saga de uma tímida/insegura/atrapalhada/parva cujo dom é sonhar

Terça-feira, 1 de Junho de 2010

hoje ouvi no telejornal, se não me engano na sic, que em Portugal há muita fuga de cérebros. E não posia concordar mais lool, claro que a josnalista se referia à fuga de pessoas qualificadas para outrois países onde fazem trabalhos importantes. Mas a frase é bem verdadeira!

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 01:00
link do post | dar palpite | favorito

Sexta-feira, 30 de Abril de 2010

Fizeram a pergunta hoje, sobre se os portugueses estariam disponiveis para dar o decimo terceiro mes ao governo. Eu não daria por duas razões. Não ia resolver nada porque parece que pagaria uma ou duas semanas de dívida e é muito preciso em certas familias, muitas mesmo. O subsidio de ferias muitas vezes não é usado para férias mas sim para coisas como comprar o material escolar dos filhos do ano lectivo seguinte e sem esse dinheiro era altamente dificil os filhos andarem a estudar. Outra coisa é que não concordo com o que se anda a fazer ao nosso dinheiro e na minha modesta opinião coisas mais simples e menos dispendiosas poderiam ser feitas e fariam um efeito muito melhor na nossa economia e na nossa vida pessoal que aeroportos e sobretudo TGV's não farão tão cedo e como estamos em altura em que precisamos de coisas positivas e com efeito positivo rapido tudo o que se tem feito pelo governo não vai de encontro aquilo que acho certo. De qualquer maneira axo que essa questão nem se põe e foi uma coisa que alguém se lembrou por ter acontecido uma coisa parecida em 1983 em que a economia era uma coisa muito diferente porque não deviamos tanto dinheiro e quem nos tinha emprestado não precisava tanto dele. E voltamos a falar de politica lool. Qualquer dia inda me meto nisso, vou pra presidente da junta cá da aldeia e é o caos lool.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 22:31
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

dois medicos fazem um abaixo assinado a pedir explicações ao primeiro ministro sobre o fecho de maternidades sendo esse abaixo assinado feito em papel timbrado do hospital sem que o hospital o tenha autorizado. Compreendo que por parte do hospital haja algum tipo de repreensão porque se vê envolvido o seu nome numa causa que não era oficialmente sua. Mas quando acrescentamos um director que está relacionado com o PS e uma repreensão excessiva que os leva a tribunal e a pagar uma multa leva-me a pensar. Como gosto de ver o lado de toda a gente e não quero ser injusta axo que há duas possibilicdades para a coisa.

Uma das maneiras como posso ver a coisa é de que o primeiro ministro está numa posição privilegiada que muita gente quer e sendo uma figura publica e importante pode ser mais facilmente atingivel e alvo de esquemas de outros politicos e outras pessoas sendo este um caso em que se tenta sugerir que o primeitro ministro tera tido alguma influencia.

Também há a hipotese  de vermos as noticias que nos são dadas por um lado em que se trata de um ministro com esquemas mesmo antes da politica e que tem tendencias a ditadura ao fazer com que em varias situações que vão aumentando varias pessoas vão sofrendo consequencias desapropriadas quando discordam dele. Neste caso veriamos esta noticia como mais um caso desses em que o ministro com a influência que tem e através de um director de um hospital que até é militante do PS, teria feito com que os dois médicos tenham tido castigos exagerados como já teria acontecido a outras pessoas que ou foram despedidas ou repreendidas.

O que eu axo é que somos um país democrático para todos os efeitos e podemos exigir explicações bem dadas das pessoas que nos representam. Axo que utilizarem o argumento que é a imprensa e que são coisas inventadas não xega e mesmo que assim fosse temos o direito de ver as duvidas que nos trazem esclarecidas porque quando se ocupam lugares de destaque publico tem que se estar preparado para essas coisas e tem que se dar explicações que não deixem duvidas meamo que axem as acusações injustas. Axo que há politicos que se esquecem que a sua função é representar-nos e não comandar-nos e ser dobnos de portugal. E no nosso país axo que há muito falta de conhecimento sobre politica e se os jovens devem ser instruidos a ter interesse pelo tema axo que muito importante mesmo é pensar nas pessoas mais velhas porque temos uma população envelhecida e é preciso lembrar que há muitos velhotes que votam num partido a vida inteira porque é assim e pronto sem saberem que projectos o partido apresenta e eu digo-vos que são muitos e que me tenho surpreendido com isso. e isso é mais visivel ao nivel das cidades em que presidentes de camara e partidos são eleitos sucessivamente e penso se muitas vezes esse não será um factor importante, eu vivo numa cidade pequena e isso é uma coisaa coisa bvastante presente. Bom e estou eu a falar de política mas há coisas que mexem comigo porque vejo coisas e sei que outros vêm o mesmo que eu mas não se pode fazer nada ou então pode mas temos que nos unir e é complicado. Precisamos de acreditar em nós e que lembrar-nos de valores como patriotismo.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 00:58
link do post | dar palpite | favorito

Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

afinal tenho alguma coisa para contar. sabem aquela professora que é.... ora bem.... uma vaquinha. Tenho uma professora que adora ver-nos desistir das frequências e assume-o sem qualquer problema. Deve-lhe dar gozo não ter que corrigir frequências e se calhar não ter concorrência. Ela implica com os alunos e mesmo com os funcionários. Mas este ano até achei que ela estava melhor. Mas hoje na aula ela fez perguntas e por acaso não me calhou a mim o que foium alivio por sinal mas adiante. Fez perguntas a um rapaz que claramente não fazia ideia de que materia era aquela, deve-se ter perdido e respondia-lhe com coisas que ela tinha dito mas não tinha nada a ver. Era claro que ele não sabia nada daquilo mas ela em vez de perceber isso, aliás ela percebeu mas mesmo assim, ela puxou pelo rapaz que até a mim custou, fez silencios enormes para ele responder quando era clar que ele não sabia, ele respondia uma coia que não tinha nada a ver e ela perguntava-lhe "como assim" "não percebi". NMão foi na intenção de fazer com que ele percebesse ou com que ele estivesse atento. Foi ma, quis deixa-lo mal e nao teve dó nenhum. Se fosse comigo axo que desmaiava, por acaso acompanhei a aula e percebi tudo mas fogo, quando uma pessoa percebe que o aluno não sabe o que se trata das duas uma, ou se é um bom rpofessor e até se incentiva o aluno a perceber ou então não insiste no tema, tá ali quem quer se ele não quer entender é problema dele. Agora fazer aquela figura, foi mesmo para toda a gente ficar ali à espera que ele respondesse alguma coisa quando todos sabiamos que ele nao tinha percebido nada. Ela é mesmo assim, nas aulas práticas lembro-me que ela não respondia nada e fazia uma cara como se as nossas perguntas fossem ridiculas. Enfim é uma vaquinha. Devem haver muitos desses por aí. Não incentivam nada e se calhar nem querem, há profs universitarios que não querem concorrencia. Conheço um arquitecto que andou não sei quantos anos a fazer uma cadeira que o prof não deixava porque parecia não gostar dele, ele já trabalhava, foi promovido e a cadeira não tava feita. e conheço outro que foi pedir explicações ao professor porque ele andava a implicar com ele e ele queria fazer a caeira e o prof parece que entendeu aquilo como um suborno e ficou todo contente. Perguntou-lhe quanto é que ele queria pagar e ele ainda maio atordoado falou num valor para opagar as explicações e o prof fez-lhe entender que tinha que multiplicar aquilo algumas vezes. No dia ele chegou lá e espetou-lhe tudo o que pensava dele na cara, ficou aliviado mas teve que mudar de universidade. Estas coisas são complicadas e espero que não aconteçam muitas vezes. Na minha axo que isso não acontece há aqueles profs mais parvos mas nem são muitos e tirando isso nada. Mas chegam-me aos ouvidos de historias entre profs e alunos e entre profs e alunas se é que me faço entender que me fazem ver como estas coisas acontecem na nossa sociedade por todo o lado, não é pela politica ou desporto ou na economia, é em todo o lado.

See ya

escrito por sonhadoraincuravel às 23:39
link do post | dar palpite | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

Não sou muito xegada à política mas axo que todos devemos estar atentos porque supostamente nos estão a representar e a tomar decisões que nos implicam directamente.  E “não sou muito xegada” não por desinteresse mas porque há coisas que me põem nervosa e me fazem querer mudar de canal ou virar a página. Nos últimos tempos, que já vão sendo longos, é impressionante a palhaçada que se vê daqueles que, sendo nossos representantes, deviam dar o máximo exemplo. Eu não sou exactamente de criticar tudo e todos quanto são políticos mas que eles nos dão motivos para de vez em quando generalizar um bocado, isso dão. Nos últimos tempos há na mais alta política portuguesa um enorme cheiro a jogo e a censura. O jogo é o de interesses que não são os nossos e a censura é a da nossa tão orgulhosamente conquistada liberdade de expressão. Vejo os nossos representantes jogar com coisas e a querer fazê-las parecer tão fundamentais e graves, quando no fundo não nos afecta em basicamente nada, mas são optimas para se provocarem uns aos outros. Depois esta questão da censura, que é um odor que já tenho sentido ao longo dos últimos anos, apesar de agora lhe darem mais importância e alarido. E atenção que o cheiro não vem só de cima mas de várias direcções. Porque se a mais alta política parece um jogo de partidos em que cada um tenta empatar mais os outros, na política que nos está mais próxima, nas nossas cidades, aí coisas graves parecem acontecer. E dessa temos todos exemplos bem conhecidos que nem preciso enumerar, só que há muito mais disso por aí. Por cá acontecem coisas que apesar de parecerem tão claras, ninguém pode provar nada por um motivo ou por outro. Por cá, o que alegadamente acontece é projetos que são negados a uns (porque o prédio tem um andar a mais, imaginemos) para que a outros sejam permitidos (com mais três ou quatro andares), propriedades privadas que são invadidas antes de se fazer qualquer proposta para expropriação (porque há eleições e precisa mostrar-se trabalho), terrenos agrícolas expropriados por 10 e vendidos por 1000 para construção, “ódios” de estimação para quem não fica conformado com certas e determinadas situações, e “amores” de estimação.  Obviamente que há bons políticos como ha bons e maus carácteres em todo o lado mas ainda se pratica por aí muito abuso de poder ao que me parece.

see ya

escrito por sonhadoraincuravel às 15:21
link do post | dar palpite | favorito

ora-deixa-ver-quem-é-esta-croma
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


últ. comentários
mais do que isso tou com preguiça de ler o que esc...
olá, como vais? este blog é bom se tiver pernas pa...
olá menina, como é que tu estás? saudades tuas.. v...
olá menina. então, como é que tu vais ? eu vou bem...
olá. já tinha muitas saudades tuas. como estás ? p...
olá! eu também ia cheia de esperanças, quando come...
ola responi tardeas respndi. Sim eu tenho POC e e...
Olá...andava a fazer uma pesquisa sobre poc e enco...
olá! saudades tuas. ainda bem que estás bem. vê se...
tive uma grande necessidade de apagar todos os blo...
favoritos

2009.

pesquisar
 
Fazer olhinhos

blogs SAPO


Universidade de Aveiro