saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Terça-feira, 6 de Abril de 2010

Por motivos que me são alheios as fotos que pus no ultimo post aparecem lentamente vão aparecendo aos bocadinhos, deu-me um trabalhão po-las no post porque já para coloca-las demorava muito tempo para cada uma mas enfim, fiz o meu melhor lool. Espero que tenham tido uma boa páscoa, a minha teve muitas peripécias, correu bem. A prenda que dei à minha afilhada vinha com defeito de fábrica e agora não sei do tiquet mas vou ver se me trocam. E é assim, voltei a casa, encontrei uma amiga que já não via há muito mas enfim, como não sou normal fiquei com uma sensação má em vez de ficar contente por ve-la até porque gostava dela. Mas enfim, sou assim. Ela estava com o namorado que também estudou comigo um ano e por acaso é amigo do T também. Ela estuda Medicina e é daquelas pessoas que uma pessoa olha e parece que lhe é tudo tão fácil. Não me interpretem mal, não tou a dizer isto no mau sentido, digo isto porque para além de ela ser naturalmente bonita, é muito decidida, inteligente, estuda que se farta, mas está sempre bem disposta nunca a vi por exemplo cansada de ter ficado a estudar até tarde para tirar um vinte. As coisas para ela parecem muito naturais, mas sei que ela trabalha muito para tar a tirar o curso de medicina e manter o namoro com uma essoa que nem estuda perto dela e conseguir sair e divertir-se quando pode. Além disso os pais não queriam que namorasse por isso no inicio foi tudo às escondidas mas enfim. Ela está sempre na boa. O curso ao que sei corre bem, não chumbou nunca, as notas agora não são tão brilhantes como antes mas faz um esforço muito grande para ter o que quer e aposto que vai ser um optima médica. E ando aqui eu que parece que ou não faço esforço ou não sei como fazer sei lá. Sinto-me mal comigo, parece que ando aqui a engonhar não faço nada da vida e continuo sempre igual. É frustrante. Não me sinto daquelas pessoas determinadas que fazem um esforço e batalham pelas coisas que querem etc. Eu nem sei bem o que quero. Tou farta de ter pena de mim mesma sinceramente, tou-me sempre a queixar e vejo-me sempre como a desgraçada que nem sabe bem o quer quer, nem sabe bem o que quer fazer, nem sabe muito bem como faze-lo e nem sabe bem como é em certos aspectos, às vezes. Parece que ando sempre na dúvida, que as coisas não são claras, são incertas, e muitas vezes sou eu mesma que não defino bem as coisas quando devo. Ás vezes tenho orgulho do que sou, dos valores que me foram dados, da maneira como vejo as coisas. Outras vezes olho para mim e penso que é que ando aqui a fazer. O que é que contribui a minha existência para a humanidade, que diferença faço. Nem para aqueles que já foram meus amigos a minha existência faz diferença, quanto mais para as outras pessoas. Às vezes perco a vontade. não sei se quero fazer algum esforço, se é que já fiz algum sei lá. sinto-me um bocado perdida sem saber pra onde me virar. Axo que ando à espera que as coisas me caiam do céu, que seja como nos filmes, mas a vida real não é como nos sonhos e a maneira como vivo não me vai tirar do sitio onde estou desde sempre. Com estas férias o que me apetece é ficar assim, de férias, sem ter que estar com as pessoas, comodamente junto dos poucos com quem me sinto bonita, com quem me sinto importante. Porque quando estou com outras pessoas, mesmo que não as conheça, mesmo que só passe por elas no centro comercial sem dar uma palavra, já me sinto mais pequena, mais feia, mais sozinha, mais sem importancia. Até andava com outro estado de espírito mas sei lá, às vezes parece que estamos a dar um sentido às coisas, a caminhar para algum lado mas depois percebemos que nos estavamos e iludir que não estavamos a fazer nada de extraordinário. Enfim, estou num dia menos colorido e sem grande razão para isso. O texto concerteza que não interessa ao menino Jesus mas como diz o Lynce, há que escrever mesmo que ninguém leia, para aliviar e para por as coisas mais claras do que quando nos passam na cabeça.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 14:21
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 23 de Março de 2010

Hoje passei o dia na cama. Até ia sair mas ninguém me acompanhou então não me apeteceu. A minha mãe anda meia triste e os meus esforços para manter a boa disposição ca em casa também cansam. Mas lá vou tentando e lá vou conseguindo. O T no outro dia falou-me para dizer que me ando a afastar que só lhe respondo às mensagens quando ele responde, que nem queria saber como ele estava e que estava a ser egoista. Fiquei logo nervosa. Que me ando a afastar é obvio, acabamos e ele numa semana diz-me que é complicado tar comigo na mesma como quando namoravamos e na outra já diz que me ando a afastar. Eu este fim de semana fiquei em casa só sai com a mina mãe e realmente tinha essa intenção de me afastar para nãoi lhe dar esperanças e para realmente haver um afastamento porque axo necessario nessa altura. Quanto às mensagens é uma das coisas que é característica dele que é fazer joguinhos, não respondo a esta mensagem pra ver se ela manda outra etc. Eu para além de nunca gostar desses joguinhos, fiz como faria outro amigo, se não respondeu é porque não pode depiois responde. Quanto a não perguntar por ele como ele está expliquei-lhe o porquê e aqui até acrescento que ele às vezes também faz muito o joguinho de virar o assunto de uma maneira para eu perguntar como ele está e ele poder mostrar que tá mal e assim. Eu compreendo, sei que ele ta mal e nem preciso perguntar para ver por outras coisas como ele tá, só que eu agora tou mesmo a tentar não pensar nisso. Faz-me mal pensar que ele tá mal e dificulta tudo. Eu ja pensei muito nisso e fui adiando a separação mas agora tenho que pensar em mim e no que é melhor pra mim. Se é egoista, já disse aqui que penso nisso e que não me é agradavel pensar que estou a ser assim, mas martirizar-me mais porque tou a fazer sofrer alguém? Já o faço de alguma maneira mas não preciso de tar constantemente a ouvi-lo confirmar isso. Se eu soubesse que ele não tinha com quem falar ou quem falasse com ele era uma coisa, mas eu sei que ele tem essencialmente uma amiga que o está a apoiar. Eu não tenho ninguém a quem esteja a desabafar essas coisas, não tenho um amigo que se preocupe com a situação por isso também não axo justo que ele pense nisto dessa maneira. Se fosse tudo facil e linear eu não tinha ficado fechada em casa quando eles foram sair. Enerva-me que me chamem egoista sabendo que penso tantas vezes primeiro nos outros. Não é por ser boazinha, é porque normalmente não consigo faze-lo de outra maneira e até o faço inconscientemente. Quando os meus pais não me deixavam sair eu pensava que realmente a minha mãe ficava muito preocupada e pensava no lado deles. Quando os meus amigos do liceu começaram a exibir uma falta de amizade e algum oportunismo eu pensei que eram coisas da minha cabeça, que a culpa era minha de me ter afastado e desculpabilizei-os. Quando namorava com o T e ele descarregava em cima de tudo e todos e fazia questão que todos ficassem mal dispostos quando ele estava, pensei que ele não tinha que ser igual a mim, que guardo muito as coisas pra mim e pensei no lado dele. Quando não via futuro nenhum no nosso namoro aguentei sei lá eu quanto tempo por vezes porque tinha medo de ficar  sozinha é verdade, mas sempre porque não o queria fazer sofrer. Axo que nunca ninguém me pode chamar egoista antes, não tenho consciencia de alguma vez o ter sido, se agora talvez pela primeira vez de verdade estou a tentar pensar em mim e no meu bem estar mesmo que o processo não seja perfeito e não seja o ideal para toda a gente, será que agora não me podem desculpabilizar também a mim? Eu percebo que ele esteja triste. Mas eu não estou exactamente eufórica com isto.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 19:09
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 16 de Março de 2010

Hoje tou muito triste. A queimadura que falei ontem piorou tou com uma marca pelo labio abaixo só me apetece chorar mas nem consigo, como já tem acontecido ultimamente. Eu tive muito acne na adolescencia e as marcas na cara foi uma coisa que sempre detestei e agora que a minha pele tava a ficar melhor com o sol como acontece sempre acontece isto. De manhã acordei e tive a sensação que aquilo tava duro, tirei uma foto com o sono e vejo aquilo completamente amarelo levantei-me a correr fui à casa de banho e não estava tão amarelo como aparecia na foto mas tava com mau aspecto e tive a sensação que aquilo era uma marca definitiva. Não acordei ninguém mas fiquei à espera que acordassem e chamei a minha mãe. Ela confortou-me disse que isso passava mas vi pela cara dela que também não achou aquilo com bom aspecto. Ela já se queimou na cara com queimaduras bem profundas e a pele dela ficou direitinha. Fui à farmácia e o farmacêutico olhou para mim e disse "tem aí uma queimadura" pois. Deu-me um regenerador da Avéne e um protector solar, disse para não apanhar sol MESMO porque se não ficava com marca. E agora tou naquela, será que isto vai desaparecer, quanto tempo vou andar assim, é que agora toda a gente vai olhar para isto, tá bem no meio da cara. O dentista não deve ter noção do que fez, aquilo não era alergia nem uma irritação e não passou até hoje e o creme que me deu não fez nada. A minha mãe está super irritada e o meu pai também mas eu axo que o consigo desculpabilizar porque mesmo eu a ouvir que tinha sido uma irritação causada pelo ácido nem pensei que nesse caso tinha era que lavar aquilo rapidamente para o ácido não continuar a corroer a pele mas enfim, também não tinha visto como tava, se ele disse que era irritação era porque era irritação. Se eu já demorava duas horas a sair de casa até achar que tava bem agora nem quero pensar.... vou sentir toda a gente a olhar para mim. E tenho teste amanhã, tenho que estudar e tenho que ir e a vontade.... Espero que o creme actue depressa não quero que isso deite abaixo o positivismo que tenho tido, porque sinceramente tá-me a passar pela cabeça que realmente só eu.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 14:27
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

ainda bem que amanhã tenho psicologa ja ando mais tristica. não tenho grande coisa para lhe mostrar só escrevi duas coisas mas enfim :S. Será que devo andar nua pela cidade amanhã para relatar como tive vergonha lool axo que a vozinha que fala comigo nestas situações desse vez ia gritar comigo lool. Das duad uma ou ganhava muitos fãs ou se riam da minha figura mas por mais que não queira generalizar axo que ia ganhar uns fãs porque homem, muitas vezes, é bicho burro e contenta-se com qualquer coisa com saias ou neste caso sem elas. A verdade é que homem quando vê uma mulhar, se elsa for boa ele ta-e perfeitamente burrifando se é burra ou mesmo bonita porque pode ser muito boa mas até nem ser bonita. Aliás se não for inteligente é melhor ainda porque há sempre mais possibilidade de gostar dele lool. São teorias da treta eu sei mas enfim tenho que dizer coisas estapafurdias pra me distrair lool.

Hoje perguntei ao T. (namorado ou ex-namorado enfim) se ia sair e ele disse que não lhe tinham dito nada e não estava com muita vontade e perguntou porquê. Esse porquê só me fez ver que isto foi a litlle revenge pelo menos pareceu porque ele sabe que se perguntei foi porque queria sair uma vez que fiquei enfiada em casa ou na universidade a semana toda e sabe que não costumo sair com mais ninguém. Mas enfim caguei, pra ser curta e grossa. Então ele perguntou se não axava que tinhamos que falar^e se três semanas não era o suficiente para pensar. Desculpa? Pensar? Quem disse que demos um tempo para eu pensar. às vezes axo que falamos e as coisas chegam aos meus ouvidos e aos dele de maneira diferente. Primeiro não fui eu que decidi nada~, fomos nós que concordamos e depois a intenção não foi pensar foi esperar para ver se alguma coisa mudava que fizesse valer a pena voltar e eu sempre disse que precisava resolver as minhas coisas e isso não tinha data para acontecer não queria que ele esperasse nada de mim e eu não vou esperar nada dela, já por isso não disse nada quanto às saírdas, não posso esperar que ele queira sair comigo. Enfim, aqui todos sabem que quero acabar e de repente o rumo da conversa como fazia luzes a isso até senti um certo alivio. Eu quero resolver a situação para podermos estar bem um com o outro sem estarmos à espera que alguma coisa aconteça e vamos voltar. Quero tar bem com ele sem ter expectativas da parte dele. Mas não consigo per esses pontos nos is porque não sei qual é a reacção não sei se ele vai ficar mal. Não tou a faze-lo por egoismo, por cobardia talvez mas eu prefiro que ele se vá apercebendo disso e que vá querendo também realmente acabar. É complicado. A minha cabeça então.

O meu cãozinho tá doente e com medo que lhe mexam na pata não quer ningém anda sempre a fugir, ele que dorme na minha cama faz uma festa enorme quando xego adora ferrar-me no nariz, arranha-me a perna para miminhos, salta para o colo sem pedir autorização e senta e dá a patinha e deita quando eu mando porque eu ensinei. Tou com saudades até fico carente ainda mais.

Os meus meninos (afilhada e primo) estavam muito queridos hoje levei muitos beijinhos e fiquei um tempinho na casa da avó pra lhe fazer companhia e falar um bocadinho com ela.

E pronto ando carente com vontade de coisas romanticas e sem paciencia pra elas o que é giro. Vai dar o PS I Love You na tv, no ano passado no dia dos namorados era para ir ver mas o T. trabalhava no dia seguinte e ficou sem vontade, não tavamos no nosso melhor nesse dia ja. Depois disso fiquei sempre com uma coisa em ir ver porque axo que o filme vai mexer muito comigo, quando vejo as imagens da-me uma coisa na gargana enfim. Vou ver coisas bonitas na net já que fiquei por casa. Os meus pais é que devem tar a adorar lool a minha mãe já deve desconfiar de alguma coisa mas não ando com vontade de explicar assim muitas coisas.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:41
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 6 de Fevereiro de 2010

hoje vou à psicologa. tou um bocado nervosa não sei bem o que dizer. nao disse a ninguem ainda. ja nao sei o que me ocupa a cabeça agora a timidez e insegurança e o que delas advem ou o tempo com o namorado. com o namorado tou bem se ele nao tiver triste e estiver tudo normal aparte de nao namorarmos. so que quandoele ta tiste da um sentimento de culpa ou sei lá. so que agora nas minhas fantasias em que recrio o que vou dizer a psicologa parece-me tudo estupido e perfeitamente normal. tipo eu sofro com varias coisas mas soa-me que quando  falar vai parecer tudo estupido e normal e que ela vai ficar a olhar pra mim vai axar tudo normal e vai-me dizer isso e vou ficar na mesma. se calhar era melhor nao pensar no que lhe vou dizer mas se nao pensar nao vou saber o que dizer. se clhar devia-lhe falar da universidade porque na segunda tenho que ir e não tou om pica principalmente das aulas práticas que tenho que esclher grupo e estar com pessoas que não me consigo relacionar e depois quando estamos a fazer um trabalho pratico e não falamos grande coisa com as pessoas ou não fazemos nada ou elas nos olham de maneira esquisita e sentimo-nos mal e com aquele sentimento parecido com humilhação enfim. eu sou mesmo assim que é que ela me pode dizer que me faça ver as cisas diferentes. alguém me arranja um bilhete para as caraibas?

 

Ps.: pintei o cabelo de louro dourado. continua castanho excepto nas raizes que foi o unico sitio onde a tinta pegou e me clareou as raizes. tou espectacular.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 15:11
link do post | dar palpite | favorito

Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010

 hoje apetece-me não comer uma semana pintar o cabelo furar a orelha fazer uma tatuagem nas costas quero ser forte e que me venham dar mimos sem eu precisar pedir. se calhar n ao faz sentido mas apetecia-me isso.

see ya

escrito por sonhadoraincuravel às 17:00
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

o que custa mais é quando ele quer investir e tem vontade de resolver as coisas e tenho que cortar porque um beijo não vai resolver. é mais facil mas não posso deixar. hoje disse-lhe para não por as coisas como e não fosse eu que quisesse como se fosse eu a má da fita porque ambos concordamos com uma coisa e precisamos disto para não andarmos como andavamos. ele disse para não pensar assim que não ta a por as coisas assim. mas eu sinto-me ma. ontem estive em casa na cama o dia todo e hoje sai ao meio da tarde mas por mim vou ja pra cama. é a primeira semana de aulas não devo ir. tive a pensar se não é elhor estar mesmo uns tempos assim evitar estar com ele mas quando vejo que ele ta triste por recusar tambem fico triste enfim. spero que ele saia com as amigas mas fico com receio do que ele lhes conta tipo, que imagem têm elas de mim agora sei lá. que complicação.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 19:30
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Acabei com o namorado, aliás demos um tempo. É muito complicado. Não quero voltar, como ja se sabe o que sinto por ele ha muito que nao é o que queria sentir por um homem no sentido romantico. Mas é muito complicado. Saimos e percebemos das pequenas coisas como dar a mão ou despedir com um beijo. Fica muito estranho quando quase temos esse impulso. Axo que ele não quer acabar, ambos concordamos que as coisas não estavam bem e tenho que pensar nisso para não ir pelo mais facil e voltar só para não o ver triste e para não me sentir assim. Agora parece que era mais facil fingir que estava tudo bem mas se calhar nem era, são as duas coisas complicadas. Percebemos, aliás ele disse que era muito estranho tarmos a sair e realmente é complicado. Vou tentar afastar-me. Mas ele é o meu melhor amigo e as pessoas com quem convivo ulimamente são os amigos dele. Até axava que o grupo também ja i sendo meu mas ainda ontem quando saimos ele recebeu uma mensagem e eu vi-a e era de uma amiga "nossa" a dar-lhe força e a dizer pra ele sair com eles e tal. E aí segurei-me para não chorar porque apesar de saber no fundo, vi que eles eram amigos dele e estão preocupados com ele com o que ele sente, não com o queeu sinto eu fui por arrasto quando saíamos apesar de acreditar que ate gostam de mim é ele o amigo deles. E eu fico assim sem ter com quem desabafar. Sinceramente se pensar nos meus amigos com quem ja não convivo ha algum tempo e deixei de sair desde que saí do liceu, se fosse preciso se calhar já nem desabafava com eles sei lá.... de qualquer maneira não sei se me apetec falar disso. Estou a deixar as coisas cairem um pouco sobre mim relativamente à razão do afastamento com o namorado porque no fundo eu vou sendo culpada porque não estou loucamente apaixonada por ele e se for para ele sofrer menos por mim tudo bem. As vees axo que preferia que ele estivesse zangado comigo para não lhe custar e preferia também estar zangada porque estar assim.... No outro dia ele chorou e eu não me senti nada bem nem consegui chorar senti-me muito ma senti-me pesada e apetecia-me dormir até estar tudo bem. Não suporto ver as pessoas mal e se for por minha causa axo que se calhar prefiro que ten ham raiva de mim. Não sei exactamente como fazer as coisas e assim axo que vou a uma psicologa, a que encontrei é um bocado mais nova do que queria mas pronto. Se houver sugestões serão bem vindas.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:16
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 7 de Junho de 2009

Resolvidos os problemas com a net, volto a postar qualquer coisinha pra fingir que alguém me ouve. Os exames vão a meio, ja stressei com o primeiro que acabei por não fazer, o segundo tá feito mas nem sei o que pensar sobre a nota, há que esperar, sobram-me mais dois que vamos lá ver como correm. De resto a morte do meu avô já sarou um bocadinho em toda a gente, ficam as recordações boas. Hoje é dia de eleições e fui votar pela primeira vez. Já devia ter votado na lei do aborto mas não tratei das coisas a tempo.

E eu continuo na mesma, como a lesma. Ando apática sem vontade de fazer nada no que diz respeito ao namorado. Não morro de amores por sair ou falar ou o que quer que seja por ele. Estou num processo de.... sei lá, digamos que me irrito um bocado pelo facto de ter que fazer coisas com ele. Não transmito isso mas a verdade é que isso mói por dentro. Não tenho coragem de lhe dizer nada disto. às vezes preferia que ele não gostasse de mim era bem mais facil. Se eu percebesse isso talvez lhe conseguisse dizer que não me estava a apetecer estar com ele neste momento. Mas não consigo.... o que é que ele ia pensar e sentir.... como ia reagir.... e eu como ia ficar... mais sozinha do que sou. Da maneira que ele é ia dificultar tudo. Ia fazer perguntas, ia querer saber, chorar até, até pedir ele ia se for preciso.... e não o fazia só por gostar de mim.... ele tem uma personalidade que às vezes lhe foge para um lado que não gosto muito. Fico com os olhos a brilhar de cada vez que vejo um casal todo feliz, um namorado a defender a namorada, os carinhos, os sorrisos. Eu rio muito mas às vezes não consigo tirar prazer disso quando estou com ele. Um dia expludo. Ou não! Nem disso tenho coragem. Oh pah mandem-me pra conxixina pra ter um motivo pra me afastar dele sem o magoar por culpa minha. Odeio isto. Odeio ser cobarde e viver presa por culpa unica e exclusivamente minha. Queria tanto controlar-me melhor, lutar pelas coisas, por mim. Não quero ser uma frustrada que aceitou tudo o que a vida lhe deu só porque foi o que apareceu. Foi isso que aconteceu sinceramente. Foi o meu primeiro namorado, gostei dele porque ele gostava de mim, não parecia má pessoa, as conversas eram boas e pronto baseou-se nisto. Agora precisava de mais, muito mais.... afinidades, gostos parecidos, objectivos em comum, amor for god's sake. Como é que se sai desta situação, Não vale a pena que me digam pra falar, ganhar coragem enfim essas tretas que fazem todo o sentido, mas para mim são impossiveis eu não consigo, já tentei, já se deu o momento certo por varias vezes e eu até apalpei terreno, até já disse que não sabia o que sentia por ele se era amizade etc mas ele acabou por manipuar as coisas de tal forma que nem demos um tempo, deixámos as coisas andar e tal e ele sempre a insistir no "amo-te" nas despedidas, eu não respondia até ao dia que por simples ritina respondi que também e ele entendeu que estavam as duvidas todas desfeitas.... não tive coragem de dizer que não.... Há coisas tão rdiculas que dão vontade de vomitar, de batermos em nós próprias. Uma vez, uma migo na net disse que não tinha tido coragem de acabar com uma ex namorada então fez com que fosse ela a querer, começou a ser mais frio, a fazer coisas que ela não gostava, sei lá. Eu chamei-lhe cobarde. Mas seja isso bom ou mau, nem disso eu tenho coragem.... não sei o que fazer. Qualquer dia marco uma consulta porque eu concerteza preciso de algum tipo de ajuda pra organizar esta cabeça, sozinha provavelmente não sou capaz.... só me falta escolher a especialidade.... e ter coragem claro. Alguém me entenda!

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 17:48
link do post | dar palpite | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

Hoje o céu tem mais uma estrela. Faleceu o meu avô. Axo que foi o familiar mais proximo que faleceu desde que me conheço. Não eramos muito chegados desde que ele se separou da minha avó mas a distancia não fez dele menos avô. Já andava doente ha algum tempo mas desta vez. Foi uma vida cheia de historias, emigração fugir ao regime de ditadura de portugal, comemorar a liberdade em frança com os emigrantes, atravessar a fronteira com a minha mãe às costas, muito trabalho, muitas histórias. É muito triste e pensar que as pessoas não morem sempre felizes põe-me em crise.Amanhã tenho teste até à hora do funeral e inda tenho que vir do Porto, vou ver se consigo, não gosto muito mas queria fazer-lhe a homenagem. Enfim, não tenho nada pra dizer.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:34
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
favoritos

2009.

pesquisar
 
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro