saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Segunda-feira, 7 de Junho de 2010

E para provar que não estiou muito bem disposta tenho mais um post. Desta vez sobre um tema que tem passado nos telejornais. Então não é que o governo resolveu que era uma boa medida pegar nos miudos do oitavo ano com quinze anos e dar-lhes a oportunidade de passar para o décimo ano. Expliquem-me o sentido disso. Lembram-se de falar aqui no blog das decisões que em portugal se tomam que são completamente infantis e tapam o sol com a peneira (agora parecia que tava a falar para um grande publico lool) bom esta é uma delas. Se os miudos não conseguem passar de ano é por algum motivo que pode passar por problemas familiares, falta de apoio enfim, muita coisa. Concordo que houvesse um apoio especial e eficaz nesses casos uma tentativa de incentivar ao estudo e formação dessas pessoas dentro do possivel. Agora "epah não passas de ano há dois anos porque não consegues ter notas, não estudas então bora lá fazer exames com matéria deste ano e do seguinte que não frequentas-te e assim já podes passar". Alguém me explica que é que isto vai resolver? Das duas uma, ou os exames vão ser facilitados e vamos ter miudos com o nono ano que não estudaram para isso e numa visão mais alargada seremos realmente um país de "burros doutores", que foi uma expressão engraçada que ouvi. Ou então nenhum destes miudos vai conseguir passar nos exames a não ser que tenham um apoio enorme que, neste caso, a existir, e duvido que exista, podia ser usado para eles passarem de ano da primeira vez que chumbassem, passando para o ano que lhes cabe. Eu axo que andam pessoas a brincar com leis e com medidas e sinceramente axo que uma pessoa minimamente inteligente vê que isto não tem sentido. Epah se querem ter estatísticas jeitosas pelo menos façam-no de maneira a parecer a alguém que as coisas são bem feitas.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 19:59
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

Não é nenhum poema nem texto do genero. Simplesmente uma sucessão de frases que pensei quando tentava dormir para passar o dia. Não é um texto bonito nem tinha pretensão disso, diz o que me está a pulsar no coração hoje, literalmente.

 

Quero chorar, gritar bem alto

Gritar para toda a gente ouvir

Já grito por dentro

Mas ninguém ouve

Ou porque não estão cá dentro, ou porque têm muito dentro de si

Não quero ter que gritar

Quero ter o direito de exigir que alguém pergunte o que vai dentro de mim

Não sei se diria, por vezes

Mas, dessas vezes, não sentiria coisas que sinto

Quero sonhar

Não quero ter que sonhar

Quero sonhar porque estou feliz

Não porque estou triste

Não quero estar triste

Não sei se preciso estar

Quero mesmo estar feliz!

Quero gostar de mim

Para deixar que outros gostem

E eu preciso que gostem!

Quero estar sozinha

E quero que não me deixem estar sozinha

Quem me puxa para ser feliz

Sozinha não estou a ser capaz

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 19:22
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Estou em casa a ver novelas brasileiras, o meu humor não é do melhor portanto. Não tyenho vontade de me vestir e também não tenho muito que fazer lá fora, não me apetece começar a estudar. Uma amiga disse-me hoje que já subiu na carreira, ela foi para a tropa e agora tá longe e raramente vem cá. Eu tinha-lhe mandado uma mensagem no facebook porque ela nem me respondeu a uma mensagem que lhe mandei ha tempos e pronto. Então o meu estado de espírito não é de tar conbtente por ela, mesmo estando. O que sinto mais é frustração porque vejo outra vez que as pessoas tão a viver as suas vidas, tão a fazer coisas, têm compromissos, entendem de qualquer coisa e eu estou asdsim, na mesma. Eu sei que sou culpada, eu sei que estar a queixar-me não é a solução, eu sei que tenho que me mexer, serei preguiçosa a ponto de não fazer coisas por mim própria. Qual é a minha função, na vida de quem tenho importância. Sinto-me burra e inutil. Não sei nada que possa fazer diferença na vida de alguém e tirando a diferença que faço na vida da minha familia, não faço diferença na vida de mais ninguém a nenhum nivel. É triste olharmos para nós e não nos encontrarmos sentido. Penso muitas vezes que sou preguiçosa que sou comodista, mas será que uma pessoa que se sente como me sinto continua a fazer as mesmas coisas por preguiça e comodismo.

Hoje é um dia que todos os defeitos me parecem à superficie e as qualidades bem escondidas que quase nem as consigo ver ou dar-lhe grande importancia. Elas estão lá provavelmente, toda a gente tem qualidades e defeitos, mas os meus defeitos não são geralmente defeitos que atinjam outras pessoas, são defeitos que me magoam a mim. Aliás, nem as qualidades atingem muita gente. Eu axo que vou encontrar maneira de me sentir bem, talvez amanhã quando acordar, talvez ja esteja mais bem disposta. Mas sinto-me na fossa agora e axo que não me devia sentir assim. Apetecia-me chorar, já no outro dia me apetecia adormecer a chorar para aliviar. Mas não consigo. O que é que eu posso fazer por mim? Vestir-me e arranjar-me e ficar em casa? Sair sozinha e ir para lado nenhum? Queria fazer qualquer coisa mas não me sinto capaz de nada. Quando saio de casa vejo pessoas a sorrir, a trabalhar, pessoas bem vestidas, bonitas. Eu sorrio só com os lábios, não tenho nenhuma função, não me sinto bem comigo quando estou lá fora e sinto-me horrivel.

Estou triste com as pessoas também, quanto mais as conheço mais gosto dos animais, literalmente. Sinto que muita gente se lembra de mim só quando precisa e o mesmo vejo a passar-se com as pessoas que mais gosto. Sinto que as pessoas são completamente mal agradecidas não se sentem gratas pelo que lhes fazemos. Quando faço alguma coisa por alguém não espero grande coisa em troca, mas é triste ver que depois não há um reconhecimento ou o minimo de vgratidão e acabam até muitas vezes por abusar das pessoas. Esses comportamentos não traduzem trudo o que as pessoas são, gosto de estar com elas na mesma mas se calhar neste momento perderam algum encanto. 

Estou com uma grande vontade de viver mas não sei como aproveitar as coisas ou se calhaer não sei algumas coisas que podia aproveitar. Axo que vou dar uma volta de carro, por a musica alta, gritar para assustar os pensamentos tristes.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 15:17
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
18

20
21
22
24

27


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
Relógio
relojes web gratis
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro