saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Domingo, 3 de Abril de 2011

Ontem houve homenagem à gerencia do ginasio foi uma choradeira foi muito fixe. É muito bonito ver um negocio a ser levado assim neste espirito com estas pessoas. Estou contente hoje, depois do jantar ainda fomos sair o meu grupinho e foi muito bom. Cheguei tarde e o meu pai hoje tava a implicar um bocado porque tenho chegado sempre depois das quatro da manhã, não implica muito mas pronto diz que não pode ser sempre assim e tal mas não gosto disso porque tenho vinte e dois anos, não sou criança, tive uma boa educação e sei o que faço, era mais faciul ficar em casda e ninguém se preocupar mas não era feliz. Bom relativamente ao T do ginásio, não querendo entrar muito por aí mas não conseguindo deixar de referir o assunto, não é que no dia a seguir ao dia das mentiras passo no perfil dele para ver uma foto que andava por lá e não é que o estado dele deixou de ser "Numa relação". Por mais infantil que seja, gostei. Talvez tenha sido por causa do dia das mentiras que resolveu por aquilo assim. Ou talvez não não é verdade mas pronto, não consegui deixar de ficar contente. Hoje se calhar vou estar com os meus meninos estou com saudades. Blame me mas tenho um teste para amanhã e ainda não estudei e não me apetece, axo que vou ter uma noitada. Espero que esteja tudo bem por aí.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 16:26
link do post | dar palpite | ver comentários (5) | favorito

Terça-feira, 29 de Março de 2011

Hoje fui ao ginásio, xeguei atrasada quando vi la estava ele na mesma aula que eu. Axo que ele me reconhece mas eramos tão pequeninos. Sei que isto é nada, como foi com o meu colega de faculdade mas não consigo evitar a atracção. E é isso mesmo, atracção, nada mais. Mas é bom, faz-me sentir viva, pelo menos sinto alguma coisa, sinto isto. Pergunto-me se sou capaz de despertar o interesse de alguém que me interesse também. É que so tenho despertado o interesse de pessoas que não me interessam. Não sou capaz de seduzir uma pessoa é incrivel, para além de me sentir pequenina faço a tal coisa de parecer desinteressada lool olhem que é um problemita não saber seduzir. Uma pessoa sem interesse e sem interesse físico para a outra pessoa, se tiver atitude e um poder de sedução consegue despertar o interesse dela. Enfim é o que vos tenho pra dizer hoje. Espero que esteje tudo bem por aí.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:31
link do post | dar palpite | ver comentários (5) | favorito

Domingo, 8 de Agosto de 2010

Ainda penso nele. Quase todos os dias penso nele pelo menos ao adormecer. É ridiculo estar a alimentar dentro de mim coisas que são basicamente fantasiadas mas axo que é a incerteza que me deixa assim, não sei exactamente o que significavam aqueles olhares. Tenho saudades do olhar dele. Aquele olhar. Não tenho grande coisa para alimentar isto, a esta hora já nem se lembra de mim e quando voltarmos à faculdade os nossos horarios vão ser diferentes, não há grande coisa que eu possa esperar. Mas que posso fazer se penso em voltar a cruzar um olhar com ele, voltar a vê-lo, ter oportunidade de conhece-lo. Nunca pensei que este tipo de coisas podesse acontecer mesmo, tão pouco significar tanto pra mim. Não posso dizer que estou apaixonada, até porque não o conheço direito e a maioria do que conheço são suposições que podem nem ser verdade mas a verdade é que apaixonada ou não, preciso vê-lo. Tenho que ter oportunidade de estar com ele ou então ver que desapareceu aquele interesse que lhe descobri quando percebi que aqueles olhares se repetiam. Tenho medo de vê-lo e de o olhar já não ser o mesmo, não sei como isso me pode afectar, mas axo que só o vou tirar da cabeça se isso acontecer e a verdade é que desejo não ter que tira-lo da cabeça. É engraçado como as coisas são tão voláteis à volta disto, as probabilidades não são muito favoraveis mas um olhar (ou varios olhares) são capazes de transmitir coisas.... coisas que nunca senti. Affff provavelmente estou a ser infantil.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 15:34
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 28 de Junho de 2010

e o entusiasmo deu lugar à desilusão, para que é que me meto nas coisas sabendo que vou sofrer a seguir. Hoje depois de ir à universidade, fui almoçar com a J e uma amiga dela. Gostei de a conhecer e apesar de estar muito cansada estive bem. Claro que agora ao fium do dia comecei a pensar e se ela ficou chateada porque disse aquilo e não devia ter dito aquilo enfim, o costume. Mas tou a tentar não ocupar muito a cabeça com isso. Depois enganei-me no caminho, vim pela ribeira e ouvi uma musica espectacular com aquela vista e lá vim eu toda contente (ainda não me tinha apercebido de certos factos que agora me estão a deixar triste). E pronto, foi um dia diferente.A J falou nos anos dela mas vi que elas querem ir pra discoteca e não são propriamente discretas na discoteca, como elas próprias disseram e sinceramente isso tirou-me a vontade. Eu sei que não preciso ir pra lá danças mas eu sei que as pessoas vêm alguém parado e vêm insistir pra ir dançar e assim, ja me aconteceu bem sei que fazem com boa intenção mas não é la grande solução para mim então não estou muito para aí virada. Não sei o que lhe dizer, depois conforme o que me disser resolvo, pode ser que vá la de tarde ou assim e depois venha embora, se der digo-lhe a verdade se não talvez tenha que inventar uma desculpa. Não é muito honesto da minha parte, mas se não arranjar oportunidade tenho que lhe dar um motivo. Vou ver o que ela me diz.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:33
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Voltei a "sentir" aqueles olhares. Fui à universidade e ele estava lá. No dia anterior lembrei-me que talvez ele podesse estar lá mas pensei que era coincidência. Mas ele estava lá e foi tão bom vê-lo. Senti que ele olhava para mim, enquanto eu fingia não ver. A primeira coisa que me chamou a atenção quando cheguei lá foi ele. Os olhares dele, como já disse não são invasivos, ele não me olha de "cima a baixo" ele olha-me nos olhos e sabe tão bem. Acabei por trocar alguns olhares com ele e não dá para explicar como se pode sentir esta sensação com o olhar de uma pessoa que nem se conhece. Só sei o nome dele apesar de partilharmos o mesmo curso. A certa altura fui para outra zona e ele passou por lá e olhamo-nos nos olhos, só uns segundos, não sei o que significa para ele mas tem um olhar tão intenso que não sei explicar, não me sai da cabeça. Quando saiu da fila onde estavamos ele teve que passar no meio da fila e passou à minha frente. Não consegui evitar desviar os olhos para o chão. Eu sei que pareço uma miuda a descrever os pormenores de um encontro sem significado nenhum e que só eu vejo essas coisas. Mas quando o vejo fico sem dúvidas que ele me procura com o olhar por algum motivo. Não me agrada ficar muito empolgada com uma coisa que não passa de olhares mas não dá para evitar, nunca ninguém me tinha olhado assim. Sabe tão bem esta troca de olhares, faz bem ao ego e tenho a sensação que tou a partilhar alguma coisa (por mais insignificante que seja) com ele. Não sei se ele pensou uma vez que seja em mim quando não estamos no mesmo sitio e nem sei o que lhe passa pela cabeça para me olhar daquela maneira e sei que o mais provavel é ele não pensar em mim uma vez que seja, sei mesmo e sei que os olhares podem não ter o significado todo que eu crscentemente lhes fui dando com o repetir deles, mas adoro aquele olhar e gostava de saber o que há por tras dele. Se eu conseguisse não desviar o olhar, mas fico envergonhada, o coração bate mais depressa e o olhar não se mantém. Talvez se o fizesse desse algum tipo de proximidade mas a timidez não deixa. O que será que ele pensa quando olha para mim. Eu fico completamente intimidada, para além de fisicamente bonito é aparentemente inteligente, com as cadeiras todas feitas e concerteza  é uma pessoa que atrai muitas pessoas e a minha auto-estima, fraquita que é, não aguenta muito bem com isso.  Não quero dar importância de mais mas não posso deixar de me sentir feliz por estes momentos. Ai

"Aqueles olhares cruzados que dialogam em silêncio são uma expressão da cumplicidade existente entre as pessoas.

E quando assim acontece, as palavras tornam-se desnecessárias permitindo que em segredo sejam ditas tantas coisas!", será? Não quero dar mais força a estes olhares do que eles têm, mas é dificil não ficar de sorriso na cara com eles.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 16:49
link do post | dar palpite | favorito

Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

hoje o dia correu bem, tyive um jantar de familia apanhei um solinho. Ao fim do dia recebi uma mensagem do T com um smile triste (um smile triste lool). Perguntei-lhe o que se passava e ele perguntou como estava, como estavam os meus primos e disse que estava em baixo que estava muito desanimado. EEu disse-lhe algumas coisas para ele se animar mas ele quis-me dizer que estava mal e assim de pois não me deu grande conversa. Depois perguntou-me o numero da clinica onde vou à psicologa. Fuquei irritada porquue ele quis-me mostrar que estava mal e que precisava de ir a um psicologo e irritou-me a atitude. Não sei explicar porquê mas eu conheço-o e essa atitude é parva foi só para me mostrar para aí que apesar de eu estar muito bem ele está muito mal e muito deprimido. Eu sei que sou amiga dele mas ele lembra-se disso quando me quer dizer que está mal por eu ter acabado com ele. E depois precisava ir à mesma clinica que eu? Precisava pedir-me o numero? Eu não me emporto de ajuda-lo mesmo, sei a culpa que tenho mas essas atitudes irritam-me, para mostrar, para eu ficar mal disposta com ele às vezes parece. E fiquei mesmo irritada. Curiosamente hoje recebi uma mensagem de uma pessoa a querer marcar um encontro e eu respondi que devia ser engano e ele disse que era engano. Recebo dessas mensagens em momentos engraçados, já recebi antes, uma das quais foi mensagens de uma vizinha dele a dizer que tava em casa dele e assim e eu a ver o que aquilo era vi que o numero era um numero antigo dele e ele desculpou-se que tinha emprestado o numero à vizinha e enfim. Tive assim umas situações e via que era ele mas dizer-lhe era só para ele negar e inda ficar chateado. Sinceramente não me chateei muito com isso e não dei trela mas essas mensagens infantis com escritas disfarçadas para eu não ver que era ele eu ja recebi algumas. E agora recebo outra vez e ao fim do dia ele diz-me que esta triste, eu não quero ser desconfiada mas conheço-o. Ele mentiu-me em algumas coisas ao longo do namoro, coisas que eu, se lhe dissesse ele ia negar e por isso nem valia a pena e eu nem dei grande importância mas quando me ponho a pensar. Foram coisas sem grande importancia, coisas mais infantis do que outra coisa e foi mais no inicio e meio do namoro. Eu sei que ele mentiu mas não me dei ao trabalho de me chatear com isso. Apesar de comigo e ultimamente não ser muito assim, eu normalmente evitava chatear-me com coisas que não valiam a pena. Não sei se estou a ser dura mas acho que ele faz um bocadinho de chantagem psicologica, porque eu sei que ele ainda sente alguma coisa por mim, sei que é dificil, sei a culpa que tenho e percebo a situação dele mas parece que faz questão que eu saiba de como o ponho mal e quando está bem não sente necessidade de partilhar comigo. Se calhar estou a ser um bocado dura com ele nisso, se calhar é normal ele fazer isso mas sei lá às vezes parece que ele me vai calcar os calos onde sabe que me doem. Não quero ser insensivel mas não quero sofrer por ele, já sofri muito por ele, para ele estar bem mas não posso fazer isso, não posso sofrer assim pelas pessoas. Fui muito ingenua quando comecei a namorar com ele e quando acabei com ele. Esperava continuar a sair e a estar tudo bem mas as coisas não são bem assim, é complicado e não sei como vão ficar. Da ultima vez que fui a casa dele, falei com a mãe dele e não estava a contar mas o tom de voz dela foi tão diferente que tremi. Não sei se estão zangados comigo não sei o que pensam de mim. Eu sei que é complicado e a minha mãe também estava habituada a ele mas axei que as coisas podiam ficar iguais, ele vinha cá, saiamos com os amigos enfim. Mas também estava-me a apoiar nele era confortavel mas também não estava certo. Aprendi algumas coisas que não fazia ideia ultimamente, sou mais ingenua do que penso.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:53
link do post | dar palpite | ver comentários (6) | favorito

Quarta-feira, 26 de Maio de 2010

É engraçado que há uns tempos falei que não acreditava em amores à primeira vista, em quimica quando olhamos para alguém, mas é engraçado que começo a acreditar que às vezes há olhares que são diferentes, sem qualquer motivo, falam e mexem connosco. Enfim, sem mais nada, mas realmente há olhares que são tão profundos que por momentos nos confundem. Já não me confundem, mas a verdade é que continuo a achar aquele olhar diferente. Bom mas as coisas as vezes se calhar são mesmo assim, platónicas e duram tanto quanto a empolgação inicial. Mas valem assim mesmo. Boa semana!

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:35
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro