá muito bento e vem de sul pra Norte, é bento a toda a hora lool. Digam o que disserem tou a axar muito interessante esta visdita do papa a portugal porque vejo as pessoas unidas de uma forma que enfim axo que era preciso, mesmo que não concorde com tudo tudinho mas enfim é agradavel de ver certos aspectos. Gosto especialmente de ver todos unidos independentemente da religião, classe social, raça ou sexo, há muita gente a acompanhar esta visita. Outra coisa que gosto de ver é este esforço que os portugueses fazem para dar as boas vindas e serem acolhedopres axo que isso é bem portugues e identifico-me muito com isso. Faz hoje um ano que o meu avô faleceu. Ele mudou de religião nos ultimos anos e passou a pertencer a uma religião em que não há padres mas pastores e o portugues é falado com sotaque brasileiro. Bom respeitando todas as religiões axo que há praí religiões que surgem e parece que vêm simplesmente da ideia de alguém que muda qualquer coisita e forma uma religião. Mas como nem conheço profundamente a coisa nem quero falar muito. Bom mas antes disso ele era devoto de Nossa Senhora de Fátima e é curioso que faleceu no dia d'Ela e num Hospital com o nome dele dentro de outras coincidencias que eu nem tinha reparado mas a minha mãe reparou e pôs-me a pensar. Como já disse não sou exactamente devota de uma religião ou santo mas tenho muita curiosidade e gosto muito quando isso move as pessoas para coisas realmente boas. E os portugueses, venha quem vier mas para nos mobilizarmos para coisas boas, quando o fazemos somos muito bons nisso. Deixem-me também referir que vi a família do Cavaco Silva a esperar para estar com o papa e gostei imenso, gosto daquela familia, parece assim uma familia típica, unida não sei explicar, gosto muito da imagem que a familia do presidente da republica transmite. E de modos que é assim, continuem agarrados à tv com balde de pipocas que isto anda tão espectacular que uma pessoa nem sabe que canal escolher lool.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 20:27
link do post | dar palpite | | | favorito

Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Isto anda tudo muita esquisito. Então não é que as pessoas não querem ter tolerância de ponte? Epah realmente eu oiço-os a dizer que são três dias de ponte e fazem a pergunta assim às pessoas e realmente três dias de ponte é exagerado mas na realidade esses três dias são uma manhã no porto, uma tarde em lisboa e um dia inteiro no dia 13. Bom, eu nem sou muito religiosa nem nada disso mas parece-me a mim que a visita do Papa a Portugal é um evento bastante importante independentemente da religião ou se gostamos dele ou não. É uma figura com muita influência a tantos níveis que acho que merece a atenção de todos mesmo que não concordemos, sei lá. Bom a mim parece-me que a tolerância de ponte não é assim tão descabida. Aposto que há muita gente que faz muita questão de estar lá e não teria oportunidade de pedir esse favorzinho ao patrão. Pelo menos é assim que tou a ver a coisa. Sinceramente axo que o que atrasa a economia deste país, primeiro foi as borradas que já se fizeram, e depois são as leis mal feitas e a corrupção que vemos tão bem mas que toda a gente contorna de uma maneira tão estúpida que nem vale a pena falar nesta altura. Não me parece que a possibilidade um dia de ponte faça assim tanta diferença. Mas isso é o que axo. Mas voltando um pouco à pergunta que fizeram jornalistas às pessoas em relação à ponte ouvi uma opinião tão disparatada quanto esta "ah, nah eu axo mal haver ponte porque eles andam lá com a pedofilia, náo merecem ter essa atenção" e pronto. Inda por cima já cansa um bocado ouvir os padres e os bispos etc a dizerem a sua opinião sobre a coisa e por vezes a meterem ao barulho coisas completamente parvas (sim o estudo de que os homossexuais e os pedófilos se não eram as mesmas pessoas é mais ó menos como se fossem), se mantivessem a discrição axo que era melhor até porque não se devem sentir afectados por uma coisa de que a igreja não tem culpa (a não ser quando encobre mas disso eu já falei). Bom e é isto eu sou a favor da ponte no dia da aula chatinha de sexta feira. E da visita do Papa e assim.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:14
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | | | favorito

Terça-feira, 10 de Março de 2009

Não resisto em falar disto! Hoje de manha estava a estudar quando começo a ouvir uma noticia que me chamou a atenção, uma menina de nove anos foi violada pelo padrasto e engravidou de gémeos. Qual não é o meu espanto quando vejo que a igreja, com o concentimento do vaticano, vem reprovar que se tenha decidido pelo aborto excomungando pais e médicos (se não estoyu em erro). Fiquei chocada! E mais chocada fiquei ao ver no youtube e noutros sitios que há quem apoie isto, a igreja diz não ao aborto e acabou! Eu axo isto de uma barbaridade inexplicavel. Nos tempos em que estamos em que ja evoluimos em tanta coisa, continuam a haver mentes retrógradas e fundamentalistas que defendem que uma criança de nove anos (pensem numa irmã, numa filha, numa prima, numa vizinha de 9 anos que conheçam) não bastando ter sido violada, deve levar adiante uma gravidez de gémeos! Uma criança de nove anos geralmente nem estrutura física para uma coisa destas tem, quanto mais psicológica ou cógnitiva. Mas a primeira coisa que me deixou logo revoltada foi ver que o tema abuso sexual deixou de ter importância. Um homem que comete um acto repugnante de pedofilia contra uma criança inocente de nove anos é notavelmente menos grave do que o acto de interromper uma gravidez de gémeos numa criança de nove anos (que segundo os médicos não tem realmente estrutura fisica suficiente) que sofreu esse acto violento, para a igreja. Existe uma coisa chamada tolerância e outra chamada solidariedade e por nenhuma destas vi a igreja reger-se aqui. Já ha uns tempos vi o caso de uma mulher que estava em coma ha uma série de anos ligada a máquinas e foi permitido ao pai desligar essas máquinas e a igreja veio debater-se contra o assunto de uma forma que, quanto a mim, foi demasiado intolerante e fez um barulho que me incomodou. Eu compreendo que este caso seja mais "sensivel" mas não gostei do tom com que as coisas foram tratadas. Alguém acredita que ele o fez de animo leve para não se preocupar mais com a filha? É isso que tenho vindo a notar na igreja, uma total falta de tolerância. Não vejo tanta acção para coisas que me façam pensar "ora aqui está uma medida boa, algo que vai ajudar muita gente"". Será que a igreja vitou um negócio e está como a política em quw quem está no topo está tãão lá no topo que não tem noção da realidade? Falta diálogo entre a igreja e nós, os comuns mostais. Talvez assim tudo fosse tratado com muito mais sensibilidade.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:31
link do post | dar palpite | | | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro