saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Sábado, 29 de Maio de 2010

Ontem mais uma conversa com o T. Ele diz que não pode ser meu amigo para já, perguntou-me se axava que ia dar para voltar eu disse que axava que não e ele chorou e enfim. Sinto-me tão culpada é uma sensação tão desconfortavel. Sofro com isto, a sério que sofro mas nem consigo chorar, já não choro ha algum tempo, às vezes tenho medo que possa estar a ficar muito dura sei lá não sei explicar, tenho que ver com o tempo se isto tem algum significado. Mas eu axo que bloqueei um bocado isso porque tar a sofrer pelas outras pessoas da maneira que eu estava era insuportável e agora axo que estou a tentar não sofrer tanto, se calhar pensar mais em mim. Sei que pode parecer que está a ser fácil para mim e isso pode magoa-l sei lá, ele ja esta assim e eu sei que ele está magoado por eu não querer voltar e a axar a situação injusta e tudo o mais. Não gosto de suscitar esses senimentos nas pessoas, não gosto que não gostem de mim, não gosto que tenham problemas comigo, não gosto que estejam zangados comigo. Combinamos que lhe ia dar espaço e apesar de já termos falado disso antes agora foi mais a sério, ele é a unica pessoa com quem saio, podemos ir ter com outras pessoas mas vou porque ele também vai porque são os amigos dele e só depois meus, então o ideal para mim era mesmoc ontinuar com essa convivcência, mas não posso ser egoista, eu sei que não dá assim para ele e por isso vou afastar-me. Com certeza que vou andar mais sozinha agora, não vou sair tanto e isso doi um bocadinho mas até nisso tou a tentar não sentir tanto. Estas semanas têm sido boas, tenho convivido com pessoas, com amigos, tenho saído, tenho-me divertido. Agora tou sem companhia para isso. Vêm-me à cabeça pensamentos e suposições de como ele estará, de como ele estará por minha culpa. Mas não posso pensar nisso, faz-me um mal que ninguém percebe, ninguém sabe. Sinto-me culpada e ao mesmo tempo sinto que para mim, no meu intimo foi das decisões mais acertadas que fiz.É estúpido quando o nosso bem causda mal a outra pessoa. Tou mais habituada a sofrer um bocadinho mais eu para aliviar a outra pessoa por incrivel que pareça e se calhar sinto-me mais confortavel nessa posição. Esta situação é nova eu não costumo fazer mal às pessoas, mesmo quando elas precisam e mereçam para o seu próprio bem, quando precisam de ouvir algumas verdades para poderem mudar de atitude, eu não sou capaz, sou muito sensivel à tristeza das pessoas, ao sentimento de humilhação. São coisas que me deixam mal. E se calhar até parece uma coisa positiva mas não é, é aquela questão de saber dizer não às pessoas, podemos parecer muito bonzinhos mas acabamos por sofrer, por não sermos verdadeiros e mesmo fazenfdo bem às pessoas numa primeira instância, em termos finais acabamos por não fazer que a pessoa perceba certas coisas. Faz-me lembrar uma doença que estudei a certa altura de pessoas que não sentem dor, não têm sensibilidade física a esse nível e quando a noticia é dada aos pais, eles axam a coisa não muito grave, o filho não vai sentir dor, não é muito mau. Mas quem não sente dor moagoa-se, queima-se e não tira a mão, ferra a lingua e não para ate sangrar, põe-se continuamente em situações de risco porque simplesmente não tem sinal de fuga, a dor. As pessoas precisam sentir essa dor, a interior também, para definirem limites, para estarem conscientes das coisas. Mas depois há pessoas como eu que não sei exactamente porque razão mas absorvem essa dor das outras pessoas e muitas vezes até querem absorve-la completamente para poupar as outras pessoas, mesmo tendo consciencia que em termos finais, certos maus estares são benéficos. Com e sem motivos já me senti tão triste, tão humilhada (sim já me senti muito humilhada, mesmo sem motivo), já tive um sofrimento interior tão prolongado por causa de pequenas coisas que talvez por isso tente ao máximo poupar as pessoas do mesmo. Mas desta vez não consegui e tive que causar esse sofrimento, por mais que isso me custe. Talvez por isso esteja a criar esta barreira e não esteja a sentir tanto as coisas, para suportar.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 17:29
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 26 de Maio de 2010

É engraçado que há uns tempos falei que não acreditava em amores à primeira vista, em quimica quando olhamos para alguém, mas é engraçado que começo a acreditar que às vezes há olhares que são diferentes, sem qualquer motivo, falam e mexem connosco. Enfim, sem mais nada, mas realmente há olhares que são tão profundos que por momentos nos confundem. Já não me confundem, mas a verdade é que continuo a achar aquele olhar diferente. Bom mas as coisas as vezes se calhar são mesmo assim, platónicas e duram tanto quanto a empolgação inicial. Mas valem assim mesmo. Boa semana!

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:35
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

Recebi duas vezes estes comentárisos da imagem, por acaso achei estranho e nem abri nada, não aprovei nem fui aos blogs que supostamente são destas pessoas, fui a pagina do sapo e procurei estes blogs e não há esses blogs logo confirmei que era esquisito, apaguei mas voltaram a aparecer ja vos apareceu?

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:23
link do post | dar palpite | ver comentários (4) | favorito

Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

tenho escrito pouco no blog mas é porque simplesmente não tenho sentido essa necessidade como antes sentia quando estava mais em baixo. a verdade é que este blog é muito pra isso, para escrever as coisas que me passam pela cabeça e le-las para tomar uma noção diferente. Mas tenho feito coisas que me têm distraido, tenho tido testes, tenho saído, voltei a passar noite fora fui a praia com amigos, ri-me imenso, também me senti um bocadinho triste a certa altura mas não quero dar grande importância a isso. Tenho-me distraido e é por isso que tenho vindo menos cá. Amanhã não devo ir a aulas porque ja fiz os testes então axo que vou aproveitar pra estudar pro teste de quarta. Uma disciplina ja ta feita, tava com medo mas consegui. Tenho muitos exames mas nem sei quando são e que escolhas vou fazer. Quando saí com amigos reparei num casal que sai connosco de quem gosto muito que ja têm as vidas meio estabilizadas, empregos certos e casas e vão vivendo juntos. Eu adoro a minha vida e viver com os meus pais, sem duvida nenhuma. Mas axo giro ve-los a viver assim têm uma segurança de terem aquilo que é deles, comprarem as coisas com o dinheiro deles, orgulharem-se daquelas coisas enfim não sei explicar mas axo gira a relação deles. Mas tenho pensado que apesar de sentir a falta de ter um namorado como toda a gente sente falta, tenho a sensação que não ha ninguém que conheça que podesse ocupar essa posição. É como se não houvesse ninguém que valesse a pena, mesmo que eventualmente me entusiasme por alguém, é mesmo isso, entusiasmo, mas depois axo que a pessoa não é a ideal por este ou aquele motivo. Não me vejo com ninguém, axo que é isso. Não sei se é por ter tido uma relação qu não foi aquilo que eu queria ou esperava e agora estar à espera de uma pessoa ideal ou se é o facto de só ter tido uma relação, e não tendo sido o que eu queria, o que quero é desconhecido então isso dá-me uma insegurança. Enfim se calhar não tem jeito nenhum tar a pensar nisso uma vez que as coisas inda nem surgiram nem se imposeram, mas tenho pensado nisso e sinto às vezes falta de estar apaixonada e outras axo que estar assim evita certos problemas que ja tive e tanto me custaram a passar e mesmo ansiedades que estou a tentar relaxar. Bom eu a pensar que nao ia ter muito que falar e ja escrevi muito. Aproveitem o solinho.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 02:50
link do post | dar palpite | ver comentários (9) | favorito

Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Tenho tido os dias mesmo preenchidos o que é bom, tenho tido muita coisa pra frazer, tenho-me divertido. Hoje fiz um teste e correu-me bem, a disciplina não é muito imnportante mas o facto é que me correu bem. Amanhã estudo pra outro e a pressão é outra porque preciso fazer a disciplina e preciso de um treze praí porque o primeiro teste não correu muito bem. Talvez consiga estudar melhor ja que estou mais bem disposta e não tenho problemas a ocupar-me a cabeça. No outro dia na psicologa fiz exercicios de relaxamento muscular. É impressionante que já tinha pensado nisso mas não tinha tomado consciencia que faço muita tensão muscula, se pensar nas aulas sou capaz de estar um tempão de perna cruzada ja a doer-me só para não faze o estrilho de me mexer na cadeira em certas situações. Lembrei-me que quando ia toda stressada por estar atrasada nos dias que supostamente era para relaxar as vezes pensava nisso e sentia os ombros baixarem porque tava a fazer força naquele sitio. Axo que mesmo assim tenho que ir ao médico que o torcicolo continua a melhorar e piorar de vez em quando mas tenho que começar a reparar na força que tou a fazer nos musculos. Por isso é que as vezes tenho aquela sensação que tou a parecer tensa porque o meu corpo não flui, não sei explicar. mesmo a expressão facial às vezes ponho-me a pensar e nas situações que tou mais tensa sinto que tou a fazer expressões forçadas ou que tou com pouca expressão porque tou a fazer tensão mesmo neses musculos da cara e estou a reparar nisso mais conscientemente agora. Eu a pensar que me analizava ao pormenor a mim mesma e afinal escapam-me tantas coisas. Vou tentar fazer isto quando estiver assim mais envergonhada, tentar tomar consciencia dos meus musculos e ver onde estou a exercer pressão desnecessariamente e tentar relaxar o meu corpo para não parecer tão tensa até porque o facto de me aperceber que estou fisicamente tensa inda me põe mais tensa mentalmente lool. Realmente sou muito complexa mas acredito que muita gente o é e nem toma consciencia disso e até haverá quem não tome essa consciencia mas lide bem com as situações de tensão à sua maneira, eu tou a descobrir a minha. Hoje até já experimentei um bocadinho isso porque fui  fazer o teste no anfiteatro e a prof resoleu por-me na mesa dela, em frente a todo um semi-circulo cheio de alunos. Pois que olhei pouco para a frente disfarcei à minha maneira, senti a cara ligeiramente quente mas não me pus a pensar muito naquilo e relaxei tanto quanto pude o corpo enfrentei a plateia lool mas encarei a situação o mais naturalmente possivel. Também falei de outra coisa interessante na consulta que depois falarei aqui porque axo que é interessante fazer um post sobre isso. Aproveitem o sol que tá tão bom mas sem abusarem, toca a por protector solar para evitar o cancro de pele (em certos países tropicais o uso do protector é tão usual que apesar do clima maravilhoso a incidencia do  cancro de pele é menor que aqui).

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:23
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | favorito

Domingo, 16 de Maio de 2010

Ontem fui à queima no inicio não me tava a sentir muito dentro do tema mas depois soltei-me e saltei muito por cima dos meus pes a doer e a minha coluna também. Acordei cedo para ir à consulta com a psicologa e tou cheia de sono porque dormi pouco. Tive o aniversario da minha avo e da minha madrinha e depois fui sair com os meninos de sempre e foi bom porque rimo-nos imenso. Um dos amigos do T esta sempre a brincar e muito engraçado, nunca o vejo de trombas ta sempre na brincadeira. Por isso gosto de sair com ele porque se nao participar muito na conversa tou-me sempre a rir e isso é interagir com eles. Hoje bebi um bocado ao jantar nao sei se foi por isso que estive mais a vontade e falei e brinquei e assim mas também ja estava bem disposta e tibnha ido a consulta e isso geralmente faz com que esteja mais bem disposta e tudo se calhar fez com que estivesse mais a vontade. Bom vou descansar.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 04:05
link do post | dar palpite | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 14 de Maio de 2010

estou em baixo e ha pessoas que parece que não têm problema em deixar-me assim. Ontem o meu pai não disse nada do acidente mas a minha mãe hoje vei-me dizer que ele estava muito calado porque estava farto disto, estava chateado. Não sei porque me disse isso, podia poupar-me a sentir isto. Parace que as vezes as pessoas preferiam que esteja quieta pra não fazer asneiras. Podia ter acontecido em qualquer sitio não tive culpa vieram contra o meu carro não podia adivinhar e dizem-me "pra que fost sair ontem de casa", não vêem que fui a primeira pessoa a pensar isso. Já ontem o T me tava a chatear porque ia comigo no carro e em vez de ajudar tava-se a querer fazer de vítima de alguma coisa, fosse o que fosse, qualquer coisa que eu dizia ele levava para o lado de que eu não lhe dava valor. Não sei explicar mas já me estava a enervar e tive que me acalmar e pensar noutras coisas uma vez que apesar do acidente, enquanto estava acompanhada até estava bem. Depois quando fico sozinha é que me ponho a pensar. E depois a minha mãe hoje diz-me aquilo, o meu pai pergunta porque fui sair de casa. E eu ando aqui no meio, parece que tou a falar uma lingua que ninguém percebe. Ninguém me percebe, ninguém tem o cuidado de se por na minha posição e eu mesmo assim tou sempre a por-me no lugar dos outros e a absorver os problemas deles. Parece que levei um murro no estômago. Apetecia-me ficar na cama, não me apetecia ver ao espelho nem vestir-me nem estar com pessoas. Mas preciso ir buscar os meus primitos à escolinha e eles merecem que esteja bem pra eles. Por isso vou voltar a fingir e quem sabe acabo por me convencer a mim própria que tou bem.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 14:09
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | favorito

ja li que a pior cobardia é despertar o sentimento de alguém sem querer corresponde-lo e essa frase deve ser verdadeira. Quando olhamos repetidamente para uma pessoa quando somos pessoas adultas, não devemos faze-lo sem querermos mais algum tipo de aproximação. Mesmo amizade, nao estou a falar necessariamente de relações romanticas mas qualquer tipo de sentimento que despertamos em alguem deve ser feito com cuidado. É um bocadinho estranho quando alguém olha continuamente para outra ou porque não consegue disfarçar ou porque quer mesmo que se repare nisso mas depois deixa assim as coisas. Entretanto a sua curiosidade já despertou a atenção da outra pessoa que acaba por ficar também curiosa. Vou abrir o jogo, falei ha tempos de uma pessoa que olhou pra mim com um olhar diferente e de repente reparei que os nossos olhares ja se tinham cruzado muitas vezes então apercebi-me daquilo e fez-me bem ao ego. As coisas ficavam mais ou menos assim mas os olhares repetiram-se e o meu interesse despertou. Ha três anos que tenho aulas com ele e nunca tinha reparado nele mais que a qualquer outro, nem sabia o nome dele. Mas aquele olhar naquela aula pratica foi diferente não sei explicar, despertou-me a curiosidade e agora vou vendo que espero por aqueles olhares quando vou pras aulas. Claro que desvio os olhares imediatamente agora que ja aconteceram tantas vezes mas ate criei uma situação de certa proximidade a certa altura que foi algo que normalmente me é muito dificil. De maneiras que estamos assim, ora olho eu ora olhas tu e parecemos adolescentes com aquelas coisas platonicas. Sinto-me completamente parva por estar numa situação destas e como sou tímida também não tenho muita inciativa pra mais qualquer coisa mas caramba, porque foi ele despertar um interesse em mim se lhe chega esses olhares. Não são olhares quaisqueres.Não é daquelas coisas infantis dos risinhos e segredinhos aos amigos ou lá o que sejka apesar de as vezes pensar e achar que voltei a agir como adolescente. É uma coisa nossa entre nós e é inexplicável. Eu tinha duvidas mas as coisas ja estão muito evidantes nos trocamos olhares e eu provavelmernte nao transmito o mesmo mas ele transmite coisas que ate vao um bocadinho contra algumas coisas que eu não acreditava muito. Também no meio de tanta química neste curso tinha que haver uma quimica boa assim digo eu. Não vou dizer que esta empolgação é vontede muito grande de ser amiga dele, a verdade é que ele me atrai cada vez mais mas queria so ter um bocadinho mais de intimidade com ele pra saber ate que ponto ele vale realmente a pena. Evitei o tema muitas vezes para nao tornar as coisas mais reais, mas isto ja é uma coisa que me ocupa bastante a cabeça e axo que precisava desabafar aqui.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 02:48
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | favorito

sai uma mulher de casa contente e bonita, pra ir fazer compras (ingenuidade a minha axar que ir comprar roupa me pão bem disposta ou me deixa continuar bem disposta), não compra nada e ja vem feia e gorda e inda se esbarram estupidamente nela. Estragaram o meu carrinho com o qual tenho uma ligação tão bonita de amor e carinho de uma maneira que nem precisava ter ocorrido. Acrescentem-lhe uma hora pra preencher a declaração amigavel porque o rapazito não sabia muito bem e o meu carro também era virgem nessas coisas por isso também não tava muito familiarizada e pronto vim pra casa e agora tou nervosa. Aos que têm carta, não costumam dizer que se deve olhar pra frente quando se conduz? E dizem que as mulheres são maçaricas, eu tenho a carta há quatro longos anos e o meu carro teve o primeiro acidente agora lool. O meu pai não disse à minha mãe até eu vir pra casa, é engraçado. O meu pai é bastante calmo nestas situações transmite calma e gosta que nos desenrasquemos mas a minha mãe fica nervos se o meu pai lhe contasse era capaz de lhe passar pela carbeça fazer uma hora de viagem para ir ver como estavam as coisas, depois percebia que tava tudo bem mas ficava logo nervosa. No inicio da minha condução ia eu com a carta provisoria, um papel, já pro porto como uma menina grande mas sai na saida errada e não tava a perceber muito bem como ir pro caminho certo. Telefonei ao meu pai que muito calmamente la me disse mais ou menos o que fazer e a minha mãe soube quando eu cheguei a casa e lhe contei. A expressão dela é logo de preocupação lool mas até que me desenrasco sozinha não fico muito atrapalhada. Fico mais atrapalhada quando o xô guarda me pede os documentos e eu percebo que tenho os caducados, os por caducar e mesmo documentos de outros carros, uma vez dei-lhe um documento de um BMW e estava numa audi e ele olhando bem pra carrinha deve ter achado que eu tava era com a mania das grandezas, já queria fazer daquilo um BMW. Bom vou pensar em coisas boas para acalmar.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 01:48
link do post | dar palpite | favorito

Quinta-feira, 13 de Maio de 2010

eu proponho através deste blog enormemente visitado que ajudemos alguém que está a precisar neste momento de crise. O Engenheiro (?) José Sócrates em vez de ganhar mais de seis mil euros vai passar a ganhar quase seis mil euros e enfim, senti que precisava fazer alguma coisa para ajudá-lo. Meus amigos, sejam solidários com as pessoas que precisma nunca se sabe quando não vamos ser nós a ganhar isso. Então não fiquem indiferentes.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 20:10
link do post | dar palpite | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
15

18
19
20
21
22

23
25
27
28

30
31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro