saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Quinta-feira, 6 de Maio de 2010

Em quimica costuma dizer-se que semelhante dissolve semelhante e em termos físicos está comprovado que polos negativos atraem polos positivos. (e depois desta explicação completamente fora de contexto que só podia vir de um projecto de farmacêutica que passou o dia a dar quimicas, fisicas, biologias e afins....) Em termos emocionais a coisa tá mais pra quimica do que para a física. Trocando por miudos, é engraçado que quanto mais-bem estamos, mais facilmente ficamos ainda melhor. Há quem diga que é porque quando estamos bem dispostos atraimos coisas positivas mas eu tou mais para a explicação de que quando estamos bem dispostos vemos as coisas mais pelo lado positivo. Agora a questão é, o que nos põe bem dispostos. E esse é o meu dilema porque as coisas não são sempre assim tão evidentes. Ultimamente por exemplo passei a estar mais bem disposta de repente e a sentir-me mais confiante e a consequencia é que trato melhor de mim e tiro prazer de coisas mais pequenas e as coisas acabam por se ir enrolando e a puxar mais coisas boas, ou melhor acabo por continuar a ver as coisas de uma maneira mais leve. Mas não sei porque fiquei assim, às vezes perco-me no que determina se estou bem disposta ou mal disposta, só sei que quando fico triste com alguma coisa aquilo me ocupa inteiramente e passo a ver o copo meio vazio em vez de meio xeio. Mas Essa confiança que tenho sentido ajuda muito porque apesar de continuar com os medos que tenho habitualmente, consigo relativiza-los muito mais. Fui para a aula hoje e fiquei sentada meia isolada da outra e unica rapariga que estava na minha fila e pensei que quando tivesse que lhe passar a folha de assinaturas ia ter que me levantar no meio da aula etc. Geralmente isto pra mim são dois problemas, o stress de pensar nisso e pensar que vou ter que me levantar depois e o stress de pensar que podia aproveitar o inicio da aula para mudar de lugar mas não o fazer porque sei lá, ia dar nas vistas provavelmente. Ora, quando estou assim relativizo mais a coisa e não tive qualquer problema em mudar de lugar no inicio da aula. Ou melhor senti aquela hesitação mas não fiz daquilo um problema maior. Bom quero é estar muito bem disposta e confiante porque isto de andar stressada, para além do torcicolo também me causou bruxismo e falta de ar e não tarda nada e os médicos axam que sou é hipocondriaca.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 17:50
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 3 de Maio de 2010

Hoje o dia está-me a correr bem. Fui às aulas, tava pra não ir à primeira porque tava em cima da hora mas recebi uma mensagem da J e fui. Depois falei um bocado  cvom  ela fomos tratar de umas coisas e fui almoçar. De tarde a aula correu bem deu pra rir um bocado a professora anda bem disposta lool tenho uma que é antipatica que nem da pa acreditar.Bom axo que hoje consegui estar mais relaxada e deixei as coisas irem rolando e não fiz por isso o que é provavelmente o segredo. Basicamente estou bem disposta e já tive aqui a ouvir musica nas alturas que sabe muito bem. O dia da mãe correu bem, a melhor mãe do mundo (sim a minha) gostou, estivemos bem dispostos, aliás andamos bem dispostos ultimamente e isso é bom. Bom e espero que a semana vos corra bem e se for o caso bebam pouco na queima lool.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 21:33
link do post | dar palpite | favorito

Domingo, 2 de Maio de 2010

hoje o T disse que a rapariga com a qual não se sentia indiferente daquela vez que me contou, ficou xateada ou sei la o quê por ter ido à exposição dele com ele no outro dia e ter ido hoje sair com ele. Tenho sempre duvidas se é mesmo assim mas ele realmente teve a falar com uma amiga e faz sentido. Enfim só faltava agora alguém vir dizer a outra pessoa com quem devia ou não andar. Mete-me raiva chegar agora uma pessoa que conhec e ha quinze dias e  já se dar ao direito de interferir assim na vida das pessoas. Se eles quiserem andar, curtir fazer o que quiserem tudo bem, agora vir dizer que a encoimoda ou o que quer que seja que ele ande comigo enerva-me. Nos somos amigos e sei que não se põe o problema mas enfim parece que é alguém que não conheço que quer dar opiniões sobre a minha vida sei lá sinto isso. Mas enfim com a idade que ela tem já devia ser mais direitinha da cabeça. Hoje queria ir comprar uma prenda à minha mãe e como o T tinha falado de comprar também para a mãe dele e assim falei com ele para irmos só que ele mostrou-se pouco interessado enfim, juntou-se também outras coisas e apeteceu-me chorar porque vejo que não tenho grandes alternativas e que realmente ando bastante sozinha. Mas pronto também ando sensivel. Axo que tenho pensado numa pessoa. Mas é tão parvo que nem me vou alongar. Parece aquelas coisas de escola. Aquelas coisas muito platónicas. Não queria dar grande importância a isso. Tenho que me distrair com coisas boas.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:57
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Ontem às duas ou três da manhã fiz um relatorio e olho para o horario e vejo que o teste que ensava que tinha na quinta feira era hoje. ois, enganei-me no horario. Bom estudei ontem porque estava desperta e até gostei de estar a estudar não tava muito cansada e estava a render alguma coisa. Hoje estudei depois da aula que tive de manhã e o teste não correu assim muito bem mas pelo menos dará ara recuperar se correr bem. De manhã tive aula prática e gosto mesmo das raparigas do meu grupo, identifico-me com elas e sinto-me bem com elas. O T veio falar comigo agora, tinha dito que me queria dizer umas coisas, contar umas coisas fez suspense como de costume mas já estava mais ou menos a ver o sentido da conversa. Disse-me que tinha conhecido uma pessoa e que ela não lhe era indiferente. Eu axo que era mais para ver a minha reacção sinceramente, mas não fiquei com ciumes nem nada disso. Se calhar não me sentirei muito bem de sair com ela ou assim mas se ele for feliz e libertar-se um bocadinho de mim é bom. Falamos um bocado ele emocionou-se um bocado ao falar que não se queria afastar de mim nem da minha mãe que gostava dela e assim. Sinto-me mal por pensar que talvez ele esteja triste com a minha reacção mas é a minha reacção. Bom mas hoje estou mais contentita a aula prática correu bem. Estou sempre com estas parvoices de humor mas pronto, tenho que organizar-me que me resolver orque é bom conseguir aproveitar o bom humor dos dias que tou bem mas quero ter mais dias assim. E pronto, sou mesmo assim complicada.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:53
link do post | dar palpite | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 9 de Abril de 2010

Fui ver o Um sonho possivel com a minha mãe e gostei muito, pela companhia e pelo filme. A história foi tão fofinha e quando vi que era  baseada em factos reais fiquei ainda com mais admiração por aquilo. Ainda não vi nenhuma crítica ao filme, não sei se dizem bem ou mal, notei há uns tempos no tom de um comentador que axava que o filme não tinha sido grande coisa mas enfim, eu gostei essencialmente da prestação da Sandra Bullock que adoro e da história. Faz-nos pensar como podemos fazer a diferença na vida das pessoas. Eu penso muito nisso axo que é uma das minhas ambições, tenho vontade de fazer a diferença na vida das pessoas, no sentido positivo obviamente. Normalmente não é nesse sentido, da adopção de uma criança, ou neste caso quase de um adulto, mas gosto muito quando ensino qualquer coisa a uma criança, por exemplo, na esperança que um dia ela se lembre que eu lhe ensinei aquilo. No filme uma mulher adopta um jovem quase de dezoito anos que lentamente vai revelando que teve uma vida dificil, dá-lhe a primeira cama, lê-lhe a primeira história. Bom, é muito giro e pensar que alguém teve aquele bom coração é bom. Axei giro que se tratava de uma familia que toda ela estava bem formada no sentido em que as crianças sentiram um pouco o desconforto de ter uma pessoa estranha e diferente lá em casa mas acabaram por aceitar tudo aquilo porque era o certo, porque faze-lo os fazia sentir uma satisfação. Falou-se nisso também, na satisfação que tiramos ao fazer bem aos outros. Eu axo isso bonito mas bastante controverso. Quando fazemos alguma coisa pelos outros sentimos satisfação por nós ou por ela? Enfim, são coisas que me estão a passar pela cabeça agora mas axo que não vou entrar em muito pormenor. Mas às vezes é dificil dizer até que ponto as pessoas estão de facto a fazer alguma coisa realmente pelos outros. O ideal era que fosse como no filme, uma pessoa ver outra que está mal, que está a sofrer e pegar nela e ajuda-la no que era possivel e fazer com que muita coisa boa fosse possivel. Enfim, mas se calhar as coisas não são tão lineares e é preciso que as pessoas queiram ser ajudadas. Enfim já estou a divagar muito e a pensar em coisas que nem têm muito a ver com isto. O que concluo disto é que é muito bom ver que as pessoas podem fazer muito bem a outras sem pedir absolutamente nada em troca embora se espere sempre e legitimamente o afecto da outra pessoa. E no fundo tudo se baseia nisso, no afecto e no amor. Relativamente a isso da adopção ouvi ha uns tempos uma mulher que adoptou um filho e não pos qualquer limitação ao tipo de criança, idade, sexo, doenças, limitações. Não devia ser nada de espectacular. Mas é. Não sei se era capaz de faze-lo, não sei se teria coragem de adoptar uma criança que tivesse uma doença ou uma limitação. Não sei se era suficientemente corajosa ou psicologicamente forte para aguentar algum sofrimento que criança podesse vir a ter, se já soubesse que isso era possivel. Mas quando engravidamos não passamos pelo mesmo? Não podemos dizer se queremos loiro de olhos azuis, perfeitinho e quando o temos, normalmente, mesmo que nao fossemos fortes antes, ficamos fortes e correspondemos às necessidades que a situação exija. Disse que não sabia se tinha coragem de adoptar uma criança com algum problema maior, mas também axo que não era capaz de escrever numa folha que queria uma criança de tal idade, com tais características. Não estou a julgar ninguém, as coisas não são assim tão simples. Enfim sou muito idealista mas não sei se sou muito corajosa, talvez um dia crie algum espaço que permita umas condições mais ideais para algumas crianças. Axo que isso me ia realizar muito. Espero ter a coragem.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:19
link do post | dar palpite | favorito

Sábado, 3 de Abril de 2010

Ainda não fui passear na praia mas vou ver se faço isso amanhã de manhã. De qualquer maneira, como não tenho especialmente o que fazer resolvi vir aqui escrever sobre qualquer coisa. E a coisa que me vem à cabeça é religião. Hoje pensei nisso e tem havido noticias relacionadas com a Igreja Católica pelo que será oportuno até falar disto. Bom relativamente às noticias, são as de pedofilia dentro da igreja católica. Como já disse em alguns comentários por aí é estúpido que façam tanto alarido à volta disto, ou melhor, axo estupido que se reforce tanto a ideia da pedofilia "na igreja católica". A mim não me interessa se é na igreja, na televisão, no escritório dos advogados ou no partido político, o que importa são as pessoas que o cometem e como sabemos isso não escolhe estatuto nem profissão. Por isso é que axo desnecessário que venha o papa pedir desculpas em nome da igreja porque a igreja não tem absolutamente nada a ver com isso (excepto quando encobre os casos, mas isso não me parece que algum dia se venha a comprovar). Bom mas adiante. Não pensem que estou a defender a religião ou coisa do género, axo que é uma questão de justiça e bom senso. Até porque não costumo dizer que sou católica ou budista ou o que seja. Fui educada segundo as regras da religião católica, fiz a primeira comunhão e não fiz o crisma porque axei uma seca (coisas da idade). Mas cedo, na adolescência comecei a questionar certas coisas, no inicio porque era adolescente e queria mesmo era contrariar, depois porque realmente comecei a aperceber-me de certas coisas. E a minha visão neste momento é a de que não tenho necessidade de dar nome à minha religião. Hoje ouvi o Nelson Évora a dizer que a religião que segue (perdoem-me mas não me lembro agora, vou investigar) era importante para ele porque envolvia valores que ele axava que eram os correctos para as pessoas viverem bem umas com as outras e que axava importante essa questão da religião porque numa tenra idade era um optimo meio de incutir valores às crianças. E quando ouvi pensei "é mesmo isso". Eu nesta altura o que axo é que o que devo fazeer é viver segundo os valores que axo correctos e praticá-los (e tenho valores muito bem definidos), não axo que tenha que acreditar num céu, num "Deus", eu simplesmente respeito muito, tenho imensa curiosidade mas não posso afirmar que acredito nisto ou naquilo se não estiver realmente convencida (e axo que nem preciso de estar). Seria até mais confortavel para mim acreditar em algumas coisas, conforta as pessoas. Mas também não rejeito o que as religiões nos dizem, nomeadamente a católica que é a que conheço. Bom mas axo que realmente foi importante eu ter conhecido a religião católica porque me ajudou a interiorizar valores muito importantes. Mas pensando bem axo que as crianças deviam conhecer as várias religiões ou, sei lá, devia incutir-se até nas pessoas mais jovens a curiosidade por outras religiões porque é um tipo de cultura que parece estar a perder a curiosidade dos nossos putos. E bom, é isto, não gosto muito de fazer aquelas críticas que se faz nomeadamente à riqueza da igreja católica, isto da pedofilia, uma coisa é a religião outra são as pessoas que a seguem e que a "regem". Nos próximos tempos vou tentar-me informar sobre outras religiões porque é uma curiosidade que tenho já há algum tempo e axo interessante. De resto, meus amigos, tentem pelo menos ser seres humanos tão bons quanto vos for possivel. Se o fizerem e houver alguma recompensa depois, axo que com isso, se realmente o fizerem, valetá a compensação independentemento do nome que queiram dar às vossas coisas. E entretanto já escrevi tanto lool. Devia canalizar isto pras pessoas quando as conheço lool das duas uma, ou me axavam extremamente interessante ou me axavam estupidamente chata (tou mais pela segunda), raio da timidez. Mas é por isso que é bom ter um blog, não chateamos ninguém desnecessáriamente, quem quer lê, quem não quer não se chateia nem faz frete.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:32
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 7 de Março de 2010

hoje preciso de muitos miminhos. apetece-me sonhar sonhar mas acordada que é pra controlar o sonho. o problema está no sonhar mas não ir atrás não criar oportunidades porque eu sou tão trenga que lá no fundo queria que as coisas me caissem aos pés do género do euromilhões me vir ter à caixa de correio sem eu ter jogado. So que as vezes o que fazemos não tem muito a ver com o que queriamos fazer mesmo quando temos noção que não estamos a fazer de acordo com o que queremos. Enfim que conversa de xaxa. Eu tenho que ter atittude, que gostar de mim com defeitos e virtudes tenho que me mexer e criar oportunidades. Oportunidades para muita coisa, sobretudo para o sorriso não me sair da cara quando estou sozinha e não tenho que por os outros também com um sorriso na cara. Não que me emporto faze-lo porque eu faço questão de não por ninguém triste e se possivel faze-lo sorrir mesmo quando a vontade nem era muita inicialmente. Mas era melhor se o sorriso se mantivesse quando estou sozinha, no carro, com as minhas musicas que fazem questão de me lembrar o quão estupida eu sou. Porque eu sou estupida não vamos estar com rodeios meus queridos (e escassos) leitores, basta ver os meus posts. Eu sou o cumulo da estupidez. Porque uma pessoa que faz mal e sabe que faz mal e continua a faze-lo mal porque oh pah não sabe fazer melhor ou não quer porque lá no fundo é se calhar mais seguro continuar a fazer mal, é estupida. opah eu imagino como esta conversa ta a fazer sentido mas para mim faz e como o blog é meu axo que tenho o direito de divagar para aqui, ninguém vai ler ate aqui e não. Isto no fundo serve para eu por os pratos na mesa, isto é, para eu olhar para aquilo que eu penso. E digo-te caro leitor (ja so resta um distraido), não é bonito olhar para o que eu penso e isto é so a parte melhor parque passa tanta coisa estupida por esta cabeça que se não doesse batia-me. E pronto, como ja é tarde e como se ve ja bebi uns copos hoje, de coca-cola axo que vou sonhar mais um bocado ou delirar.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 02:54
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

Hoje ai falar com uma amiga do namorado, e minha espero, percebi que não sou a unica a sentir como sinto m relaçai ao namorado. Ela falava da relação que teve  e acabou ha tempos e o assunto veio porque outra amiga que estrava por ali a falar com o ex namorado com quem acabou ha pouco tempo. Enfim ela dizia que antes de acabar com o ex namorado tinha reatado e rompido varias vezes porque ela sentia flta dele mas não sabia se era porque gostava dele ou porque queria companhia. Depois disse uma coisa que me despertou. Disse que na altura pensava que se aparecesse outro que a cativasse aquele namorado ja era. Sinto isso muitas vezes mas o medo é que ninguém me cative ou não deixe ninguém cativar-me porque não me ponho a jeito por assim dizer. Este foui o primeiro namorado que comecei a falar na net apesar de ja o conhecer de vista, demorei muito tempo a sair com ele e de facto foi o primeiro que deixei que se aproximasse porque na net sentia-me segura e como sabia quem ele era e tinhamos amigos em comum também não era aquela maluquice de conhecer alguem na net. Enfi, por outros meios eu não sei faze-lo não me sei dar a conhecer e não sei mesmo. Então eu sinto-me muito insegura neste campo e juntando isto ao facto de não conseguiur dizer-lhe que não gosto dele da maneira que era suposto da uma salgalhada. Mas fiquei a pensar no assunto. Não axava que era a unica a sentir isto ou aquilo mas aquilo soou-me tão igual aquilo que sinto e penso que axo que ate me senti aliviada. Ate porque o namorado falou e pareceu-me que havia ali um certo conhecimento de causa também. A outra amiga também parece que se sente assim eles namoraram muito tempo e ha ali uma certa habituação a outra pessoa e isso confunde  e enfim. Se calhar muitos sabem do que falo e não é facil e pra quem não é muito corajoso como eu torna-se um bocado chato. Hoje lin num horoscopo que não é um ano ideal para me apaixonar. Fiquei fodida. See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 02:27
link do post | dar palpite | ver comentários (4) | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos

blogs SAPO


Universidade de Aveiro