saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Quarta-feira, 31 de Março de 2010

Ora entendo por amor (no sentido romantico neste caso) como um sentimento que se nutre por uma pessoa ao sentirmos afinidade com as atitudes e maneira de estar de uma pessoa nas mais diversas situações e na vida em geral. Claro que envolve mais coisas numa relação mas axo que quando nos apaixonamos por alguém, mesmo que não tenhamos uma relação com essa pessoa, podemos dizer que a amamos quando temos essa afinidade com o que a pessoa é, sendo isso reflectido por as atitudes que a pessoa tem e a atitude perante a vida. Ora, quando olhamos para uma pessoa, podemos acha-la muito bonita, ver que até tem uma postura mais relaxada, mais séria e até podemos gostar disso, mas amar é outra coisa. Por isso é que para mim faz pouco sentido falar em amor à primeira vista. Podemos ver uma pessoa, gostar do que está imediatamente à vista e depois até gostar do que está para além dessa primeira vista e depois dar certo e virar amor. Axo que amor à primeira vista é algo um pouco ingénuo e talvez algo que se diz por dizer porque é giro e fica bem. E agora o amor eterno. A minha opinião sobre isto é um pouco confusa porque tenho duas visões diferentes em relação a isso. Tenho esperança que é possivel que um principe encantado me mostre que é possivel amar sempre, mesmo com anos de relação, na velhice. Gostava que me mostrassem que pode haver aquela cumplicidade e aquele sentimento para sempre. Porque fico um bocado triste quando vejo que os velhotes até continuam juntos mas é uma relação em que já não há aquela surpresa, já não se dizem coisas bonitas sei lá. Eu sei que as coisas mudam e que não hã o mesmo fogo que há no inicio de uma relação trinta ou qurenta anos depois, mas sei lá, a surpresa e as palavras carinhosas podiam haver lool. Bom, o que eu vejo é que isso não acontece muito, as relações tornam-se mais frias, há o companheirismo mas às vezes parece que é uma neessidade mesmo inconsciente, são velhinhos e precisam um do outro. Então não sei se pode haver mais do que isso.  Talvezisto não faça sentido para todos mas axo que é o que vejo. Quanto ao escolher a pessoa que amamos eu axo possivel. A minha experiencia é pouca mas sinceramente axo que é possivel que escolhamos a pessoa que amamos. Pode ser uma coisa inconsciente mas mesmo quado há alguma barreira, escolhemos apaixonar-nos porque há outras qualidades ou porque acreditamos que é possivel. É a mesma coisa quando escolhemos por quem não nos apaixonar. Eu não estava apaixonada pelo meu ex namorado e sinceramente não me queria apaixonar por ele. Os motivos podem ser muitos mas realmente escolhemos essas coisas de alguma forma. E o amor único é outra coisa que me deixa muitas duvidas. Eu axo que há muitas pessoas no mundo por quem nos podemos apaixonar e podemos amar. Eu axo ingénuo pensar que há uma fórmula única pela qual nos apaixonamos. Há muitas pessoas que poderiam viver uma hostória de amor lindíssima mas há circunstâncias e oportunidades e isso não surge com todas as pessoas que podemos vir a amar. E foi esta a minha divagação sobre o amor.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 02:53
link do post | dar palpite | favorito

Eu também não acredito muito nessa coisa do amor à primeira vista. Na minha perspectiva as pessoas estão a confundir atracção fisica com a amor, ou sexo com amor.
Da mesma forma que não acredito que o amor dure para toda a vida, tudo tem um tempo e o amor não é excepção.
Gostei muito do post, parabéns!
:)))
Lynce a 31 de Março de 2010 às 10:38

obrigada ainda bem que alguém gostou lool ;) Beijinhos

Paulo Coelho uma vez escreveu isto: “Escreve. Seja uma carta, um diário ou umas notas enquanto falas ao telefone, mas escreve. Procura desnudar a tua alma por escrito, ainda que ninguém leia; ou, o que é pior, que alguém acabe lendo o que não querias. O simples acto de escrever ajuda-nos a organizar o pensamento e a ver com mais clareza o que nos rodeia. Um papel e uma caneta fazem milagres, curam dores, consolidam sonhos, levam e trazem a esperança perdida. As palavras têm poder."
Por isso, escreve!
Beijinhos e Boa Páscoa!
:)))
Lynce a 3 de Abril de 2010 às 23:46

perfeito! confesso que não leio grande coisa nos ultimos tempos mas tenho que o fazer e agora aguçast-me o apetite. Muito obrigada pelo comentario! Fika bem

E nunca esqueças, mesmo que ninguém leia, escreve!
Beijinhos
:)))
Lynce a 4 de Abril de 2010 às 09:38

Eu concordo cntigo e gostei deste texto :D
Em relação ao amor á primeira vista, tbm não acredito muito. Acho que não é possível olharmos para uma pessoa e entra qualquer coisa em nós que nos faz amar essa pessoa, pois ainda não a conhecemos. Embora o meu namorado, até diz que o nosso amor, da parte dele, foi à primeira vista. Eu acho que não. Talvez atracção mas amor não é possivel. Acho que isso só existe [o amor à primeira vista], como tu dizeste, para se bonito e dar mas "riqueza" à paixão sentida pelos dois. Acho que o amor se constroí à medida que vamos conhecendo o outro. Sem o conhecermos, ele não cresce e não ganha vida [o amor]. Em relação ao amor eterno, eu até acho possível. Se esse amor for enriquecido com carinho, ternura e até aquelas surpresas que os casais fazem um ao outro ao longo dos anos, é possivel manter o amor por cada um. Não igual, como tu dizeste, à paixão/amor sentido nos primeiros momentos, mas isso não acontece só em casados, também em namorados. Mas com esse enriquecimento, o amor persisterá e torna-se-á esterno, penso. Escolhermos a pessoa que amamos, tenho a mesma opinião que tu. Acho que podemos escolher segundo aquilo que queremos para nós :D
Fica bem e desculpa o textinho Grande :D
DolceScrittora a 2 de Abril de 2010 às 19:09

não peças desculpa, obrigada pelo comentário é bom ver que não sou maluco, que até há gente que poensa como eu lool. Beijinhos


ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13


24
26
27

29
30


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
favoritos

2009.

pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro