saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Sábado, 12 de Junho de 2010

Ajudem, é muito sério!

 

"Procura-se um Homem de estatura média,

 

 

 

 moreno,

 

 

 

na casa dos vinte e poucos anos,

 

 

 

olhos verdes,

 

 

 

 a ultima vez que foi visto ia a conduzir um Audi R8.

 

 

 

 Se o encontrarem contactem-me imediatamente

 É MEU!"

 

Quem não tem o que fazer, faz isto lool.

 

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:46
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

A musica do outro post esta na minha cabeça há uns dias até ja aprendi os acordes no piano. Fiz um exame ontem, a J. falou-me que era facil e apesar de não ter ido às aulas estudei um bocado e correu bem até. Houve um professor que me chumbou porque não fiz uma pergunta que valia 10%, o teste dele, o primeiro foi ridiculo e sei que ele teve que usar criterios muito estranhos para os corrigir porque ninguém conseguiu fazer aquilo e o segundo correu-me bem mas pronto ele chumbou-me a uma disciplina ridicula, queria ver o que ele fazia se eu quisesse ver o porimeiro teste porque os criterios que usou devem ter sido interessantes. Mas enfim, tive 16 a outra e vai compensando. Tenho dois exames agora, um tenho mesmoq ue tentar fazer, estou com pouca vontade de estudar mas estou mais motivada do que no inicio das ferias. Isto não são exactamente férias mas enfim não tenho que ir à universidade todos os dias lool se bem que eu até gostava quer de conduzir até lá quer de estar lá, sempre se fazia alguma coisa. Mas pronto agora fui à psicologa, desta vez não me esqueci mas quase que não punha o telemóvel a despertar. Estive a falar com um amigo ontem, na net que tava a fazer um trabalho mas tava-lhe a custar e hoje ele veio todo contente dizer-me que tinha corrido bem. Podem achar que é estúpido mas fiquei mesmo contente de ele me vir dizer isso, não só por lhe ter corrido bem mas por partilhar isso comigo. A amizafde é uma relação como outra qualquer, nem sempre está a cem por cento, mas está lá. E hoje sinto que se algo de muito importante acontecer com ele eu acho que ele me escolhe para estar com ele.. Isso é muito bom, faz-me sentir parte de uma coisa. Tenho mesmo que cultivar maios estas coisas, arriscar. A minha meta agora é arriscar com a J., sair com ela, e parar de tentar antecipar o que pode ser, se correr qualquer coisa menos bem, lido com isso depois, mas normalmente as coisas valem a pena e quando arrisco nestas coisas depois colho frutos e é bom por isso vou ver se ponho a cabeça no sitio que estamos cá é para viver. Como sempre estou mais bem dispoista no dia da consulta mas já estava quando acordei por acaso, se calhar foram os meus primitos ontem que me deram tantos beijinhos e senti tão bem que eles gostavam de mim que enfim, essas coisas não se pagam. Mas tenho uma ligeira nuvem na minha cabeça hoje porque apercebo-me que ha muita coisa que digo sabendo que não vou fazer e isso não tem jeito nenhum. Preciso ser mais firme comigo. Por mim. E pronto, vou dar uma voltinha com a minha mãe. Voltando à musica, já se viciaram numa musica? mas a ponto de a ouvirem mais de cem vezes em dois dias? É que eu adormeci com ela, cantei-a no caminho da consulta, estou a ouvi-la desde que liguei o pc, estou a ficar preocupada, nunca ouvi uma musica tantas vezes seguidas. jà a conhecia mas enfim, agora fiquei fixada com ela. Bom fim de semana a todos meus caros e vastos leitores lool.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 16:17
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

escrito por sonhadoraincuravel às 01:06
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 9 de Junho de 2010

ontem arrumei o armário da roupa do meu quarto e digo uma coisa, é impressionante a roupa que lá havia. ja não usava muita daquela roupa arrumei muita coisa pra sacos e pus no sótão, depois tenho que ver o que realmente posso dar porque tenho um certo problema em"deitar coisas fora" lool ou me trazem recordações porque gostava muito daquela saia, ou me trazem recordações porque não gostava nada daquelas calças lool enfim sou assim muito ligada as coisas e dou um significado a quase tudo o que tenho. apesar dos sacos de roupa que guardei ainda tenho nos armários roupa que já nem uso mas enfoim não consegui guardá-la porque é recente e inda tenho recordações dela lool sou mesmo parva mas sou mesmo ligada a essas coisas lool. Dizem que quem arruma assim é porque precisa arrumar as ideias. Não sei se arrumei a minha cabeça mas distrai-me. Agora estou xeia de alergia, doi-me a cabeça tenho o nariz entupido e tenho os braços a doer tou com fadiga muscular e doi. Quando fizer uma casa grande e luxuosa (isto foi o que disse à minha mãe que se riu e eu esclareci que era quando fizesse cinquenta anos e saisse nessa altura de casa lool) vou forra-la com armários e armarinhos para guardar as minhas coisas. Vou por muitos espelhos também. E passo a explicar, eu não tenho espelhos assim daqueles que possa ver os pés e a cabeça, ou vejo a parte de baixo ou a parte de cima e é uma coisa facil de resolver não é muito caro arranjar um espelho comprido mas acabo por nunca comprar e é uma coisa que falo sempre porque por mais parvo que pareça isso acaba por deixar que às vezes saia de casa a axar que estou bem, mas se calhar olho-me numa montra ou assim e axo que se calhar aqueles sapatos não estão muito bem ou então vejo-me assim numa montra e axo que a minha imagem é diferente do que pensava porque pareço mais baixa, mais redonda sei lá. A minha imagem corporal, a que tenho de mim mesma é esquisita. Quando estou com muitas pessoas e aquelas situações que estou mais insegura, a imagem que tenho de mim é diferente, mesmo a minha cara, tenho a sensação que é diferente não sei expplicar. Quando xego a casa e me olho ao espelho muitas vezes penso que afinal não tava tão mal como pensava, não tinha tantas marcas, não era tão redonda enfim, é complicado explicar mas axo que tenho um certo problema com a minha imagem corporal que tenho de mim mesma. Não sei se está relacionado com isso e não sei se já referi isso mas já tive anorexia. Quando andava aí no oitavo ano, prai com um metro e cinquenta e cinco pesava aí uns sessenta quilos. Estava redondinha. A minha mãe chamava-me a atenção para comer melhor e eu dizia que quem não gostasse que não olhasse mas a verdade é que com o tempo e adolescencia a coisa foi tendo efeito em mim e resolvi fazer dieta. Começou por ser uma coisa leve de tentar não comer porcarias e assim. Depois fui começando a ficar obssessiva, comnecei a perder peso e a gostar, comecei a procurar na net maneiras de emagrecer, fui comendo menos, comecei a pesar a comida que comia, a calcular as calorias, a zangar-me quando a minha mãe comprava coisas que não podia comer. Comecei a fazer cerca de oitocentas flexões por dia, a comer cerca de 600 calorias por dia que é qualquer coisa como metade do que se deve comer. Quando comias menos ficava toda contente. Comecei a sentir muito frio e o termo anorexia começou a surgir mas digo-vos que não me preocupava, se diziam que estava a ficar anoretica era porque estava magra e isso era bom. Cheguei aos quarenta quilos mais ou menos. Não posso dizer que estive exageradamente magra, era baixinha por isso estava mais ou menos bem, ali no limear do baixo peso mas sempre a tocar no normal. Um dia assustei-me porque, na loucura, lanxei um croissant porque não tinha almoçado nem tomado o pequeno almoço, mas depois de uma ou duas dentadas já tinha o estomago xeio. Assustei-me e forcei-me a comer o croissant. Nunca forcei o vômito, porque não conseguia mas não axava má ideia. Toda a gente me chamava a atenção, zangavam-se comigo e eu irritava-me mas quando me perguntavam se estava a fazer dieta para emagrecer eu dizia que não que era natural. Mas engraçado que as pessoas axam muito bem quando as pessoas perdem assim peso. Como digo eu nem fiquei muito com aquele aspecto doientio de estar com peso a menos mas mesmo assim sinto que as pessoas axam o maximo ser-se magrissima. Lembro-me da Monica Sintra a certa altura aparecer com um aspecto completamente doentio, estava magra de mais notoriamente com anorexia, pensei logo nisso quando a vi. Pois o comentario da pessoa que apresentava o programa disse que ela estava optima e toda a gente a ilogiou e também ela disse que não fazia dieta. As pessoas não são muito sensiveis à anorexia. Em geral as pessoas condenam, axam-se informadas e tudo o mais, mas quando alguém emagrace assim as pessoas axam muito bem. Eu comecei a alimentar-me normalmente axo que quando me chateei de ouvir sempre todos a dizerem-me que não podia ser assim que me iam levar ao médico. Então num rasgo de lucidez pensei que estava bem assim não precisava emagrecer mais e por isso podia comer mais um bocado para manter. Depois disso engordei de mais e emagreci outra vez, agora o peso vai oscilando. Já desejei muitas vezes ter essa força de vontade outra vez mas a verdade é que é perigoso, muito perigoso. É bom ser-se saudável isso é que é verdade e não é o peso necessáriamente que dita se somos mais ou menos saudaveis ou mais ou menos bonitos. Cada pessoa tem um peso ideal e como vi ha uns tempos num documentario, se genéticamente estamos programados para ter um peso, é dificil estarmos a fugir dele. Claro que agora é mais complicado porque os habitos alimentares são tão fracos que acaba por complicar a coisa. Mas futuramente axo que vamos acabar por perceber que o grande segredo não é fazer dietas, o grande segredo é educarmos os nossos filhos a terem uma alimentação saudável, sem se privarem de nada mas priveligiando aquilo que mais falta nos faz e melhor nos faz e claro, a praticar exercicio fisico. Se os nossos habitos forem esses desde cedo, temos tendencia a segui-los a vida inteira sem esforço ou sofrimento. E pronto, é a minha opinião e experiência.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 14:52
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 7 de Junho de 2010

E para provar que não estiou muito bem disposta tenho mais um post. Desta vez sobre um tema que tem passado nos telejornais. Então não é que o governo resolveu que era uma boa medida pegar nos miudos do oitavo ano com quinze anos e dar-lhes a oportunidade de passar para o décimo ano. Expliquem-me o sentido disso. Lembram-se de falar aqui no blog das decisões que em portugal se tomam que são completamente infantis e tapam o sol com a peneira (agora parecia que tava a falar para um grande publico lool) bom esta é uma delas. Se os miudos não conseguem passar de ano é por algum motivo que pode passar por problemas familiares, falta de apoio enfim, muita coisa. Concordo que houvesse um apoio especial e eficaz nesses casos uma tentativa de incentivar ao estudo e formação dessas pessoas dentro do possivel. Agora "epah não passas de ano há dois anos porque não consegues ter notas, não estudas então bora lá fazer exames com matéria deste ano e do seguinte que não frequentas-te e assim já podes passar". Alguém me explica que é que isto vai resolver? Das duas uma, ou os exames vão ser facilitados e vamos ter miudos com o nono ano que não estudaram para isso e numa visão mais alargada seremos realmente um país de "burros doutores", que foi uma expressão engraçada que ouvi. Ou então nenhum destes miudos vai conseguir passar nos exames a não ser que tenham um apoio enorme que, neste caso, a existir, e duvido que exista, podia ser usado para eles passarem de ano da primeira vez que chumbassem, passando para o ano que lhes cabe. Eu axo que andam pessoas a brincar com leis e com medidas e sinceramente axo que uma pessoa minimamente inteligente vê que isto não tem sentido. Epah se querem ter estatísticas jeitosas pelo menos façam-no de maneira a parecer a alguém que as coisas são bem feitas.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 19:59
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

Não é nenhum poema nem texto do genero. Simplesmente uma sucessão de frases que pensei quando tentava dormir para passar o dia. Não é um texto bonito nem tinha pretensão disso, diz o que me está a pulsar no coração hoje, literalmente.

 

Quero chorar, gritar bem alto

Gritar para toda a gente ouvir

Já grito por dentro

Mas ninguém ouve

Ou porque não estão cá dentro, ou porque têm muito dentro de si

Não quero ter que gritar

Quero ter o direito de exigir que alguém pergunte o que vai dentro de mim

Não sei se diria, por vezes

Mas, dessas vezes, não sentiria coisas que sinto

Quero sonhar

Não quero ter que sonhar

Quero sonhar porque estou feliz

Não porque estou triste

Não quero estar triste

Não sei se preciso estar

Quero mesmo estar feliz!

Quero gostar de mim

Para deixar que outros gostem

E eu preciso que gostem!

Quero estar sozinha

E quero que não me deixem estar sozinha

Quem me puxa para ser feliz

Sozinha não estou a ser capaz

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 19:22
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Estou em casa a ver novelas brasileiras, o meu humor não é do melhor portanto. Não tyenho vontade de me vestir e também não tenho muito que fazer lá fora, não me apetece começar a estudar. Uma amiga disse-me hoje que já subiu na carreira, ela foi para a tropa e agora tá longe e raramente vem cá. Eu tinha-lhe mandado uma mensagem no facebook porque ela nem me respondeu a uma mensagem que lhe mandei ha tempos e pronto. Então o meu estado de espírito não é de tar conbtente por ela, mesmo estando. O que sinto mais é frustração porque vejo outra vez que as pessoas tão a viver as suas vidas, tão a fazer coisas, têm compromissos, entendem de qualquer coisa e eu estou asdsim, na mesma. Eu sei que sou culpada, eu sei que estar a queixar-me não é a solução, eu sei que tenho que me mexer, serei preguiçosa a ponto de não fazer coisas por mim própria. Qual é a minha função, na vida de quem tenho importância. Sinto-me burra e inutil. Não sei nada que possa fazer diferença na vida de alguém e tirando a diferença que faço na vida da minha familia, não faço diferença na vida de mais ninguém a nenhum nivel. É triste olharmos para nós e não nos encontrarmos sentido. Penso muitas vezes que sou preguiçosa que sou comodista, mas será que uma pessoa que se sente como me sinto continua a fazer as mesmas coisas por preguiça e comodismo.

Hoje é um dia que todos os defeitos me parecem à superficie e as qualidades bem escondidas que quase nem as consigo ver ou dar-lhe grande importancia. Elas estão lá provavelmente, toda a gente tem qualidades e defeitos, mas os meus defeitos não são geralmente defeitos que atinjam outras pessoas, são defeitos que me magoam a mim. Aliás, nem as qualidades atingem muita gente. Eu axo que vou encontrar maneira de me sentir bem, talvez amanhã quando acordar, talvez ja esteja mais bem disposta. Mas sinto-me na fossa agora e axo que não me devia sentir assim. Apetecia-me chorar, já no outro dia me apetecia adormecer a chorar para aliviar. Mas não consigo. O que é que eu posso fazer por mim? Vestir-me e arranjar-me e ficar em casa? Sair sozinha e ir para lado nenhum? Queria fazer qualquer coisa mas não me sinto capaz de nada. Quando saio de casa vejo pessoas a sorrir, a trabalhar, pessoas bem vestidas, bonitas. Eu sorrio só com os lábios, não tenho nenhuma função, não me sinto bem comigo quando estou lá fora e sinto-me horrivel.

Estou triste com as pessoas também, quanto mais as conheço mais gosto dos animais, literalmente. Sinto que muita gente se lembra de mim só quando precisa e o mesmo vejo a passar-se com as pessoas que mais gosto. Sinto que as pessoas são completamente mal agradecidas não se sentem gratas pelo que lhes fazemos. Quando faço alguma coisa por alguém não espero grande coisa em troca, mas é triste ver que depois não há um reconhecimento ou o minimo de vgratidão e acabam até muitas vezes por abusar das pessoas. Esses comportamentos não traduzem trudo o que as pessoas são, gosto de estar com elas na mesma mas se calhar neste momento perderam algum encanto. 

Estou com uma grande vontade de viver mas não sei como aproveitar as coisas ou se calhaer não sei algumas coisas que podia aproveitar. Axo que vou dar uma volta de carro, por a musica alta, gritar para assustar os pensamentos tristes.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 15:17
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 6 de Junho de 2010

tou tristinha, hoje fui ficando assim tristinha, fui às compras e é estúpido como me sinto no shopping e em casa porque estou em casa e até me sinto minimamente bem e chego lá e parece que nada me fica bem, olho-me nas montras e acho-me horrorosa axo toda a gente bonita e eu não axo que sou diferente. Chego a casa outra vez e já me axo bem outra vez. Depois também jantei e fiquei assim a fazer zapping sem nada interessante pra ver na televisão, não tinha com quem sair, adormeci e a minha mãe viu que estava meio triste, veio falar comigo e perguntou se não saía e assim. Não lhe quis dizer que tinha combinado não sair com o T. então disse-lhe só que não tinha com quem sair. Ela brincou um bocado e disse que podia sair com este e aquele, que começaram por ser primos com quem não falo há muito tempo e não tem sentido agora sair com eles, simplesmente não tem sentido ou então chegamos a conclusão que as minhas crianças, primos afilhada etc eram a minha solução. Brincamos assim um bocado mas fiquei triste por pensar que tenho que fazer de babysitter se quiser sair com alguém. Eu adoro crianças e adoro tar com os meus primos mas fico triste porque fico a pensar que gostava de conhecer pessoas, gostava de me dar bem com pessoas, gostava de conhecer alguém especial com tempo mas não dou grande oportunidade e não sei como posso dar oportunidade assim. Não quero forçar as coisas, não vou fazer amigos à forlça nem ando desisperada à procura de companhia mas sinto falta e nessas alturas ponho-me a pensar. Neste momento  ou não posso sair com as pessoas porque são amigos do T. e saem com ele ou porque já foram meus amigos mas não se mostram interessados nem disponiveis e além disso ja perdi um bocado o encanto com eles. Não me quero tar a fazer de coitadinha, sei que parece muito isso às vezes, mas é o que eu sinto, por isso tenh0o este blog, para dizer as coisas mesmo que pareça mal. Não tenho estudado para os exames nem tenho vontade, tenho feito um esforço para pensar em coisas que me apeteçam fazer porque preciso mesmo descansar a cabeça. Acabei por me esquecer da consulta com a Psicologa, lembrei-me quando fui às comprar com a minha mãe. Se calhar hoje tinha-me feito falta, se calhar estava mais bem disposta vou tentar marcar para a semana. Queria-me dar bnem com as pessoas e queria-me dar bem comigo.

See ya

 

escrito por sonhadoraincuravel às 01:23
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 1 de Junho de 2010

Hoje acordei para ir almoçar, voltei a dormir e jantei. Foi basicamente o que fiz. Isto põe uma pessoa maluca mas que havia de fazer. Sair sozinha? Para onde? De forma que era o que havia para fazer. Não tenho vontade de estudar nem de fazer grande coisa mas também não tenho muito que fazer. Ficar assim na cama põe-me maluquinha da cabeça faz-me ficar triste e pensar no que me faz falta. A minha mãe foi uma querida como sempre e fez-me o meu prato preferido ao jantar porque era dia mundial da criança lool a minha mãe manteve a tradição de nos dar um mimo no dia da criança. Estou carente preciso de atenção como as criancinhas e os bichinhos aqui de casa mas aqui em casa andam todos atarefados com as obras e enfim também são eles que me podem dar esse mimo. E pronto tou assim trsistinha mas passa-me rapidamente.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 21:49
link do post | dar palpite | ver comentários (3) | favorito

hoje ouvi no telejornal, se não me engano na sic, que em Portugal há muita fuga de cérebros. E não posia concordar mais lool, claro que a josnalista se referia à fuga de pessoas qualificadas para outrois países onde fazem trabalhos importantes. Mas a frase é bem verdadeira!

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 01:00
link do post | dar palpite | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
18

20
21
22
24

27


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
favoritos

2009.

pesquisar
 
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro